O meu e-mail



Quinta-feira, Janeiro 29, 2004

Quem é que nunca teve um Marcelo, um Filipe, um Rafael, um Júlio ou um Alexandre na vida?
Tudo bem, pode ser uma Juliana, uma Ana, uma Patrícia ou uma Aline...
Paquerar é bom, mas chega uma hora que cansa! Cansa na hora que você percebe que ter 10 pessoas ao mesmo tempo é o mesmo que não ter nenhuma, e ter apenas uma, é o mesmo que possuir 10 ao mesmo tempo!
A "fila" anda, a coleção de "figurinhas" cresce, a conta de telefone é sempre altíssima.
Mas e aí? O que isso te acrescenta? Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha:
Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala não despenca logo na sua vida???
Se o tal "amor" é impontual e imprevisível que se dane!
Não adianta: as pessoas são impacientes! São e sempre vão ser!
Tem gente que diz que não é...
"Eu não sou ansioso, as coisas acontecem quando tem que acontecer."
Mentira!
Por dentro todo ser humano é igual: impaciente, sonhador, iludido...
Jura de pé junto que não, mas vive sempre em busca da famosa cara metade!
Pode dar o nome que quiser: amor, alma gêmea, par perfeito, a outra metade da laranja...
No fim dá tudo no mesmo. Pode soar brega, cafona...
Mas é a realidade. Inclusive o assunto "amor" é sempre cafonérrimo.
Acredito que o status de cafona surgiu porque a grande maioria das pessoas nunca teve a oportunidade de viver um grande amor.
Poucas pessoas experimentaram nesta vida a sensação de sonhar acordada, de dormir do lado do telefone, de ter os olhos brilhando, de desfilar com aquele sorriso de borboleta azul estampado no rosto... Não lembro se foi o "Wando" ou se foi o "Reginaldo Rossi" que disse em uma entrevista que se a Marisa Monte não tivesse optado pelo "Amor I love you" e que se o Caetano não tivesse dito "Tô me sentindo muito sozinho.." eles não venderiam mais nenhum disco.
Não adianta, o público gosta e vibra com o "brega". Não adianta tapar o sol com a peneira. Por mais que você não admita:
Você ficou triste porque o Leonardo di Caprio morreu em 'Titanic' e ficou feliz porque a Julia Roberts e o Richard Gere acabaram juntos em 'Uma Linda Mulher';
Existe pelo menos uma música sertaneja ou um "pagodinho" que te deixe com dor de cotovelo;
Quando você está solteiro e vê um casal aos beijos e abraços no meio da rua você sente a maior inveja;
Você já se pegou escrevendo o seu nome e o da pessoa pelo qual você esta apaixonada no espelho embaçado do banheiro, ou num pedacinho de papel;
Você já se viu cantando o mantra "Toca telefone toca" em alguma das sextas-feiras de sua vida, ou qualquer outro dia que seja; Você já enfiou os pés pelas mãos alguma vez na vida e se atirou de cabeça numa "relação" sem nem perceber que você mal conhecia a outra pessoa e que com este seu jeito de agir ela te acharia um tremendo louco;
Você, assim como nos contos de fada, sonha em escutar um dia o tal
"...E foram felizes para sempre"
Bem, preciso continuar? Ok, acho que não...
Negue o quanto quiser, mas sei que já passou por isso, e se não passou, não sabe o quanto esta perdendo...
"O problema de resistir a uma tentação é que você pode não ter uma segunda chance"
"Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos"

Luís Fernando Veríssimo

O medo de sofrer é pior que o próprio sofrimento. E nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos. (Paulo Coelho)

A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.

Tocando em Frente

leia 1° a música...
Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte, mais feliz, quem sabe
Eu só levo a certeza de que muito pouco eu sei
Eu nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs,
o sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
é preciso paz pra poder sorrir
É preciso chuva para florir
Penso que cumprir a vida seja simplesmente
Compreender a marcha e ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro levando a boiada
Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou
Estrada eu sou
Conhecer as manhas e as manhãs,
o sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
é preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia, todo mundo chora
Um dia a gente chega, no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz
Conhecer as manhas e as manhãs,
o sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar,
é preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Ando devagar porque já tive pressa
E levo esse sorriso porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história
E cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz
Autores: Almir Sater e Renato Teixeira

É terça-feira .... o dia esteve cinza , e agora é noite, noite sem estrelas ,lá fora chove e eu estou pensativa.
Lembrei dessa música e vim catá-la aqui na Internet, e penso que ela tem muito de mim. Meus amigos (aqueles que são amigos mesmo ... aqueles que me conhecem) sabem que essa letra diz muita coisa, e não só de mim.
Ando mais devagar mesmo, porque já realmente já tive pressa ... já me joguei de cabeça nas coisas e nem sempre fui feliz nas escolhas. Mas é curioso que de onde você menos espera, da maneira mais sutil a vida vem e se mostra diferente para você.
Muitas vezes a agonia, a angustia e a falta de respostas me consumiram.
Mas hoje estou mais calma com essas pequenas coisas, vislumbro coisas boas, grandes e transformadoras para meu futuro. Vejo um horizonte mais feliz e mais estável.
Escrevo aqui para mim e para muito dos meus amigos que me escrevem agradecendo por que um ou outro texto lhe tocou o coração. ... Gente não vale a pena a agonia de um momento. Se o relógio não passa, se as respostas não vem na hora e da maneira que queremos a melhor coisa e se aquietar. É preciso serenidade para crescer.
É preciso tranqüilidade para ver o que está chegando e indo de nossas vidas!
Precisamos estar livres de pensamentos PRE concebidos, livres de pessoas, livres de situações pendentes ....
Escrevendo esse texto penso no barulho de chuva, acho que estou meio oriental .... serena.
Tenho mil coisas para resolver durante essa semana que está apenas começando,ou já esta terminando? mas hoje uma calma e uma serenidade me invade de tal forma que tenho a sensação que estou além da felicidade.
Porque acredito que felicidade são MOMENTOS FELIZES.
Acredito em felicidade como sensação continua ... VARIOS MOMENTOS CONTÍNUOS AGRADÁVEIS E FELIZES FORMAM A FELICIDADE.
Como você vê, o que você entende por felicidade?
E por isso vou tentando compreender a marcha e vou tocando em frente ...
E espero que esse sentimento de serenidade me acompanhe por muito e muito tempo.
Me sinto mais madura e mais plena ...
Estou numa fase de mudanças ... deixando algumas coisas e pegando outras para a minha vida.
A vida nada mais é que uma grande troca de pecinhas ... você deixa uma e pega outra. Tentando assim construir a vida ...
Estou trabalhando alguns sentimentos ... as mudanças nunca são fáceis. Temos medo. Tenho medo!
Mas sei que nao tenho como amadurecer mais ... crescer mais ... se continuar aqui ...por isso estou me pondo em movimento.
E com isso creio com MUITA fé que vou conseguir...
Muita harmonia e paz ....

A Lição da Borboleta

Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo, um homem sentou e observou a borboleta por várias horas conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.
Então pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso.
Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir mais longe.
Então o homem decidiu ajudar a borboleta, ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo.
A borboleta então saiu facilmente.
Mas seu corpo estava murcho e era pequeno, tinha as asas amassadas.
O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo, que iria se afirmar a tempo.
Nada aconteceu! Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhida.
Ela nunca foi capaz de voar.
O que o homem, em sua gentileza e vontade de ajudar, não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário da borboleta para passar através da pequena abertura eram o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo da borboleta o fosse para as suas asas de modo que ela estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.
Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida.
Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, ele nos deixaria aleijados.
Nós não iríamos ser tão fortes como poderíamos Ter sido. Nós nunca poderíamos voar...

A cortesia é parecida com a manga de um magico

A cortesia é parecida com a manga de um mágico: Sempre guarda surpresas agradáveis.

No mínimo uma pomba da paz!

Um sorriso, um comprimento cordial,um pedido de desculpas, a cessão da vez ou do lugar, um ¿¿suave¿¿ por favor, um envolvente ¿¿obrigado¿¿, e tantos outros comportamentos qualificados como etiqueta , são elementos que saem aos montes do ventre da cortesia. A cortesia é sempre maravilhosa.Mesmo quando só por interesse. Oportunidade onde perde muito do seu encanto. Mais o pior é a sua ausência, Ih! É ruim!



Chegando ao restaurante , enquanto esperava que os pratos fossem servidos o pai pega um paliteiro, tira um palito é dá á filha, esta espantada, reage:



-pra que é que eu quero um palito?

-é um presente meu filha. Aceite-o

-não... obrigada!



Ato contínuo, deu também ao filho que ali estava, sendo por ele aceito com um sorridente: muito obrigado papai!!!

Minutos depois chegou o prato principal, compondo o se destacava uma vistosa azeitona verde.Calmamente o pai pede de volta o palito ao filho . Espeta-o na azeitona, devolvendo ¿o em seguida. Agora adornado pelo delicioso petisco.



[A filha logo reclama:]

-E eu não ganho uma azeitona não?

Não! Respondeu o pai com tranqüilidade. Quando lhe dei um palito de presente foi para que , chegando o prato principal , você fosse a primeira a se servir, tirando a azeitona de que tanto gosta. Mais você não aceitou o presente...

-Mais papai , se eu soubesse...

-E , isso filha, se você soubesse , se já tivesse aprendido, que presentes dados têm valores visíveis e invisíveis , e só quem sabe recebê-los , tem condições de perceber tudo isso...e desfrutá-los com proveito e sabedoria .

É comuns pessoas se desculparem quando alguma coisa saiu errada , e se tivesse tomado outro rumo , traria vantagens consideráveis. Alega-se que ¿¿eu não sabia que era assim...que era você...que era pra isso...¿¿ o medo de ser traído e tão forte nos dias de hoje que vivemos sendo traídos por esse medo e não nos demos conta, Não estendemos a mão para uma pessoa com medo de que ela não retribua, deixamos de cumprimentar alguém com um alô para não nos passarmos por metidos, vivemos bancando as avestruzes, quando nossa compleição era mais para girafa, ou seja , olharmos para os pés e para o chão , com medo dos olhares alheios, e assim perdemos de ver belos olhos, e um céu sempre exuberante. Sorrimos pouco para as pessoas não nós apontarem como pessoas de pouco siso , e somos chatos por isso. Descartamos convites com medo da conta e depois ficamos magoados com quem aceitou e não precisou pagar. Somos insinceros com os amigos por que o assunto é delicado , e dessa forma damos cobertura a quem esta agindo mal....



Pedir desculpas é uma regra básica da boa convivência , mais viver errado para se desculpar é um erro indesculpável . Pouco desculpável também e fazer o bem e o certo com medo de ser mal - interpretado . Isso por que a cortesia não se curva à maldade ,já que anda de mãos dadas com a bondade, que não é temerária .



Sejamos corteses e educados . Os primeiros e maiores lucros , serão creditados á vista.Em nossa conta corrente de felicidade . Um mundo novo de sorrisos , afagos, carinhos, simpatias e amizades, abundarão por onde transitamos, nunca mais seremos indesejados, deixaremos de ser pessoas chatas .

Assim oferte cortesia , dê simpatia , e doe se em amizade, mais igualmente acerte e retribua a cortesia , a simpatia a amizade que lhe forem endereçadas. Faça isso com alegria e a alegria será abundante, em todos os seus dias.



Concluindo, permita me saber agora de sua reação : Se alguém lhe oferecer um palito, você aceita?

EM QUE ÁRVORE CAI SEU ANIVERSÁRIO?

Isso mesmo!

Você sabia que tem uma árvore que corresponde a data do seu nascimento?

Legal, né?

Leia mais abaixo o significado da sua árvore e veja se bate com a sua personalidade!


Datas:

23 DEZ a 01 JAN - Macieira

02 JAN a 11 JAN - Abeto

12 JAN a 24 JAN - Olmo

25 JAN a 03 FEV - Cipreste

04 FEV a 08 FEV - Álamo

09 FEV a 18 FEV - Cedro

19 FEV a 28 FEV - Pinheiro

01 MAR a 10 MAR - Sauce Chorão

11 MAR a 20 MAR - Limoeiro

21 MAR - Roble

22 MAR a 31 MAR - Avelã

01 ABR a 10 ABR - Serbo

11 ABR a 20 -ABR - Árvore de Maple

21 ABR a 30 ABR - Nogal

01 MAI a 14 MAI - Álamo

15 MAI a 24 MAI - Castanheira

25 MAI a 03 JUN - Fresno

04 JUN a 13 JUN - Carpe

14 JUN a 23 JUN - Figueira

24 JUN - Abedul

25 JUN a 04 JUL - Macieira

05 JUL a 14 JUL - Abeto

15 JUL a 25 JUL - Olmo

26 JUL a 04 AGO - Cipreste

05 AGO a 13 AGO - Álamo

14 AGO a 23 AGO - Cedro

24 AGO a 02 SET - Pinheiro

05 AGO a 13 AGO - Álamo

14 AGO a 23 AGO - Cedro

24 AGO a 02 SET - Pinheiro

03 SET a 12 SET - Sauce Chorão

13 SET a 22 SET - Limoeiro

23 SET - Oliveira

24 SET a 03 OUT - Avelã

04 OUT a 13 OUT - Serbo

14 OUT a 23 OUT - Árvore de Maple

24 OUT a 11 NOV - Nogal

12 NOV a 21 NOV - Castanheira

22 NOV a 01 DEZ - Fresno

02 DEZ a 11 DEZ - Carpe

12 DEZ a 21 DEZ - Figueira

22 DEZ - Haya

Leia a descrição:

ABEDUL - A INSPIRAÇÃO

Vivaz, atrativo, elegante, amigável, sem falsas pretensões, modesto, não gosta de excessos, rechaça a vulgaridade, ama a natureza, cheio de imaginação, pouca ambição, cria uma atmosfera relaxada.

ABETO - O MISTÉRIO

De gosto extraordinário, dignidade, ar refinado, ama tudo, caprichoso. Tende ao egoísmo, mas se importa com as pessoas que o cercam. Modesto, muito ambicioso, talentoso, amante inconformado. Muitos amigos, muitos inimigos, muito confiável.

ÁLAMO - A INCERTEZA

Usa muitos adornos. Não confia muito em si mesmo, só é valente se necessário, necessita de boa vontade e de ambiente agradável. Muito seletivo, quase sempre solitário, rancoroso, natureza artística, bom organizador, tende a filosofar, confiável em qualquer situação. Leva o companheirismo muito a sério.

ÁRVORE DE MAPLE - INDEPENDÊNCIA MENTAL

Pessoa fora do comum. Cheio de imaginação e originalidade. Tímido e reservado, ambicioso, orgulhoso, respeita a si mesmo, busca novas experiências. Às vezes nervoso, muitos complexos, boa memória, aprende com facilidade, comprometido com o amor e com a vida, gosta de impressionar.

AVELÃ - A EXTRAORDINARIEDADE

Encantador. Não é exigente, muito compreensivo, sabe como causar uma boa impressão, ativista para causas sociais. Popular, mal-humorado e amante caprichoso, companheiro honesto e tolerante, necessita de juízo.

A CASTANHEIRA - A HONESTIDADE

De beleza fora do comum, não gosta de impressionar. De bons modos, vivaz, gosta de justiça. Diplomático nato, mas se irrita com facilidade. Falta confiança em si mesmo. Sente-se superior aos demais. Sente que ninguém o entende. Ama só uma vez e tem dificuldade para encontrar a pessoa ideal.

CARPE - O BOM GOSTO

De beleza jovem, preocupa-se com o físico e condição física. Bom gosto, tende ao egoísmo. Faz a vida o mais cômodo possível. Vida disciplinada. Ligado à razão, gosta da bondade, um amigo emotivo e agradecido. Sonha com amantes excepcionais e raras vezes se contenta com seus sentimentos. Entende mal a maioria das pessoas e nunca está seguro de suas decisões. Muito consciente.

CEDRO - A CONFIANÇA

De uma beleza rara, sabe como adaptar-se. Gosta de luxo, de boa saúde. Não é tímido e tende a menosprezar os demais. Muito talentoso, otimista, saudável, espera pelo amor verdadeiro. Capaz de tomar decisões rápidas.

CIPRESTE - A CONFIABILIDADE

Forte, musculoso, facilidade para se adaptar, toma da vida o que ela oferece. Feliz e cheio de conhecimento, odeia solidão. Amante apaixonado, não se satisfaz. Confiável, temperamento explosivo, inquieto, pedante, despreocupado.

FRESNO - A AMBIÇÃO

Atrativo fora do comum, vivaz, impulsivo, exigente, não se importa com a crítica. ambicioso, inteligente, talentoso, gosta de jogar com o destino, pode ser egoísta. Confiável, amante leal e prudente. O cérebro comanda o coração, mas o companheirismo é levado a sério.

HAYA - A CRIATIVIDADE

Tem bom gosto, importa-se muito com a aparência. É materialista, bom organizador no trabalho e em casa. Econômico, bom líder, não corre riscos desnecessários. Racional, companheiro esplêndido, disciplinado.

FIGUEIRA - A SENSATEZ

Muito forte, um pouco egocêntrico, independente, não permite que o contradigam. Ama a vida, a família, filhos e animais. Gosta de liberdade. Bom senso de humor, talentos úteis, muito inteligente.

LIMOEIRO - A DÚVIDA

Odeia a luta, o stress e o trabalho. Faz sacrifícios pelos amigos. Muito talentoso, mas sem tenacidade suficiente para fazê-los florescer. Sempre se queixa. Muito zeloso e leal.

MACIEIRA - O AMOR

Muito carisma, encanto e atração. Aura amável, aventureiro, sensível. Sempre apaixonado, quer amar e ser amado, companheiro fiel e filósofo despreocupado.

NOGAL - A PAIXÃO

Tenaz, carinhoso e cheio de contrastes: egoísta, nobre, busca novos horizontes. Tem reações inesperadas, espontâneo, ambição sem limites, inflexível. Companheiro fora do comum. Estrategista, engenhoso, muito zeloso e apaixonado. Não se compromete.

OLIVEIRA - A SABEDORIA

Encanta-se com o sol, com sentimentos amáveis. Racional, centrado, evita a violência e a agressão, tolerante, calmo, com sentido de justiça, sensível, empático. Não é invejoso, gosta de ler e da companhia de gente sofisticada.

OLMO - A NOBREZA

Disponibilidade de formas agradáveis, com senso de moda, modéstia. Tende a não perdoar os erros, otimista, gosta de mandar, mas não de obedecer. Companheiro honesto e confiável, tem atitude de saber tudo e toma decisões pelos demais. Generoso, bom senso de humor, útil.

PINHEIRO - A PARTICULARIDADE

Gosta de companhia agradável, muito robusto. Sabe como fazer a vida cômoda, muito ativo, natural, boa companhia, mas raramente amigável. Se enamora com facilidade, mas perde o interesse rapidamente. Se dá facilmente por vencido, muitos desencantos até que encontre um ideal. Útil.

ROBLE - DE NATUREZA ROBUSTA

Valente, forte, tenaz, independente, sensível, não gosta de trocas, mantém os pés no chão. Pessoa de ação.

SAUCE CHORÃO - A MELANCOLIA

Charmoso, mas cheio de melancolia. Atrativo, empático, ama tudo o que é belo, gosta de viajar. Sonhador, caprichoso, inquieto, honesto, pode ser facilmente influenciável, mas é difícil de se conviver. Exigente, bom instinto, sofre se apaixonando mas algumas vezes encontra alguém a quem sujeitar-se.

SERBO - A SENSIBILIDADE

Cheio de carisma, animado, talentoso, sem egoísmo, gosta de chamar a atenção, ama a vida, a atividade. Intranqüilo e constantemente com complicações, é independente, mas às vezes se torna dependente. Bom gosto, artístico, passional, emocional, boa companhia. Sabe perdoar.

Quarta-feira, Janeiro 28, 2004

Podemos nos comparar a embalagens

Vamos falar de gente, de pessoas... Existe, acaso, algo mais espetacular do que gente? Pessoas são um presente. Algumas tem um embrulho bonito, como os presentes de Natal, Páscoa ou de Aniversário. Outras vem em embalagem comum.

E há as que ficaram machucadas no correio... De vez em quando uma registrada.São os presentes valiosos. Algumas pessoas trazem invólucros fáceis. De outras é dificílimo, quase impossível, tirar a embalagem. É fita durex que não acaba mais... Mas... a embalagem não é o presente. E tantas pessoas se enganam, confundindo a embalagem com o presente. Por que será que alguns presentes são tão complicados para a gente abrir? Talvez porque dentro da bonita embalagem haja muito pouco valor e bastante vazio, bastante solidão. A decepção é muito grande. Também você amigo... Também eu... Somos um presente para os outros. Você para mim, eu para você. Triste se formos apenas um presente-embalagem: muito bem empacotado e quase nada lá dentro!

Quando existe verdadeiro encontro com alguém, no diálogo, na abertura, deixamos de ser mera embalagem e passamos à categoria de reais presentes.

Nos verdadeiros encontros humanos, acontecem coisas muito comoventes e essenciais: mutuamente nós vamos desembrulhando, desempacotando, revelando... Você já experimentou essa imensa alegria de vida? A alegria profunda que nasce da alma, quando duas pessoas se comunicam virando um presente uma para a outra? Conteúdo interno, é principal segredo para quem deseja tornar-se presente aos irmãos de cada estrada, e, não apenas na embalagem... Um presente assim não necessita de embalagem. É a verdadeira alegria que a gente sente e não consegue descrever, só nasce no verdadeiro encontro com alguém.

Faxina mental

Eu tenho uma teoria que chamo de Teoria do Armário Bagunçado. A cabeça das pessoas é como um quarto, com cama, escrivaninha, um armário e diversas bugingangas. Na vida, para fingir que um quarto está arrumado, o que se faz?

Vai se entulhando toda a bagunça dentro do armário: esconde-se ali todos os cacarecos, roupas sujas, revistas velhas, papéis sem importância. O quarto, para quem está de fora e só enxerga as aparências está perfeitamente arrumado. Quando alguém faz isso constantemente, escondendo todas as coisas indesejáveis dentro do armário, chega um dia que ele não suporta mais. E aí você abre apenas uma frestinha do armário para enfiar ali só mais uma coisinha que pode ser resolvida depois e tudo o que estava acumulado, entulhado e bagunçado cai em cima de você, se espalha por todo o quarto, mostrando o verdadeiro tamanho da bagunça. E quando isso acontece, a única alternativa é arrumar tudo tintin por tintin, item por item e pôr cada coisa em seu lugar. Na vida também é assim. As pessoas perguntam: "e aí, tudo bem?" e a resposta é mecânica: "tudo bem". Mas a verdade nem sempre é essa.

Aparentemente está tudo sempre ótimo. Mas existe esse fundo de armário cheio de pequenas mágoas, sentimentos e pensamentos que a gente não quer ou não pode resolver no momento. E tudo isso é guardado num armário que fica no fundo de nossa mente até que não cabe mais nada ali. E um dia, quando se for guardar mais um sentimento não resolvido, toda a bagunça que de sua vida acaba caindo na sua cabeça. E é preciso arrumar tudo e colocar a vida em ordem. Por isso é que esse texto se chama Faxina Mental. Escrevendo, é possível arrumar sentimentos, organizar idéias e melhor: abrir espaço para o novo e jogar fora o que já passou. Leia...escreva...isso ajuda muito a se entender e a tomar decisões importantes...

Terça-feira, Janeiro 27, 2004

"PROCURA-TE EM TI MESMO"
(autor desconhecido)

O equilíbrio interior é presente quando a tua atenção é direcionada a ti mesmo. Os teus medos atenuam quando sentes a presença do amor em ti.

As tuas dúvidas cessam diante à tua certeza na vida, na alegria, na expansão do teu ser.

A tua solidão dá lugar ao preenchimento quando sentes o que o teu coração expressa.

A tua ferida encontra a cura quando descobres que não estás sozinho, quando descobres o quanto és amado e agraciado.

O teu choro é estancado quando a tua vontade em celebrar a vida é maior.

A tua inocência é resgatada quando descobres que nada mais és que a Criança de Deus.

E quando perguntas quem és, digo que és a perfeição que habita na paz de Deus.

És a essência que o Criador deixou para que o mundo fosse pleno, sem culpa.

Procura-te em ti mesmo para que possas percorrer-te e conhecer-te plenamente,

para que depois possas ensinar aos teus as dádivas concebidas àqueles que descobrem já não estarem preocupados com os dias e as noites e sim com o momento presente, passo a passo, rumo ao grande despertar.

O menino Pedro

A professora estava tendo dificuldades com um dos alunos:

- Pedro, qual é o problema?

- Sou muito inteligente para estar na primeira série. Minha irmã está na terceira e eu sou mais inteligente do que ela. Eu quero ir para a terceira série também!

A professora vê que não vai conseguir resolver este problema e o manda para a diretoria.

Enquanto o Pedro espera na ante-sala, a professora explica a situação ao diretor.

O diretor diz para a professora que ele vai fazer um teste com o garoto, e como ele não vai conseguir responder a todas as perguntas, vai mesmo ficar na primeira série.

A professora concorda. Chama o Pedro e explica-lhe que ele vai ter que passar por um teste e o menino aceita.
- Pedro -pergunta o diretor - quanto é 3 vezes 3?
- 9.
- E quanto é 6 vezes 6?
- 36.
E o diretor continua com a bateria de perguntas que um aluno da terceira série deve saber responder e Pedro não comete erro algum. O diretor, então, diz para a professora:

- Acho que temos mesmo que colocar o Pedro na terceira série.

- Posso fazer algumas perguntas também? - Intervem a professora.

O diretor e o Pedro concordam.

A professora pergunta:
- O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas?

Pedro pensa um instante e responde:

- Pernas.

Ela faz outra pergunta:
- O que é que há nas suas calças que não há nas minhas?

O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo de interromper...

- Bolsos - responde o Pedro.

- O que é que entra na frente da mulher e que só pode entrar atrás do homem?

Estupefato com os questionamentos, o diretor prende a respiração...

- A letra "M". - responde o garoto.

A professora continua a argüição:

- Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho?

- Na África. - Responde Pedro de primeira.

- Qual o monossílabo tônico que começa com a letra "C" termina com a letra "U" e ora está sujo ora está limpo?

O Diretor começa a suar frio.

- O céu, professora.

- O que é que começa com "C" tem duas letras, um buraco no meio e eu já dei para várias pessoas?

- CD.

Não mais se contendo, o diretor interrompe, respira aliviado e diz para a professora:

- Põe ele na quarta série! Eu teria errado TODAS ...

Segunda-feira, Janeiro 26, 2004

As delicadezas do amor de Deus...

O amor consiste no seguinte: "Não fomos nós que amamos a Deus, mas foi Ele quem nos amou e nos enviou o seu Filho como vítima expiatória pelos nossos pecados". (I Jo 4,10)

O fato de saber reconhecer as delicadezas do seu amor na trama ordinária da vida, é uma graça do Senhor. Moisés explicou isso mesmo ao povo e, muito bem, ao enumerar as provações, os sinais e os grandiosos prodígios que presenciou: "Até ao dia de hoje, Javé não vos tinha dado um coração para compreender, olhos para ver e ouvidos para ouvir" (Dt 29,4).

Compreender, isto é uma autêntica revolução! Não somos nós que andamos a girar à volta de Deus, para tentar atingi-lo e amá-lo, mas é Ele que gira a nossa volta, até o momento em que consegue abrir uma brecha no nosso coração, espetar um espinho na nossa carne, ou ferir-nos na anca, para possibilitar que o seu amor se precipite em nós.

Senhor, dá-nos um coração sensível à tua presença, para que possamos reconhecer-te como Nosso Senhor e amigo.

Jesus, eu confio em Vós!

o Deus no espelho

Deus gosta de todos os seus filhos, mas gosta mais daqueles que o desafiam.

É como os pastores que sobrevivem no pastoreio, porque algumas ovelhas insistem em desgarrar-se do rebanho.

Se estas não os exercitassem em seus ofícios, não desafiassem as suas astúcias, não aprimorassem seus reflexos, eles, com certeza, cairiam na acomodação, e perderiam, com o tempo, todo o seu rebanho.

Por isso, desafie Deus diante do espelho, pois você é feito a imagem e semelhança do Pai. Concentre-se, olhe fixamente os olhos da imagem refletida no espelho, e peça-lhe que Ele se manifeste.

Observe como suas feições transformar-se-ão, gradativamente, vá fundo, converse com Deus, é Ele manifestando-se.

Ele é bondoso, peça-lhe saúde para os enfermos, paz para os aflitos, esperança para os angustiados, perdão para os seus inimigos, amparo para os amigos e proteção para a sua família. Ele, com certeza, o ouvirá, peça-lhe então, a benção por mais este dia. Viva em paz!

Carlos Thadeo

É LOUCURA...

Odiar todas as rosas
porque uma te espetou....
Entregar todos os teus sonhos
porque um deles não se realizou...
Perder a fé em todas as orações
porque numa não foste atendido...
Desistir de todos os esforços
porque um deles fracassou...

É LOUCURA!
Condenar todas as amizades
porque uma te traiu...
Descrer de todo amor
porque um deles te foi infiel...

É LOUCURA!
Jogar fora todas as chances de ser feliz
porque uma tentativa não deu certo.
Espero que na tua caminhada
não cometas estas loucuras!
Lembrando que sempre
há uma outra chance...
uma outra amizade...
um outro amor...
uma nova força...
É só ser perseverante e procurar
ser mais feliz a cada dia.

Pense nisso... nunca deixe de tentar,
com medo de não acertar novamente.

TEM COISA MELHOR?


Se apaixonar pela
pessoa certa e ser correspondido.


Rir a ponto de não
agüentar mais.

Um banho quente
num dia de muito frio.

Sem limites em um
supermercado.

Aquela encarada de
fazer tremer.

Receber e-mail de
alguém que vc gosta e que não manda nunca.

Dirigir por um
lindo caminho.

Escutar sua música
favorita tocar no rádio.

Deitar na cama e
escutar a chuva cair.

Cheiro de terra
molhada.

Pegar aquela chuva
de verão e dar um beijo na chuva.

Tomar aquele banho
e dormir na sua própria cama depois de acampar durante 4 dias.

Toalhas ainda
quentes, recém passadas.

Descobrir que a
blusa que vc quer esta em promoção pela metade do preç o.

Um milkshake de
chocolate.

Uma ligação de
alguém que está distante.

Um banho de
espuma.

Uma boa conversa.


Achar uma nota de
R$ 50 no casaco do inverno passado.

Rir de vc
mesmo(a).

Ligações depois da
meia-noite que duram horas.

Rir sem motivo
nenhum.

Ter alguém pra
dizer o quanto você e linda(o).

Rir de algo que
acabou de lembrar.

Amigos.

Acidentalmente
ouvir alguém falando bem de você.

Acordar e
descobrir que ainda pode dormir por mais algumas horas.

Gastar tempo com
os velhos amigos ou fazer novos.

Brincar com o novo
bichinho de estimação.

Ter alguém mexendo
no seu cabelo.

Sonhar com coisas
boas.

Realizar um sonho
antigo.

Chocolate quente.


Viajar com os
amigos.

Empacotar
presentes debaixo da arvore de Natal enquanto come biscoi to de chocolate.


Letras de musica
no encarte do seu novo CD pra poder cantar junto sem se sentir idiota.


Ir a um ótimo
show.

Encarar um(a)
lindo(a) desconhecido (a).

Ganhar um jogo
super disputado.

Fazer bolo de
chocolate e raspar a panela da calda.

Ganhar dos amigos
biscoitos feitos em casa.

Segurar na mão de
alguém que vc realmente gosta.

Encontrar um velho
amigo e perceber que algumas coisas (boas ou ruins) nunca mudam.

Ver a expressão no
rosto de alguém quando abre o seu tão esperado presente.

Olhar o nascer do
sol.

Conseguir enxergar
essas pequenas coisas boas da vida e saber dar muito valor a isso.

Ter sorte.

Acordar toda manhã
e agradecer a Deus por mais um lindo dia.


***Mande para seus
amigos se achar que

deve.
*** Dizem que, se passar para sete pessoas em
meia hora, em

algumas horas,
algo ótimo, maravilhoso, acontecera com vc! Quem duvida?


"Muitas pessoas
pensam que a felicidade

somente será
possível depois de alcançar algo, mas a verdade é que deixar para ser feliz
amanhã é uma forma de ser infeliz."


Ok... Isso é um
teste pra ver quantos amigos vc tem.

Não fique triste
se ninguém não lhe enviar de volta.

Isso é só um
teste...


Imediatamente após o recebimento dessa carta envie
para no mínimo 10 pessoas incluída a pessoa que lhe enviou até 30min depois de ler!!!!!

Domingo, Janeiro 25, 2004

Teste de Auto-Análise

Pegue papel e caneta e responda o questionário.

1. Qual seu animal favorito ?
a . gato
b. pássaro
c. cachorro
2. Qual é sua cor favorita?
a. rosa
b. branco
c. preto

3. O nome de uma pessoa do mesmo sexo?

4. O nome da pessoa do sexo oposto?

5. Você prefere montanhas ou praia?

6. Amanhecer ou anoitecer?

7. Número favorito de 1-10?

8. Planta favorita?
a. rosa vermelha
b. samambaia
c. artificial

9. Estação favorita?
a. primavera
b. inverno
c. verão

10. Faça dois desejos.


RESULTADOS CERTOS
------------------------------------------------------------------------
1. gato: você se coloca sempre em 1º lugar
pássaro: você gosta de ouvir e conversar
cachorro: você coloca os outros em 1º lugar

2. rosa: você está ultrapassado
branco: você é clássico
negro: você é sempre para frente

3. Um amigo fiel e companheiro ,que você poderá contar sempre.

4. Uma pessoa que você terá muita intimidade.

5. Montanhas: casamento próximo
Praia: casamento distante

6. Amanhecer:você é uma pessoa prática
Anoitecer: você é uma pessoa romântica

7. O número que você escolheu é quantas pessoas passarão por você até que ache seu verdadeiro amor.

8. Rosa vermelha: sua vida será alegre mas terá seu altos e baixos.
Samambaia: sua vida será previsível e segura.
Artificial: você é uma pessoa amarga

9. Primavera: você é uma pessoa muito romântica
Inverno: você é uma pessoa acolhedora
Verão: você é uma pessoa transparente, clara.

10. Se você enviar isto para: 1 pessoa ? um desejo se realizará em um ano. 5 pessoas ?ambos se realizarão em duas semanas. 10 ou mais ? ambos se realizarão em dois dias. VOCÊ TEM 45 Minutos!!

CADA UM QUE PASSA EM NOSSAS VIDAS

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho...
Porque cada pessoa é única para nós,
e nenhuma substitui a outra.

Cada um que passa em nossa vida passa sozinho,
mas não vai só...
Leva um pouco de nós mesmos
e nos deixa um pouco de si mesmo.

Há os que levam muito,
mas não há os que não levam nada.

Há os que deixam muito,
mas não há os que não deixam nada.
Esta é a mais bela realidade da vida...

A prova tremenda de que cada um é importante
e que ninguém se aproxima do outro por acaso...

Engraçado...

Não é engraçado como R$10 parece tanto quando o levamos à Igreja e tão pouco quando vamos ao shopping?
Não é engraçado como uma hora é tão longa quando ser vimos a Deus, mas tão curta quando assistimos um jogo de futebol?
Não é engraçado como duas horas na Igreja parecem mais longas do que quando assistimos um filme?
Não é engraçado como não achamos as palavras quando oramos,mas elas estão sempre na ponta da língua para conversarmos com um amigo?
Não é engraçado como ficamos empolgados quando um jogo vai para a prorrogação, mas reclamamos quando o sermão dura mais que o normal?
Não é engraçado acharmos cansativo ler um capítulo da Bíblia, mas é fácil ler 100 paginas do último romance de sucesso?
Não é engraçado como queremos sempre as cadeiras da frente no teatro ou num show, mas sempre sentamos no fundo da Igreja?
Não é engraçado como precisamos de 2 ou 3 semanas de antecedência para agendar um compromisso na Igreja, mas para outros programas estamos sempre disponíveis?
Não é engraçado como temos dificuldade de aprender a evangelizar, e como é fácil aprender e contar a fofoca?
Não é engraçado como acreditamos nos jornais, mas questionamos a Bíblia?
Não é engraçado como todo mundo quer ir para o céu desde que não tenha que acreditar, dizer ou fazer nada?
Não é engraçado como mandamos milhares de piadas pelo e-mail que se espalham como um incêndio, mas quando mandamos mensagens sobre o Senhor não reenviamos para ninguém?
Não é engraçado termos que nomear esse e-mail como se fosse piada pra ver se alguém termina de ler?
NÃO É ENGRAÇADO? Você está rindo ou está pensando? Não é engraçado que quando você for enviar esta mensagem você vai excluir um monte de gente que você acha que não acredita em nada? É engraçado? Não...Não é nada Engraçado. É muito triste.
Pense nisto.
Se não gostou, apenas apague. Porque mesmo q vc não repasse esse e-mail o Nosso Deus vai continuar te amando do mesmo jeito....

QUEM FOI JESUS???

Aos 33 anos Jesus foi condenado a morte...
A ''pior'' morte da época.
Somente os piores criminosos da época morreram como Jesus morreu.
E com Jesus ainda foi pior porque nem todos os criminosos naquela punição receberam cravos nos membros....
Sim... Foram cravos e não pregos...
Cada um deveria ter cerca de 15 a 20 cm, com uma ponta com 6 cm e a outra ponta pontiaguda.
Eles eram enfiados nos pulsos e não nas mãos como é dito...
No pulso, há um tendão que vai ate o nosso ombro..
Quando os cravos foram enfiados esse tendão se rompeu sendo que Jesus era obrigado a forçar todos os músculos de suas costas para não ter os seus pulsos rasgados.
Sendo assim, não podia forçar tanto tempo porque perdia todo o ar de seus pulmões.
Desta forma, era obrigado a se apoiar no cravo enfiado em seus pés, que por sua vez era maior que os das mãos porque eram pregados os dois pés juntos.

Já que seus pés não agüentariam por muito tempo, senão rasgariam também, Jesus era obrigado a alternar este ''ciclo'' simplesmente para conseguir respirar.
Jesus agüentou esta situação por um pouco mais de 3 horas.
Sim, mais de 3 horas...
Muita coisa não???
Alguns minutos antes de morrer Jesus não sangrava mais.
Simplesmente saia água de seus cortes e machucados.
Quando imaginamos machucados, imaginamos simples feridas, mas não, os dele eram verdadeiros buracos, buracos feitos em seu corpo...
Ele não tinha mais sangue para sangrar.
Portanto, saía água.
Um corpo humano e composto de aproximadamente 3,5 litros de sangue (um adulto).
Jesus derramou 3,5 litros de sangue, teve três cravos enormes enfiados nos membros, uma coroa de espinhos enfiados na cabeça e também teve um soldado romano que enfiou uma lança em seu tórax, sem falar de toda a humilhação em que passou, após ter carregado a sua própria cruz por cerca de dois quilômetros, com pessoas cuspindo em seu rosto e atirando pedras em seu corpo (a cruz pesava cerca de 30 kilos... (só a parte em que lhe foram pregadas as mãos).
Isso tudo para que você tivesse um livre acesso a Deus... para que você tivesse todos o seus pecados "lavados"...
Todos eles, sem exceção!
Não ignore essa situação... ELE MORREU POR VOCÊ..
Você mesmo, que está lendo este e-mail...
Não fique achando que ele morreu pelo outros, por só aqueles que vão a alguma igreja ou por aqueles monges, padres, pastores, bispos, etc...
Sim, Ele morreu por você também.
É muito fácil passar uma piada, fotos com besteiras, pornografia por e-mail, mas quando é alguma coisa relacionada a Deus você fica com vergonha de passar para os outros porque acha que eles podem pensar que você é quadrado, careta ou que você é um fanático...
Aceite a realidade, a verdade de que JESUS É A ÚNICA SALVAÇÃO PARA O MUNDO.
Se esta mensagem te incomodou de alguma forma e você acredita que Deus tem planos pra você, então mostre a todos que você acredita em tudo isso e mande para quem conheça , mostrando tudo o que ele passou unicamente para mostrar a Salvação.
Pense nisso agora!!!
Deus abençoe nossas vidas!!!

Sexta-feira, Janeiro 23, 2004

É assim que se faz durar o amor...

Uma mãe e a sua filha estavam a caminhar pela praia.

Num certo ponto, a menina perguntou:

-" Como se faz para manter um amor ? "

A mãe olhou para a filha e respondeu:

-" Pega num pouco de areia e fecha a mão com força..."

A menina assim fez e reparou que quanto mais forte apertava a areia com a mão com mais velocidade a areia se escapava.

-" Mamãe, mas assim a areia cai !!! "

-" Eu sei, agora abre completamente a mão..."

A menina assim fez mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão.

- " Assim também não consigo mantê-la na minha mão!"

A mãe, sempre a sorrir disse-lhe:

-" Agora pega outra vez num pouco de areia e deixe-a na mão semi-aberta como se fosse uma colher... bastante fechada para protegê-la e bastante aberta para lhe dar liberdade."

A menina experimenta e vê que a areia não se escapa da mão e está protegida do vento.

-" É assim que se faz durar um amor..."

A IMPONTUALIDADE DO AMOR

Por : Marta Medeiros

Você está sozinho. Você e a torcida do Flamengo. Em frente a tevê, devora dois pacotes de Doritos enquanto espera o telefone tocar. Bem que podia ser hoje, bem que podia ser agora, um amor novinho em folha.

Trimmm! É sua mãe, quem mais poderia ser? Amor nenhum faz chamadas por telepatia. Amor não atende com hora marcada. Ele pode chegar antes do esperado e encontrar você numa fase galinha, sem disposição para relacionamentos sérios. Ele passa batido e você nem aí. Ou pode chegar tarde demais e encontrar você desiludido da vida, desconfiado, cheio de olheiras. O amor dá meia-volta, volver. Por que o amor nunca chega na hora certa?

Agora, por exemplo, que você está de banho tomado e camisa jeans. Agora que você está empregado, lavou o carro e está com grana para um cinema. Agora que você pintou o apartamento, ganhou um porta-retrato e começou a gostar de jazz. Agora que você está com o coração às moscas e morrendo de frio.

O amor aparece quando menos se espera e de onde menos se imagina. Você passa uma festa inteira hipnotizado por alguém que nem lhe enxerga, e mal repara em outro alguém que só tem olhos pra você. Ou então fica arrasado porque não foi pra praia no final de semana. Toda a sua turma está lá, azarando-se uns aos outros. Sentindo-se um ET perdido na cidade grande, você busca refúgio numa locadora de vídeo, sem prever que ali mesmo, na locadora, irá encontrar a pessoa que dará sentido a sua vida. O amor é que nem tesourinha de unhas, nunca está onde a gente pensa.

O jeito é direcionar o radar para norte, sul, leste e oeste. Seu amor pode estar no corredor de um supermercado, pode estar impaciente na fila de um banco, pode estar pechinchando numa livraria, pode estar cantarolando sozinho dentro de um carro. Pode estar aqui mesmo, no computador, dando o maior mole. O amor está em todos os lugares, você que não procura direito.

A primeira lição está dada: o amor é onipresente. Agora a segunda: mas é imprevisível. Jamais espere ouvir "eu te amo" num jantar à luz de velas, no dia dos namorados. Ou receber flores logo após a primeira transa. O amor odeia clichês. Você vai ouvir "eu te amo" numa terça-feira, às quatro da tarde, depois de uma discussão, e as flores vão chegar no dia que você tirar carteira de motorista, depois de aprovado no teste de baliza. Idealizar é sofrer. Amar é surpreender.

TIRE-O DA CABEÇA

Por: Danielle Araújo

Você estava apaixonada (o) por alguém e levou um fora. Acontece mais do que acidente de avião, desastre com romeiros e incêndio na floresta. Corações partidos é o grande drama nacional. O que fazer? Ainda não lançaram um manual de auto-ajuda que consiga eliminar nossa fossa, e dos amigos só podemos esperar uma frase, repetida à exaustão: tire esse cara da cabeça. Parece fácil. Mas alguém aí me diga: como é que se tira alguém de um lugar tão cheio de mistérios?

Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não. É tarefa da nossa cabecinha, que aliás é nossa em termos: tem alguma coisa lá dentro que age por conta própria, sem dar satisfação. Quem dera um esforço de conscientização resolvesse o assunto: não gosto mais dele, não quero mais saber daquele prepotente, desapareça, um, dois e já!

Parece que funcionou. Você sai na rua para testar. Sim, você conseguiu: olhou vitrines, comeu um sorvete e folheou duas revistas sem derramar uma única lágrima. Até que começa a tocar uma música no rádio e desanda a maionese. Você não tirou coisa alguma da cabeça, ele ainda está lá, cantando baixinho pra você.

Táticas. Não ficar em casa, pensando. Descole uma festa e produza-se. Você bem que tenta, mas nada sai como o planejado. Os casais que se beijam ao seu lado são como socos no estômago. Você se sente uma retardada na pista de dança. Um carinha puxa papo com você e tudo o que ele diz é chato. Você não suporta ninguém. Chamem o EccoSalva.

Livros. Um ótimo hábito, mas em vez de abstrair, você acha que tudo o que o escritor escreve é para você em particular, tudo tem semelhança com o que você está vivendo, mesmo que você esteja lendo sobre a erupção do Vesúvio que soterrou Pompéia.

Viajar. Quem vai na bagagem? Ele. Você fica olhando a paisagem pela janela do ônibus e só no que pensa é onde ele estará agora, sem notar que ele está ali mesmo, preso na sua mente.

Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. Com fórceps é que a criatura não sai.

Acreditem, uma hora você ACORDA e percebe que já passou.

Quinta-feira, Janeiro 22, 2004

Reconheça Alguém Apaixonado Pelo Que Faz

Se existe alguma coisa comum a todas as pessoas de sucesso é a paixão pelo que fazem. É essa paixão que dá às pessoas a energia necessária para suportar contratempos, ter persistência e a dedicação necessária para alcançar um objetivo, mesmo quando todos à sua volta parecem desistir ou não acreditar.

Podemos sentir a diferença de energia, motivação e atitude na produtividade e no comportamento das pessoas apaixonadas. Elas contagiam todos à sua volta com sua energia e vibração.

Aqui estão 15 características comuns a todas as pessoas apaixonadas pelo seu trabalho. Veja em quantas delas você se encaixa.

Pessoas apaixonadas pelo seu trabalho:
Estudam o assunto continuamente.
Sentem prazer no desafio de melhorar constantemente.
Procuram formas inovadoras e criativas de fazer seu trabalho.
Têm orgulho de fazer o que fazem.
Estabelecem metas e têm orgulho em alcançá-las.
São persistentes.
Repartem o seu conhecimento.
Defendem a instituição que representam.
Não têm preguiça. Estão sempre disponíveis.
Tem compromisso com o resultado.
Trabalham muito mais do que a média.
Vendem suas idéias a todo instante.
Querem que seu trabalho contribua para melhorar a vida das pessoas.
Criam outros apaixonados dentro da empresa.
Tem o 'olho do tigre', um brilho especial nos olhos que só os apaixonados têm.

E você: está apaixonado?

Obs: Recebi esta mensagem de um amigo que é Presidente da Herbalife.

Quarta-feira, Janeiro 21, 2004

ENTENDA O FRACASSO

O fracasso é um possível resultado de uma tentativa. Demérito é não tentar o certo.

O único fracasso definitivo é desistir de tentar. Errando também se aprende.

As pessoas de sucesso não são as que não fracassam, mas os que aceitam o fracasso e continuam tentando, pois não se deixam derrotar.

O fracasso oferece a oportunidade de começar de novo de outra maneira e com novos meios.

O homem só fracassa quando perde a coragem, o caráter, a auto-estima e a autoconfiança.

Não existe erro maior que, por medo de cometer um, nada fazer.

O homem que luta, mesmo que falhe, merece respeito e admiração.

Não precisa vencer sempre para ser vitorioso. Basta continuar lutando: pelo menos servirá de exemplo.

O homem de sucesso e aquele que sabe tirar proveito das falhas e aprimorar-se para acertar.

Quem dá o melhor de si já venceu, independente do resultado.

Não há homem de sucesso que não tenha estado um dia à beira do fracasso.

O homem pode ser grande ou medíocre: depende de como ele vê e reage ao fracasso.

Transforme um eventual fracasso em pedestal para buscar outro sucesso.

O pior não é ter problemas e sim não saber administrá-los.

Se fez todas as tentativas para conseguir, sinta-se vitorioso.

O suor e as lágrimas são o tempero da vitória.

Mais importante que receber recompensas é merecê-las.

Aceite-se como humano: infalível, mesmo, só Deus.

O insucesso não é fracasso quando se luta para vencer e para fazer o bem.

Se não conseguiu a vitória pretendida, valeu o esforço para conseguí-la.

Mais vale o suor e o respirar ofegante de quem lutou até o limite do que o perfume e o sossego de quem nada fez.

Tenha Objetivos Construtivos

Os objetivos, verdadeiros, têm prazos determinados. Os outros são simples "desejos". Desejar o sucesso sem fixar prazo ou tempo-limite não faz a pessoa cumprir com a sua parte e, por isso mesmo, não adquire o "direito" ao sucesso.

Querer coisas importantes e duradouras, mesmo que a conquista seja precedida de derrotas, é mais nobre que se alinhar à multidão conformada com a mediocridade e que não tem vitórias a comemorar.

Os objetivos não se auto-realizam. É preciso que a pessoa os dirija e os faça acontecer. Devem ser produzidos e realinhados dia-a-dia.

O sucesso é fruto da constância de propósitos. Nenhuma grande vitória se consolida se não for precedida de longa luta.

O sucesso e a felicidade dependem de uma só coisa: nunca viver sem um grande objetivo.

Não inveje os que contemplam grandes horizontes. Faça como eles: escale a montanha.

Se não souber para onde vai, você poderá perder o horizonte quando lá chegar.

Antes de seguir um líder, saiba se ele está no caminho certo.

Não invista tempo e energias em nada que não tenha sentido ou que não agregue valor à vida.

É mais fácil lembrar o passado que imaginar e preparar o futuro, mas se você não o fizer nunca terá sucesso pessoal.

Não basta progredir. É preciso estar no caminho certo.

Se você tiver a cabeça e o coração no caminho certo, não terá que se preocupar com os pés.

O importante é ser o melhor e não o maior.

Enfrentando grandes desafios, até o fracasso enobrece, pois houve luta para superar.

Não falhar por não ousar é ser fraco e omisso. A omissão pode ser muito mais grave que a ausência de êxito após a luta. O "não feito" tem conseqüências em cadeia, que são imprevisíveis.

Ter "propósitos" e não "desejos": é isso que diferencia as grandes mentes.

O homem confiável não é aquele que sempre foi bom, mas o que decidiu ser melhor.

Não é a pessoa que não atinge seus objetivos que falha, mas aquela que os tem muito medíocres.

Não basta ser bom. É preciso sê-lo para alguma coisa. Tudo o que se faz deve ter sentido ou destino determinado.

Os objetivos não motivam apenas a pessoa, eles a mantém viva.

Só abre caminhos a pessoa que sabe para onde está indo.

A razão de muitos fracassos está na falta de objetivos.

Para conquistar o mundo é preciso acreditar nessa possibilidade e agir.

A pessoa que caminha na direção certa pode estar segura de alcançar seu destino.

O maior mal não está em ter grandes objetivos e não alcança-los, mas em ter objetivos apenas medíocres.

A Caixinha

Há um tempo atrás, um homem castigou sua filhinha de 3 anos por desperdiçar um rolo de papel de presente dourado. O dinheiro andava escasso naqueles dias, razão pela qual o homem ficou furioso ao ver a menina envolvendo uma caixinha com aquele papel dourado e colocá-la debaixo da árvore de Natal.

Apesar de tudo, na manhã seguinte, a menininha levou o presente ao seu pai e disse:

- Isto é para você, paizinho!

Ele sentiu-se envergonhado da sua furiosa reação, mas voltou a "explodir" quando viu que a caixa estava vazia. Gritou, dizendo:

- Você não sabe que quando se dá um presente a alguém, a gente coloca alguma coisa dentro da caixa?

A pequena menina olhou para cima, com lágrimas nos olhos, e disse:

- Oh, Paizinho, não está vazia. Eu soprei beijos dentro da caixinha. Todos para você.

O pai quase morreu de vergonha, abraçou a menina e suplicou que ela o perdoasse. Dizem que o homem guardou a caixa dourada ao lado de sua cama por anos e sempre que se sentia triste, chateado, deprimido, ele tomava da caixa um beijo imaginário e recordava o amor que sua filha havia posto ali.

De uma forma simples, mas sensível, cada um de nós humanos temos recebido uma caixinha dourada, cheia de amor incondicional e beijos de nossos pais, filhos, irmãos e amigos.

Ninguém poderá ter uma propriedade ou posse mais bonita e importante que esta.

As Sete Maravilhas do Mundo

Um grupo de estudantes estudava as sete maravilhas do mundo. No final da aula, foi pedido aos estudantes que fizessem uma lista do que consideravam as sete maravilhas. Embora houvesse algum desacordo, começaram os votos:

O Taj Mahal
A Muralha da China
O Canal do Panamá
As pirâmides do Egito
O Grand Canyon
O Empire State Building
A Basília de S. Pedro

Ao recolher os votos, o professor notou uma estudante muito quieta.

A menina, não tinha virado sua folha ainda.

O professor então perguntou a ela se tinha problemas com sua lista.

A menina quieta respondeu:

- Sim, um pouco. Eu não consigo fazer a lista, porque são muitos.

O professor disse:

- Bem, diga-nos o que você já tem e talvez nós possamos ajudá-la.

A menina hesitou, então leu:

- Eu penso que as sete maravilhas do mundo sejam:

1 - Ver
2 - Ouvir
3 - Tocar
2 - Provar
5 - Sentir
6 - Rir
7 - E Amar ...

A sala então ficou completamente em silêncio.

Intenção, intuição e sincronicidade

Muitos de nós já devem ter percebido que, em certos momentos de nossas vidas, algum acontecimento ocorreu no local certo, no momento certo. Pode ter sido o encontro para o início de um grande amor, a pessoa que o indicou para seu atual trabalho ou o livro que você ganhou de presente que o fez refletir sobre sua vida. Porém, se refletirmos com mais profundidade, nos conscientizaremos que absolutamente tudo que aconteceu em nossa vida e todas as escolhas que fizemos no passado são responsáveis pela nossa atual situação.

De acordo com psicanalista Carl Gustav Jung, criador do termo sincronicidade, esta energia está presente em toda nossa vida, porém é preciso ter consciência sobre ela para que se manifeste a nosso favor, e assim, possamos fazer a melhor escolha.

Somos capazes de perceber a sincronicidade quando colocamos a nossa intenção em tudo o que fazemos. Aumentamos ainda mais a sua percepção quando expandimos nossa consciência e entramos num estado de tranqüilidade, de paz interior e de receptividade. Manter um pensamento positivo e estar bem consigo mesmo são essenciais para manifestar sincronicidades favoráveis à nossa evolução.

A intenção é importante porque é nossa energia interior de vontade. É ela a responsável pelas nossas ações construtivas. Ela também atua num campo mais sutil criando sincronicidades em nossas vidas.

Já a intuição é nossa capacidade de perceber e sentir o que é certo para nós. É a voz do coração. É a sensação de que tal caminho é melhor que o outro em determinada situação.

A nossa intenção, juntamente com nossa intuição, são capazes de propiciar sincronicidades cada vez mais perceptíveis e favoráveis em nosso dia-a-dia. Um ótimo exemplo de sincronicidade é o próprio fato de você estar lendo este artigo agora. Pode ser que você não tenha tido consciência até agora de como chegou até aqui, mas com certeza a sua energia da intenção de evoluir e a sua própria intuição fizeram com que neste momento você se encontre aqui.

Espero que você possa, a partir de hoje, prestar mais atenção em sua vida e nas coisas que acontecem ao seu redor, mantendo firme a intenção no seu crescimento e desenvolvimento pessoal como um todo.

Autor: Saulo Fong -

Os Estagios da Bebedeira
  1. Estagio
    Voce comeca a beber, aquilo desce gostoso, provocando alguma lacrimejacao e sorriso facil. Fica sociavel e alegre. Conta algumas piadinhas pra "relaxar o ambiente"

  2. Estagio
    Com mais alguns goles, se torna o cara mais inteligente do local, domina praticamente todos os assuntos, e discute como se fosse o rei da cocada preta "... Conhece tudo.

  3. Estagio
    Esse e o estagio Allain Delon. Voce comeca a se achar o cara mais lindo e gostoso do lugar. Todas as minas comecam a dar bola!! Ate mesmo as que nao olham, pois estas so estao fazendo charme pra chamar sua atencao, estao "dando uma de dificil"!

  4. Estagio
    Alguma coisa diferente comeca a acontecer com as pessoas do sexo feminino. Comecam a ficar mais bonitas e chamativas. E incrivel... Todas ficam lindas!!! Rugas, espinhas e quilos a mais somem, grau de parentesco, bafo, chatice, vai tudo por agua abaixo...

  5. Estagio
    Estagio Myke Tyson. Apos perceber que voce se tornou o bonitao do local, e necessario demarcar o territorio de atuacao. E quando voce se torna o cara mais forte do mundo, bate em todos e ninguem pode com voce! Em boates da ombradas de proposito e bate cinza la de cima do camarote na cabeca dos outros....

  6. Estagio
    Voce se torna o cara mais rico do mundo. Comeca a pagar bebida pra todo mundo, afinal de contas todos viram seu amigo, e voce comeca marcar festas e churrascos na sua casa, e uma bondade so.

  7. Estagio
    Estagio homem-invisivel. Esse e o pior de todos. Voce faz um monte de burradas e acha que ninguem ta vendo nada. Derruba copo, quebra garrafa, faz xixi fora da privada de proposito, fica pendurado em todo mundo, conta so piada chata, faz forca pra ficar em pe quando ja nao caiu,olha pra bunda da namorada do seu amigo, mexe com a cunhada, elogia a sogra, comeca a imitar bicha e assim vai.

  8. Estagio
    Estagio Amnesia. Apos dormir mais de 12 horas nem lembra o que fez no dia anterior (ou finge nao lembrar), e dependendo do comentario geral da galera, jura que nem saiu de casa...

12 COISAS QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE REENVIAR UM E-MAIL
  1. Grandes empresas não operam através de correspondências do tipo "corrente". Bill Gates não está te oferecendo $1000 e a Disney não está te dando férias grátis. Não existe uma companhia de alimentos infantis que está enviando cheques. A Procter and Gamble não faz parte de cultos satânicos e o seu logotipo também não é satânico. A MTV não lhe dará o direito de ficar nos bastidores se você remeter correspondências para um monte de pessoas. Fique tranqüilo; não há necessidade de mandar em frente estes casos "que são verdadeiros". Além disso, só porque alguém disse em uma mensagem, quatro degraus anteriores da pirâmide, que "nós checamos e isto é verdadeiro", não quer dizer que seja verdade.

  2. Não existe uma organização de seqüestradores de crianças em New Orleans. Ninguém está acordando numa banheira cheia de gelo para que seus órgãos sejam retirados, mesmo se um amigo de um amigo jurar que isto aconteceu ao primo dele. Se você é daqueles que acredita em histórias de organizações que seqüestram crianças, por favor veja: http://urbanlegends.tqn.com/library/weekly/aa062997.html E eu cito: "A National Kidney Foundation tem divulgado repetidamente pedidos para que as vítimas de ladrões de órgãos venham a público e que contem suas histórias. Ninguém fez isto. Não existe nada, como no zero. Nem mesmo o primo do seu amigo.

  3. A rede de fast food americana Neiman Marcus não vende a receita de seus famosos biscoitos por $200. E se acaso o fizesse, nós todos a teríamos. Mas, mesmo não querendo a receita pode pegar uma cópia em: Só então, se você tiver usado a receita e achado que os biscoitos são ótimos, fique à vontade para repassá-la.

  4. Se o(s) último(s) desastre(s) de foguete da NASA espalharam partículas de plutônio na atmosfera, você acha REALMENTE que esta informação chegaria ao público através de uma cadeia de email pela AOL?

  5. Não existe o vírus "Good Times". Na verdade, você nunca, mas nunca mesmo, deve reenviar qualquer email alertando sobre vírus antes de primeiro confirmar a informação em um site confiável de uma companhia real. Tente em: http://www.norton.com/ E mesmo assim, não passe adiante. Nós não nos importamos. E você não pega um vírus de um simples email, a não ser que você tenha feito o download de um ARQUIVO e executado o dito-cujo!

  6. Não existe nenhum grupo de conspiradores matando motoristas que pisquem faróis para carros vindo na direção contrária com seus respectivos faróis apagados.

  7. Se você está usando Outlook, Internet Explorer ou Netscape para escrever um email, desabilite o recurso "HTML encoding" Aqueles que usam Unix não poderão ler a mensagem e não estão interessados em salvar um attachment para depois vê-lo com um web browser, mesmo porque provavelmente será aquela ridícula receita dos biscoitos da Neiman Marcus.

  8. Se você estiver realmente pensando em passar adiante aquela mensagem que já está no décimo degrau da pirâmide (ou na décima geração) para um amigo, pelo menos tenha a decência de cortar os 8 quilômetros de cabeçalhos de todo mundo que a recebeu nos últimos 6 meses. Você não vai ficar aleijado se retirar todos os "" que iniciam. Além disso, se a mensagem já estiver rodando há muito tempo, é provável que ele já a tenha recebido. Além disso, o monte de endereços que vem pendurados na mensagem servem pra quem quer manter malas diretas de propagandas indesejáveis... Portanto, não remeta mensagens com outros endereços juntos.

  9. Craig Shergold (ou Sherwood, ou Sherman, ou qualquer coisa assim) na Inglaterra não está morrendo de câncer ou de qualquer outra coisa neste momento e ele ficaria eternamente agradecido se todo mundo parasse de lhe enviar cartões de visitas. Parece até que ele já deixou de ser um garotinho há bastante tempo.

  10. A fundação "Make a Wish" (Faça um Pedido) é uma organização real que faz um belo trabalho, mas eles tiveram de criar um serviço especial de 0800 para responder os inúmeros hoaxes de Internet que usavam o seu nome e a sua reputação. É um desrespeito ao trabalho tão importante que a entidade faz.

  11. Se você é um daqueles tontos insensíveis que reenviam tudo que "promete" que alguma coisa de ruim vai acontecer se você "quebrar a corrente", eu te garanto que isto vai acontecer sim, caso eu te encontre em uma rua mal iluminada.

  12. Existem mulheres que estão realmente sofrendo no Afeganistão e as finanças do PBS e do NEA estão vulneráveis a um ataque (embora não atualmente) mas reenviar um e-mail não vai ajudar esta causa de jeito nenhum. Se você quiser, entre em contato com o seu representante no legislativo ou com a Anistia Internacional ou com a Cruz Vermelha. Como regra geral, emails "abaixo assinados" geralmente são falsos e não significam nada para quaisquer pessoas que tenham algum poder para fazer alguma coisa sobre o que está sendo denunciado.

(P.S.: Não existe nenhum projeto para ser votado no Congresso que permita às companhias telefônicas de chamadas à distância cobrarem uma taxa a mais de você pelo uso da Internet.)

Por fim, escrever e-mail ou enviar qualquer coisa pela Net é tão fácil quanto rabiscar os muros de um banheiro público. Não acredite automaticamente em tudo que circula pela internet até que seja provada sua falsidade... Aliás, assuma que é falso até que seja provado que é de verdade.

A Consulta

Um casal que está deseperadamente tentando ter um filho. Já consultaram todos os médicos, fizeram todos os exames, tentaram todos os métodos... Em vão. Até o dia em que ouvem falar de um super professor americano que consegue milagres. Eles compram uma passagem para os Estados Unidos e vão consultar com o professor. Como eles não falam inglês e nem o professor fala português, este dá a entender por gestos que ele quer que eles pratiquem sexo para que ele possa diagnosticar. Inicialmente sem jeito, o casal começa a "trabahar". O professor os examina sob todos os ângulos, e depois de um tempo manda-os parar. Ele vai até a mesa dele e escreve uma receita.

Super feliz, o casal volta para casa. Assim que chega, o marido vai à farmácia e pergunta:
- "O senhor tem Triteoterol?"
O farmacêutico responde:
- "Triteoterol?... Triteoterol?... Não conheço. O senhor tem a receita?"
O sujeito dá a receita ao farmacêutico. Esse lê e responde:
- "O senhor leu errado. Está escrito "Try the Other Hole" (Tente o Outro Buraco)!

Teorias

Não bebo água....os peixes transam nela!

Se você está triste, eu fico triste.....
Se você está alegre, eu fico alegre.....
Por favor, fique rico.....

Quando é hora de bebe, nois bebe.....
Quando é hora de come, nois come.....
Quando é hora de trepa, nois trepa.....
Quando é hora de trabaia.....
...aí nois dorme, porque ninguém é de ferro!

Uma vez confundi sexo com amor.....foi ótimo!

Você já cheirou Coca? ... Tem o mesmo cheiro da Pepsi!

Sexo!?!! Tô fora...tô dentro... tô fora... tô dentro.....

Ecologia é coisa de veado...é de macaco, de leão, de passarinho.....

Sou a favor da ecologia.....mas adoro afogar o ganso!

Quando a galinha é boa...o pinto cresce!

Se for para morrer de batida...que seja de limão!

Nunca tive problema com drogas...só com a polícia!

Cheiro branca...preta, loira, e mulata!

Dinheiro não traz Felicidade...então me dê o seu e seja feliz!

Agora vou votar nas putas...cansei de votar nos filhos dela!

Se eu estiver bêbado e você for bonita....aproveite-se de mim.....

Sexo quando é bom, é otimo...quando é ruim, mesmo assim é bom!

Sogra é como cerveja...só é boa gelada em cima da mesa!

CERVEJA como são as coisas....Você nâo me CONHAQUE, não sabe de onde eu VINHO..Por isso não me CAMPARI com qualquer RUM...Saiba que eu fugi da SKOLa e cai na BOHEMIA...Vê se nâo me emBRAHMA e traz logo uma ANTARTICA...Se MALT pergunto, por aKAISER você fuma?

Seu namorado não faz Direito?....Eu faço!

A questao não é fazer Direito...É fazer gostoso!

Prefiro ser um bêbado conhecido...do que um alcóolatra anônimo!

Jesus te ama....mas aqui todo mundo te acha um babaca!

Existem pessoas que só pensam em: Dinheiro, Sexo, e Bebida.....Eu sou uma delas!

Não abro mão da minha mulher....e nem da sua!

Não sou o que você pensa...mas tenho o que você gosta.

Mulher de amigo meu é igual a cebola....Eu choro mas como.

O sonho de uma criança

Dizem que o ser humano é motivado pelos seus sonhos. Entretanto, ao decorrer da vida, nossos sonhos vão sendo podados e esquecidos muitas vezes por pessoas que já engavetaram os seus próprios com frases como: ?Isso não dá dinheiro !? ou ?Isso não será bom para você !?. Provavelmente, muitos de nós, senão todos, já ouvimos ?conselhos? desse tipo e, às vezes, nos pegamos prestes a dizer algo parecido à alguém. Uma pergunta que fica no ar é a de como alguém pode ter tanta certeza do que é bom ou não para uma outra pessoa?

Essa atitude, como quase todas as outras, teve sua origem em nossa infância, período o qual recebemos muitas frases negativas, algumas com o intuito de proteger nossa integridade física, e outras que acabam por destruir muitos de nossos sonhos. Quando conversamos com as crianças, devemos pensar muito bem em tudo o que falamos. Nossas palavras tem um grande poder sobre elas. Nós temos o poder de ajudá-las a construir seus sonhos ou de destruí-los. Infelizmente, a grande maioria desmotiva-os mesmo sem ter consciência.

Da próxima vez que encontrar uma criança, pergunte-a o que ela gostaria de fazer quando crescer. Elogie-a por tal sonho e pergunte a razão pela escolha. Faça-a refletir e descobrir o seu verdadeiro motivo para tal meta. Se não for realmente o que ela quer, ela mesmo irá descobrir um novo sonho. Não cabe a nós escolher ou impor nossos próprios desejos sobre elas. Às vezes, o sonho de uma criança é motivado pelas pessoas mais próximas, outras vezes pelo que ela vê na televisão, mas o legítimo é aquele que vem de seu interior. Ensinar uma criança que devemos sempre almejar um sonho, não importando qual idade que tenhamos é algo que ela levará para a vida inteira. Caso alguma vez fique desorientada ou sem rumo, poderá buscar dentro de si o seu verdadeiro motivo para viver.

O verdadeiro sonho não é aquele que vem pelo desejo de poder ou fama de nosso ego, mas aquele que vem do nosso âmago motivado apenas pela essência de nosso amor e felicidade.

Autor: Saulo Fong

Acredite de Quiser!!!

Os anjos existem...
Mas algumas vezes não possuem asas e passamos a
chamá-los de amigos como você.
Passe para todos os seus amigos de verdade...
Algo bom vai te acontecer
hoje às 11h11 da noite. Isto não é uma
brincadeira - alguém vai te telefonar ou
falar contigo e dizer que te adora (ou que te
ama). Não quebres esta
corrente.Mande isto para sete pessoas no mínimo...

Se fosse sua filha... o que vc faria???

Título: A Carta da Filha

A mãe entra no quarto da filha e vê um bilhete em cima da cama.
Ela vai até lá, ja temendo o pior, e começa ler o seguinte:
Cara Mamãe,É com grande pesar que lhe informo que eu estou fugindo com meu novo namorado, Juan. Estou apaixonada por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles piercings, tatuagens e aquela super moto Halley Davidson que tem.
Mas não é só por isso: eu também estou grávida de gêmeos e Juan dise que nós vamos ser muito felizes no seu trailler. E que ele quer ter mais filhos comigo, e isso foi tudo que eu sempre quis para mim. Aprendi com ele que maconha é ótimo, é uma coisa natural que não faz mal pra ninguém, e ele garante que no nosso pequeno lar não vai faltar marijuana. Juan acha que eu,
nossos filhos e os seus colegas da gangue vamos viver em perfeita harmonia.
Não se preocupe mamãe, eu já sou mocinha, tenho 15 anos e sei muito bem me cuidar. Um dia eu volto para que a senhora conheça os meus filhinhos.
Um grande abraço e até algum dia.
De sua filha, Judite.

PS: Mãe, não se assuste. É tudo mentira e estou na casa da Mariana, nossa vizinha. Só queria mostrar pra senhora que existem coisas piores que as notas vermelhas do meu boletim, que está na primeira gaveta.

Obs: Eu MATARIA!!! Com muito carinho, é claro!

Relacionando com pessoas com deficiências

Faça isso e você verá o quanto é importante e enriquecedor aprendermos a conviver com a diversidade!

Muitas pessoas não deficientes ficam confusas quando encontram uma pessoa com deficiência. Isso é natural. Todos nós podemos nos sentir desconfortáveis diante do "diferente".

Esse desconforto diminui e pode até mesmo desaparecer quando existem muitas oportunidades de convivência entre pessoas deficientes e não-deficientes.

Não faça de conta que a deficiência não existe. Se você se relacionar com uma pessoa deficiente como se ela não tivesse uma deficiência, você vai estar ignorando uma característica muito importante dela. Dessa forma, você não estará se relacionando com ela, mas com outra pessoa, uma que você inventou, que não é real.

Aceite a deficiência. Ela existe e você precisa levá-la na sua devida consideração. Não subestime as possibilidades, nem superestime as dificuldades e vice-versa.

As pessoas com deficiência têm o direito, podem e querem tomar suas próprias decisões e assumir a responsabilidade por suas escolhas.

Ter uma deficiência não faz com que uma pessoa seja melhor ou pior do que uma pessoa não deficiente.

Provavelmente, por causa da deficiência, essa pessoa pode ter dificuldade para realizar algumas atividades e, por outro lado, poderá ter extrema habilidade para fazer outras coisas. Exatamente como todo mundo.

A maioria das pessoas com deficiência não se importa de responder perguntas, principalmente aquelas feitas por crianças, a respeito da sua deficiência e como ela realiza algumas tarefas. Mas, se você não tem muita intimidade com a pessoa, evite fazer muitas perguntas muito íntimas.

Quando quiser alguma informação de uma pessoa deficiente, dirija-se diretamente a ela e não a seus acompanhantes ou intérpretes.

Sempre que quiser ajudar, ofereça ajuda. Sempre espere sua oferta ser aceita, antes de ajudar. Sempre pergunte a forma mais adequada para fazê-lo.

Mas não se ofenda se seu oferecimento for recusado. Pois, nem sempre, as pessoas com deficiência precisam de auxílio. Às vezes, uma determinada atividade pode ser mais bem desenvolvida sem assistência.

Se você não se sentir confortável ou seguro para fazer alguma coisa solicitada por uma pessoa deficiente, sinta-se livre para recusar. Neste caso, seria conveniente procurar outra pessoa que possa ajudar.

As pessoas com deficiência são pessoas como você. Têm os mesmos direitos, os mesmos sentimentos, os mesmos receios, os mesmos sonhos.

Você não deve ter receio de fazer ou dizer alguma coisa errada. Aja com naturalidade e tudo vai dar certo.

Se ocorrer alguma situação embaraçosa, uma boa dose de delicadeza, sinceridade e bom humor nunca falham.


PESSOAS CEGAS OU COM DEFICIÊNCIA VISUAL

Nem sempre as pessoas cegas ou com deficiência visual precisam de ajuda, mas se encontrar alguma que pareça estar em dificuldades, identifique-se, faça-a perceber que você está falando com ela e ofereça seu auxílio. Nunca ajude sem perguntar antes como deve fazê-lo.

Caso sua ajuda como guia seja aceita, coloque a mão da pessoa no seu cotovelo dobrado. Ela irá acompanhar o movimento do seu corpo enquanto você vai andando.

É sempre bom você avisar, antecipadamente, a existência de degraus, pisos escorregadios, buracos e obstáculos em geral durante o trajeto.

Num corredor estreito, por onde só é possível passar uma pessoa, coloque o seu braço para trás, de modo que a pessoa cega possa continuar seguindo você.

Para ajudar uma pessoa cega a sentar-se, você deve guiá-la até a cadeira e colocar a mão dela sobre o encosto da cadeira, informando se esta tem braço ou não. Deixe que a pessoa sente-se sozinha.

Ao explicar direções para uma pessoa cega, seja o mais claro e específico possível, de preferência, indique as distâncias em metros ("uns vinte metros a sua frente").

Algumas pessoas, sem perceber, falam em tom de voz mais alto quando conversam com pessoas cegas. A menos que a pessoa tenha, também, uma deficiência auditiva que justifique isso, não faz nenhum sentido gritar. Fale em tom de voz normal.

Por mais tentador que seja acariciar um cão-guia, lembre-se de que esses cães têm a responsabilidade de guiar um dono que não enxerga. O cão nunca deve ser distraído do seu dever de guia.

As pessoas cegas ou com visão subnormal são como você, só que não enxergam. Trate-as com o mesmo respeito e consideração que você trata todas as pessoas.

No convívio social ou profissional, não exclua as pessoas com deficiência visual das atividades normais. Deixe que elas decidam como podem ou querem participar.

Proporcione às pessoas cegas ou com deficiência visual a mesma chance que você tem de ter sucesso ou de falhar.

Fique a vontade para usar palavras como "veja" e "olhe". As pessoas cegas às usam com naturalidade.

Quando for embora, avise sempre o deficiente visual.


PESSOAS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA

É importante saber que para uma pessoa sentada é incômodo ficar olhando para cima por muito tempo, portanto, ao conversar por mais tempo que alguns minutos com uma pessoa que usa cadeira de rodas, se for possível, lembre-se de sentar, para que você e ela fiquem com os olhos no mesmo nível.

A cadeira de rodas (assim como as bengalas e muletas) é parte do espaço corporal da pessoa, quase uma extensão do seu corpo. Agarrar ou apoiar-se na cadeira de rodas é como agarrar ou apoiar-se numa pessoa sentada numa cadeira comum. Isso muitas vezes é simpático, se vocês forem amigos, mas não deve ser feito se vocês não se conhecem.

Nunca movimente a cadeira de rodas sem antes pedir permissão para a pessoa.

Empurrar uma pessoa em cadeira de rodas não é como empurrar um carrinho de supermercado. Quando estiver empurrando uma pessoa sentada numa cadeira de rodas e parar para conversar com alguém, lembre-se de virar a cadeira de frente para que a pessoa também possa participar da conversa.

Ao empurrar uma pessoa em cadeira de rodas, faça-o com cuidado. Preste atenção para não bater nas pessoas que caminham à frente. Para subir degraus, incline a cadeira para trás para levantar as rodinhas da frente e apoiá-las sobre a elevação. Para descer um degrau, é mais seguro fazê-lo de marcha à ré, sempre apoiando para que a descida seja sem solavancos. Para subir ou descer mais de um degrau em seqüência, será melhor pedir a ajuda de mais uma pessoa.

Se você estiver acompanhando uma pessoa deficiente que anda devagar, com auxílio ou não de aparelhos ou bengalas, procure acompanhar o passo dela.

Mantenha as muletas ou bengalas sempre próximas à pessoa deficiente.

Se achar que ela está em dificuldades, ofereça ajuda e, caso seja aceita, pergunte como deve fazê-lo. As pessoas têm suas técnicas pessoais para subir escadas, por exemplo, e, às vezes, uma tentativa de ajuda inadequada pode até mesmo atrapalhar. Outras vezes, a ajuda é essencial. Pergunte e saberá como agir e não se ofenda se a ajuda for recusada.

Se você presenciar um tombo de uma pessoa com deficiência, ofereça ajuda imediatamente. Mas nunca ajude sem perguntar se e como deve fazê-lo.

Esteja atento para a existência de barreiras arquitetônicas quando for escolher uma casa, restaurante, teatro ou qualquer outro local que queira visitar com uma pessoa com deficiência física.

Pessoas com paralisia cerebral podem ter dificuldades para andar, podem fazer movimentos involuntários com pernas e braços e podem apresentar expressões estranhas no rosto. Não se intimide com isso. São pessoas comuns como você. Geralmente, têm inteligência normal ou, às vezes, até acima da média.

Se a pessoa tiver dificuldade na fala e você não compreender imediatamente o que ela está dizendo, peça para que repita. Pessoas com dificuldades desse tipo não se incomodam de repetir se necessário para que se façam entender.

Não se acanhe em usar palavras como "andar" e "correr". As pessoas com deficiência física empregam naturalmente essas mesmas palavras.

Quando você encontrar um Paralisado Cerebral, lembre-se que ele tem necessidades específicas, por causa de suas diferenças individuais. Para lidar com esta pessoa, temos as seguintes sugestões:
* É muito importante respeitar o ritmo do PC, usualmente ele é mais vagaroso no que faz, como andar, falar, pegar as coisas, etc.
* Tenha paciência ao ouvi-lo, a maioria tem dificuldade na fala. Há pessoas que confundem esta dificuldade e o ritmo lento com deficiência mental.
* Não trate o PC como uma criança ou incapaz.
* Lembre-se que o PC não é um portador de doença grave ou contagiosa, a paralisia cerebral é fruto da lesão cerebral, ocasionada antes, durante ou após o nascimento, causando desordem sobre os controles dos músculos do corpo. Portanto, não é doença e tampouco transmissível. É uma situação.

Trate a pessoa com deficiência com a mesma consideração e respeito que você usa com as demais pessoas.

PESSOAS SURDAS OU COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA

Não é correto dizer que alguém é surdo-mudo. Muitas pessoas surdas não falam porque não aprenderam a falar. Muitas fazem a leitura labial, outras não.

Quando quiser falar com uma pessoa surda, se ela não estiver prestando atenção em você, acene para ela ou toque, levemente, em seu braço.

Quando estiver conversando com uma pessoa surda, fale de maneira clara, pronunciando bem as palavras, mas não exagere. Use a sua velocidade normal, a não ser que lhe peçam para falar mais devagar.

Use um tom normal de voz, a não ser que lhe peçam para falar mais alto. Gritar nunca adianta.

Fale diretamente com a pessoa, não de lado ou atrás dela.

Faça com que a sua boca esteja bem visível. Gesticular ou segurar algo em frente à boca torna impossível a leitura labial. Usar bigode também atrapalha.

Quando falar com uma pessoa surda, tente ficar num lugar iluminado. Evite ficar contra a luz (de uma janela, por exemplo), pois isso dificulta ver o seu rosto.

Se você souber alguma linguagem de sinais, tente usá-la. Se a pessoa surda tiver dificuldade em entender, avisará. De modo geral, suas tentativas serão apreciadas e estimuladas.

Seja expressivo ao falar. Como as pessoas surdas não podem ouvir mudanças sutis de tom de voz que indicam sentimentos de alegria, tristeza, sarcasmo ou seriedade, as expressões faciais, os gestos e o movimento do seu corpo serão excelentes indicações do que você quer dizer.

Enquanto estiver conversando, mantenha sempre contato visual, se você desviar o olhar, a pessoa surda pode achar que a conversa terminou.

Nem sempre a pessoa surda tem uma boa dicção. Se tiver dificuldade para compreender o que ela está dizendo, não se acanhe em pedir para que repita. Geralmente, as pessoas surdas não se incomodam de repetir quantas vezes for preciso para que sejam entendidas.

Se for necessário, comunique-se através de bilhetes. O importante é se comunicar. O método não é tão importante.

Quando a pessoa surda estiver acompanhada de um intérprete, dirija-se à pessoa surda, não ao intérprete.

Algumas pessoas mudas preferem a comunicação escrita, algumas usam linguagem em código e outras preferem códigos próprios. Estes métodos podem ser lentos, requerem paciência e concentração. Talvez você tenha que se encarregar de grande parte da conversa.

Tente lembrar que a comunicação é importante. Você pode ir tentando com perguntas cuja resposta seja sim/não. Se possível ajude a pessoa muda a encontrar a palavra certa, assim ela não precisará de tanto esforço para passar sua mensagem. Mas não fique ansioso, pois isso pode atrapalhar sua conversa.


PESSOAS COM DEFICIÊNCIA MENTAL

Você deve agir naturalmente ao dirigir-se a uma pessoa com deficiência mental.

Trate-as com respeito e consideração. Se for uma criança, trate como criança. Se for adolescente, trate-a como adolescente. Se for uma pessoa adulta, trate-a como tal.

Não as ignore. Cumprimente e despeça-se delas normalmente, como faria com qualquer pessoa.

Dê atenção a elas, converse e vai ver como será divertido. Seja natural, diga palavras amistosas.

Não superproteja. Deixe que ela faça ou tente fazer sozinha tudo o que puder. Ajude apenas quando for realmente necessário.

Não subestime sua inteligência. As pessoas com deficiência mental levam mais tempo para aprender, mas podem adquirir muitas habilidades intelectuais e sociais.

Lembre-se: o respeito está em primeiro lugar e só existe quando há troca de idéias, informações e vontades. Por maior que seja a deficiência, lembre-se da eficiência da pessoa que ali está.

As pessoas com deficiência mental, geralmente, são muito carinhosas. Deficiência mental não deve ser confundida com doença mental.


Se você chegou até aqui, certamente se importa com o assunto. A maior barreira não é arquitetônica, mas a falta de informação e pré conceitos. Assim, compartilhe deste texto com seus com todos de seu relacionamento e peça que eles façam o mesmo..

Uma bela história

Esta é uma história verídica, narrada por John Powell, S.J.,professor de Teologia da Fé, da Loyola University de Chicago, EUA:

"Um dia, há muitos anos atrás, eu estava de pé na porta da sala, esperando meus alunos entrarem para nosso primeiro dia de aula do semestre.

Foi aí que vi Tom, pela primeira vez. Não consegui evitar que meus olhos piscassem de espanto.

Ele estava penteando seus cabelos longos e muito loiros que batiam uns vinte centímetros abaixo dos ombros.

Eu nunca vira um rapaz com cabelos tão longos. Acho que a moda estava apenas começando nessa época.

Mesmo sabendo que o que importa não é o que está fora, mas o que vai dentro da cabeça, naquele dia eu fiquei um pouco chocado. Imediatamente classifiquei Tom com um "E" de estranho... muito estranho!

Tommy acabou se revelando o "ateísta de plantão" do meu curso de Teologia da Fé. Constantemente, fazia objeções ou questionava sobre a possibilidade de existir um Deus-Pai que nos amasse incondicionalmente.

Convivemos em relativa paz durante o semestre, embora eu tenha que admitir que às vezes ele era bastante incômodo.

No fim do curso, ele se aproximou e me perguntou, num tom ligeiramente irônico:

- O senhor acredita mesmo que eu possa encontrar Deus algum dia?

Resolvi usar uma terapia de choque: - Não, eu não acredito!

- respondi.
- Ah! - ele respondeu - Pensei que era este o produto que o senhor esteve tentando nos vender nos últimos meses.

Eu deixei que ele se afastasse um pouco e falei, bem alto:

- Eu não acredito que você consiga encontrar Deus, mas tenho absoluta certeza de que Ele o encontrará um dia. Ele deu de ombros e foi embora da minha sala e da minha vida.

Algum tempo depois soube que Tommy tinha se formado e, em seguida, recebi uma notícia triste: ele estava com um câncer terminal. E antes que eu resolvesse se ia à sua procura, ele veio me ver.

Quando entrou na minha sala, percebi que seu físico tinha sido devastado pela doença e que os cabelos longos não existiam mais, devido à quimioterapia.

Entretanto, seus olhos estavam brilhantes e sua voz era firme, bem diferente daquele garoto que conheci.

- Tommy, tenho pensado em você. Ouvi dizer que está doente! - falei.
- Ah, é verdade, estou seriamente doente. Tenho câncer nos dois pulmões. É uma questão de semanas, agora.
- Você consegue conversar bem a esse respeito?
- Claro, o que o senhor gostaria de saber?
- Como é ter apenas vinte e quatro anos e saber que está morrendo?
- Acho que poderia ser pior.
- Como assim?
- Bem, eu poderia ter cinqüenta anos e não ter noção de valores ou ideais, ou ter sessenta anos e pensar que bebida, mulheres e dinheiro são as coisas mais "importantes" da vida.

Lembrei-me da classificação que atribuí a ele: "E" de "estranho" (parece que as pessoas que recebem classificações desse tipo, são enviadas de volta por Deus para que eu possa repensar o assunto ).

- Mas a razão pela qual eu realmente vim vê-lo - disse Tom - foi a frase que o senhor me disse no último dia de aula. (Ele se lembrava!...)

Tom continuou: - Eu lhe perguntei se o senhor acreditava que eu encontraria Deus algum dia e o senhor respondeu 'Não', o que me surpreendeu. Em seguida, o senhor disse, "mas Ele o encontrará" Eu pensei um bocado a respeito daquela frase, embora na época não estivesse muito interessado no assunto.

Mas quando os médicos removeram um nódulo da minha virilha e me disseram que se tratava de um tumor maligno, comecei a pensar com mais seriedade sobre a idéia de procurar Deus. E quando a doença se espalhou por outros órgãos, eu comecei realmente a dar murros desesperados nas portas de bronze do paraíso.

Mas Deus não apareceu. De fato, nada aconteceu. O senhor já tentou fazer alguma coisa por um longo período,sem sucesso? A gente fica cansado, desanimado. Um dia, ao invés de continuar atirando apelos por cima do muro alto atrás de onde Deus poderia estar... ou não... eu desisti, simplesmente.

Decidi que de fato não estava me importando... com Deus, com uma possível vida eterna ou qualquer coisa parecida. E decidi utilizar o tempo que me restava fazendo alguma coisa mais proveitosa.

Pensei no senhor e nas suas aulas e me lembrei de uma coisa que o senhor havia dito noutra ocasião: "A tristeza mais profunda, sem remédio, é passar pela vida sem amar. Mas é quase tão triste passar pela vida e deixar este mundo sem jamais ter dito às pessoas queridas o quanto você as amou."

Então resolvi começar pela pessoa mais difícil: meu pai. Ele estava lendo o jornal quando me aproximei dele: - Papai... eu disse.
- Sim, o que é? - ele perguntou, sem baixar o jornal.
- Papai, eu gostaria de conversar com você.
- Então fale.
- É um assunto muito importante!

O jornal desceu alguns centímetros, vagarosamente.

- O que é?
- Papai, eu o amo muito. Só queria que você soubesse disso.

O jornal escorregou para o chão e meu pai fez duas coisas que eu jamais havia visto: Ele chorou e me abraçou com força. E conversamos durante toda à noite, embora ele tivesse que ir trabalhar na manhã seguinte. Foi tão bom poder me sentar junto do meu pai, conversar, ver suas lágrimas, sentir seu abraço, ouvi-lo dizer que também me amava!... Foi uma emoção indescritível!

Foi mais fácil com minha mãe e com meu irmão mais novo. Eles choraram também e nós nos abraçamos e falamos coisas realmente boas uns para os outros. Falamos sobre as coisas que tínhamos mantido em segredo por tantos anos, e que era tão bom partilhar.

Só lamentei uma coisa: que eu tivesse desperdiçado tanto tempo, me privando de momentos tão especiais.

Naquela hora eu estava apenas começando a me abrir com as pessoas que amava.

Então, um dia, eu olhei, e lá estava ELE. Ele não veio ao meu encontro quando lhe implorei. Acredito que estava agindo como um domador de animais que, segurando um chicote, diz: - Vamos, pule! Eu lhe dou três dias.. três semanas...

Parece que Deus não se deixa impressionar. Ele age a Seu modo e a Seu tempo.

Mas o que importa é que Ele estava lá. Ele me encontrou.. O senhor estava certo. Ele me encontrou mesmo depois de eu ter desistido de procurar por Ele.

- Tommy - eu disse, bastante comovido - o que você está dizendo é muito mais importante e muito mais universal do que você pode imaginar.

Para mim, pelo menos, você está dizendo que a maneira certa de encontrar Deus, não é fazendo Dele um bem pessoal, uma solução para os nossos problemas ou um consolo em tempos difíceis, mas sim se tornando disponível para o verdadeiro Amor. O apóstolo José disse isto: "Deus é Amor e aquele que vive no Amor, vive com Deus e Deus vive com ele".

- Tom, posso pedir-lhe um favor? Você sabe que me deu bastante trabalho quando foi meu aluno. Mas (aos risos) agora você pode me compensar por aquilo. Você viria à minha aula de Teologia da Fé e contaria aos meus alunos o que você acabou de me contar? Se eu lhes contasse não seria a mesma coisa, não tocaria tão fundo neles!

- Oooh!... eu me preparei para vir vê-lo, mas não sei se estou preparado para enfrentar seus alunos.
- Então, pense nisto. Se você se sentir preparado, telefone para mim.

Alguns dias mais tarde, Tom telefonou e disse que falaria com a minha turma. Ele queria fazer aquilo por Deus e por mim. Então marcamos uma data.

Mas, o dia chegou... e ele não pode ir. Ele tinha outro encontro, muito mais importante do que aquele. Ele se foi... Tom havia dado o grande passo para a verdadeira realidade. Ele foi ao encontro de uma nova vida e de novos desafios.

Antes de ele morrer, ainda conversamos uma vez.

- Não vou ter condições de falar com sua turma. - ele disse.
- Eu sei, Tom.
- O senhor falaria com eles por mim? O senhor falaria... com todo mundo por mim?
- Vou falar, Tom. Vou falar com todo mundo. Vou fazer o melhor que puder.

Portanto, a todos vocês que foram pacientes, lendo esta declaração de amor tão sincero, obrigado por fazê-lo.

E a você Tommy, onde quer que esteja, aí está: eu falei com todo mundo... do melhor modo que consegui. E espero que as pessoas que tiveram conhecimento desta história, possam contá-la aos seus amigos, para que mais gente possa conhecê-la..."

"OS AMIGOS SÃO O MEIO PELO QUAL DEUS GOSTA DE CUIDAR DE NÓS!..." QUE FALEMOS PARA AS PESSOAS QUE VERDADEIRAMENTE NOS AMAM: - EU TE AMO!!!!!!

Para quem leu....retransmitam.... " Não diga pra Deus que você tem um grande problema, diga pro seu problema que você tem um grande Deus "

Tire o chapéu para o passado, e arregace as mangas para o futuro! Tire de cada dificuldade que a vida lhe trouxer a lição de que nada tem valor a não ser o que é conquistado.

CUIDADO

Cuidado com seus pensamentos porque eles se transformarão em palavras, com as suas palavras porque elas se transformarão em ações, com suas ações porque elas se transformarão em hábitos, com seus hábitos porque eles moldam o seu caráter, com seu caráter porque ele controla o seu destino.

Continuo só, mas Feliz!!!

Hoje Mais do Que Nunca,
Olhei em Volta e Vi o Quanto Estou Só.
Não Tenho Pessoas ao Meu Lado,
Amo Platonicamente,
Tudo que Tenho é Trabalho,
Muito Trabalho.
Sinto-Me uma Verdadeira Máquina de Produção.
E Lamento Muito, Pois Sonhei...
Busquei...
Tentei Construir...
Mas Não Adianta Lamentar,
Não Tenho Tempo pra Isso,
Cada Minuto É Precioso Para O Trabalho.
Mesmo Assim Sou Feliz,
Feliz Porque Posso te ver Entrar e Sair On-Line,
Posso Navegar em Teus Versos,
Posso Sonhar...São Tantos Os Sonhos.
Eu Precisava Te Dizer Isso.
Dizer Que Te Amo.
Se é Eterno???
Gostaria que Fosse,
É Gostoso , Preenche um Pouco do Meu Vazio.
Se É Real???
O Que Sinto É Real, Pulsa, Lateja, Cria Fantasias,...
Se É Amor???
Bem, se Não For Amor, Pelo Menos me Engana Perfeitamente. Não Importa.
Realmente Não Importa.
Seja Feliz , Ou Fique (Rapidamente) Triste, Que Meus Sentimentos , Na Distancia Iram Te Acompanhar.

Gel.

Portunhol

PARA AQUELES QUE DIZEM QUE ESPANHOL É FÁCIL E IGUAL AO PORTUGUÊS...
Traduza a frase abaixo:

"La vien un tarado pelado com su saco en las manos corriendo atraz de la buseta."

TRADUZIU???!!!!!!!!

TEM CERTEZA???!!!!!!!!!!!!


TRADUÇÃO:

"La vem um tonto careca com seu paletó nas mãos correndo atrás do microônibus."
Pois é, além de não saber espanhol, só pensa besteira!!!!!!!!!!

Perfeito

Era uma vez um homem perfeito que conheceu uma mulher perfeita.
Namoraram e um dia se casaram. Formavam um casal perfeito.
Numa noite de Natal, ia o casal perfeito, por uma estrada deserta quando viram alguém no acostamento pedindo ajuda.
Como eram pessoas perfeitas, pararam para ajudar.
Essa pessoa era nada mais nada menos do que Papai Noel, cujo trenó havia enguiçado.
Não querendo deixar milhões de crianças decepcionadas, o casal perfeito se ofereceu para ajuda-lo a distribuir os presentes.
O bom velhinho entrou no carro e lá foram eles.
Infelizmente o carro se envolveu em um acidente e somente um dos três ocupantes sobreviveu.



Pergunta: Quem foi o sobrevivente do trágico acidente?
A mulher perfeita,o homem perfeito ou o Papai Noel?

(leia mais abaixo)















A mulher perfeita sobreviveu.
Na verdade, ela era a única personagem real dessa história.
Todo mundo sabe que Papai Noel e homem perfeito não existem.
(se você é mulher, pode fechar a mensagem, a piada acaba aqui. Homens podem continuar lendo abaixo.)

















Agora, se Papai Noel não existe, nem homem perfeito, fica claro que quem dirigia era a mulher perfeita, o que explica o acidente.
(Se você é mulher e leu até aqui, fica provada mais uma teoria: mulheres são curiosas e nunca escutam o que se fala para elas.)

A Era das mulheres!!!!!

Conversa entre o pai e o filho, por volta do ano 2050...

Foi assim que tudo aconteceu, meu filho. Planejaram o negócio discretamente, para que não notássemos. Primeiro elas pediram igualdade entre os sexos. Os homens, bobos, nem deram muita bola para isso na ocasião. Parecia brincadeira. Pouco a pouco, elas conquistaram cargos estratégicos Diretoras de Orçamento, Empresárias, Chefes de Gabinete, Gerentes disso ou daquilo.

- E aí, Papai?

- Ah, os homens foram muito ingênuos. Enquanto elas conversavam ao telefone - durante horas a fio - eles pensavam que o assunto fosse telenovela. Triste engano. De fato, era a rebelião se expandindo nos inocentes intervalos comerciais. "Oi querida!", por exemplo, era a senha que identificava as líderes. "Celulite" eram as células que formavam a organizaçao. Quando queriam se referir aos maridos, diziam "o regime".

- E vocês? Nao perceberam nada?

- Ficávamos jogando futebol no clube, despreocupados. E o que é pior: continuamos a ajudá-las quando pediam. Carregar malas no aeroporto, naufrágios. Essas coisas de homem.

- Aí, veio o golpe mundial?

- Sim o golpe. O estopim foi o episódio Hillary-Mônica. Uma farsa. Tudo armado para desmoralizar o homem mais poderoso do mundo. Pegaram-no pelo ponto fraco, coitado. Já lhe contei, né? A esposa e a amante, que na TV posavam de rivais eram, no fundo, cúmplices de uma trama diabólica. O pobre Presidente...

- Como era mesmo o nome dele?

- William, acho. Tinha um apelido, mas esqueci. Desculpe, filho, já faz tanto tempo...

- Tudo bem, Papai. Nao tem importância. Continue...

- Naquela manhã a Casa Branca apareceu pintada de cor-de-rosa. Era o sinal que as mulheres do mundo inteiro aguardavam. A rebelião tinha sido vitoriosa! Entao elas assumiram o poder em todo o planeta. Aquela torre do relógio em Londres chamava-se Big-Ben, e não Big-Betty, como agora... Só os homens disputavam a Copa do Mundo, sabia? Dia de desfile de moda nao era feriado. Essa Secretária Geral da ONU era uma simples cantora. Depois trocou o nome, de Madonna para Mandona...

- Conta mais...

- O resto você já sabe. Instituíram o Robô-Troca-Pneu como equipamento obrigatório de todos os carros... a Lei do Já-Prá-Casa, proibindo os homens de tomar cerveja depois do trabalho... E, é claro, a famigerada semana da TPM, uma vez por mês...

- TPM ???

- Sim, TPM... A Temporada Provável de Mísseis... É quando elas ficam irritadíssimas e o mundo corre perigo de confronto nuclear...

- Sinto um frio na barriga só de pensar, pai...

- Shhh! Escutei barulho de carro chegando. Disfarça e continua picando essas batatas.

Luiz Fernando Veríssimo

Obs: Caracas... será?

Falha na Procura...

Duas amigas encontram-se no céu e uma pergunta para a outra:
- Como você morreu?
- Congelada.
- Ai que horror!!! Deve ter sido horrível! Como e morrer congelada?
- No começo e muito ruim: primeiro são os arrepios, depois as dores nos dedos das mãos e dos pés, tudo congelando... Mas, depois veio um sono muito forte e depois perdi a consciência. E você, como morreu?
- Eu? De ataque cardíaco. Eu estava desconfiada que meu marido me traia. Um dia cheguei em casa mais cedo. Corri ate ao quarto e ele estava na cama, calmamente assistindo televisão. Desconfiada, corro ate o porão, para ver se encontrava alguma mulher escondida, mas não encontrei ninguém. Corri ate o segundo andar, mas também não vi ninguém. Subi ate o sótão e, ao subir as escadas, esbaforida, tive um ataque cardíaco e cai morta.
- Oh, que pena... Se você tivesse procurado no freezer, nos duas estaríamos vivas.

Obs: Putz... coisa de doido... vamos sempre procurar no freezer... quem sabe não evitaremos alguma tragedia?? -risos-

Viva de maneira que sua presença nunca seja notada, mas sua falta seja extremamente sentida. Mas não se esqueça de que viver em diálogo com outro é viver duas vezes.

Arrependimento

Um brasileiro acima de qualquer suspeita, em plena Caxias do Sul, entra na polícia e dirige-se ao delegado:

- Vim entregar-me. Cometi um crime e desde então não consigo viver em paz.
- Meu senhor, as leis aqui são muito severas e são cumpridas, e se o senhor é mesmo culpado não haverá apelação, e nem dor de consciência que o livre da cadeia.
- Atropelei um argentino na estrada ao sul de Caxias.
- Ora meu amigo, como o senhor pode se culpar se estes argentinos atravessam as ruas e as estradas a todo o momento?
- Mas ele estava no acostamento.
- Se estava no acostamento é porque queria atravessar, se não fosse o senhor seria outro qualquer.
- Mas não tive nem a hombridade de avisar a família daquele homem, sou um crápula!
- Meu amigo, se o senhor tivesse avisado haveria manifestação, repúdio popular, passeata, repressão, pancadaria e morreria muito mais gente, acho o senhor um pacifista, merece uma estátua.
- Eu enterrei o pobre homem ali mesmo, na beira da estrada.
- O senhor é um grande humanista, enterrar um argentino, é um benfeitor, outro qualquer o abandonaria ali mesmo para ser comido por urubus e outros animais, provavelmente até hienas.
- Mas enquanto eu o enterrava, ele gritava: Estoy vivo, estoy vivo!!
- Tudo mentira, esses argentinos mentem muito.

Obs: Caracas... isso que eu chamo de arrependimento.

Antes de cobrar alguma coisa, procure saber quanto você deve. Não faça cobrança pelas coisas ruins que te aconteçam nessa vida, pois essa vida pode lhe cobrar tudo que você deve , e com certeza você vai pagar muito mais caro.


Devemos confiar que o outro fará o que deve, e fazer a nossa parte.

As freiras e o estuprador

Duas freiras saíram do convento para vender biscoitos.

Uma é conhecida como Irmã Matemática (M) e a outra é conhecida como Irmã Lógica (L):
M - Está ficando escuro e nós ainda estamos longe do convento!
L - Você reparou que um homem está nos seguindo há uma meia hora?
M - Sim, o que será que ele quer?
L - É lógico! Ele quer nos estuprar.
M - Oh não! Se continuarmos neste ritmo ele vai nos alcançar em no máximo 15 minutos. O que vamos fazer?
L - A única coisa lógica a fazer é andarmos mais rápido!
M - Não está funcionando.
L - Claro que não! Ele fez a única coisa lógica a fazer, ele também começou andar mais rápido.
M - E agora, o que devemos fazer? Ele nos alcançará em 1 minuto!
L - A única coisa lógica que nos resta fazer, é nos separar! Você vai para aquele lado que eu vou para este lado. Ele não poderá seguir nós duas. Então o homem decidiu seguir a Irmã Lógica. A Irmã Matemática chegou ao convento preocupada com o que poderia ter acontecido à Irmã Lógica. Passou um bom tempo e eis que a Irmã Lógica chega.
M - Irmã Lógica!! Graças a Deus você chegou! Me conte o que aconteceu!!
L - Aconteceu o lógico. O homem não podia seguir nós duas então ele optou por me seguir.
M - Então, o que aconteceu?
L - O lógico, eu comecei a correr o mais rápido que podia e ele correu o mais rápido que ele podia também...
M - E?
L - Novamente aconteceu o lógico: ele me alcançou.
M - O meu Deus! O que você fez?
L - Eu fiz o lógico, levantei meu hábito.
M - Oh, Irmã!!!! E o que o homem fez?
L - Ele também fez o lógico e abaixou as calças.
M - Oh, não!!!!! O que aconteceu depois?
L - Não é óbvio, Irmã? Uma freira com o hábito levantado consegue correr muito mais rápido do que um homem com as calças abaixadas!!!!!

SE VOCÊ PENSOU EM OUTRO FIM PARA A HISTÓRIA REZE 20 AVE-MARIAS E 10 PAI-NOSSOS

Variações do Gay

BICHA não deve ser referida como VEADO (marido da corça) e sim como VIADO - com I, encurtamento da palavra DESVIADO, como eram conhecidos os "alegres" rapazes antigamente. Muita gente escreve VEADO e não sabe que o termo vem de DESVIADO da normalidade.

Variações semânticas para todo tipo de viado:

BOIOLA:
é o viado mais moderno. Pratica surf, musculação, vive com óculos na testa, finge que namora a coleirinha de turma, freqüenta pagode mas, no fim da noite, dá uma passadinha no Bingo prá botar a "cartela" em dia.

VIADO:
Esse é o mais antigo e tradicional de todos.Fala com voz desafinada e a língua entre os dentes, costuma virar os olhos enquanto fala e desmunheca sempre. Tem cinco variações: viadinho, viadaço,viadão,viado-filho-da-puta e o mais antigo e tradicional deles: o viado velho "Pederasta" (adiante especificado).

BICHA:
é o viado mais rampeiro que existe, usa calça corsário com tamanco. Suas duas variações mais conhecidas são: bicha-louca, que é um misto de viado com maluco, e bicha-nojenta, que é aquele que trabalha com a gente.

GAY:
é o viado metido a intelectual, alegre, mas que dá o rabo igualzinho aos demais. Só que com mais criatividade. Fala de sexo.

BONECA:
é a mais fêmea dos viados; a que gostaria de ser chamada de "viada", por ser no feminino. Na realidade, ela se acha a própria me-ni-na e sonha com casamento.

FRUTINHA:
é aquele viadinho meigo, frágil, branquinho, pálido, com gestos graciosos e delicados. Geralmente é ou foi criado pela vovó, jogando bola-de-gude no carpete ou na pior das hipóteses é aquela "filha" que a mãe não pode ter e foi criado usando camisolinha rosa e laço de fita no cabelo desde pequeno. Geralmente só dá o rabo mediante solicitação, pois é extremamente tímido.

BAITOLA:
é a bicha nordestina. Normalmente, é bem abestado, nasceu florzinha e se mandou pro Sul Maravilha (Rio ou São Paulo, onde sempre cabe mais um e não precisa nem usar Rexona) pra fazer saliência bem longe da família.

PEDERASTA:
é um viado em desuso e extinção. Teve sua vez na época dos grandes bailes do Municipal. Hoje, apareceram as varizes, enfim...virou um lixo!!

HOMOSSEXUAL:
é o viado discreto, enrustido. Em geral, é rico e se casa para camuflar suas atividades. Paga bem e pede discrição. Freqüenta muito o proctologista e é capaz de trair a mulher com o próprio cunhado garotão, em troca de emprestar o carro. Às vezes, sofre de crise existencial e cai em depressão. Mas nunca se arrepende. Aí, também já é pedir demais, né, santa?!

MEIGO:
é o viado que você nunca tem certeza de que realmente ele é viado. Você desconfia pelos seus gestos e trejeitos, porém se você souber que ele não é viado, você não iria ficar tão decepcionado. Ele deixa dúvidas. Quando você acha que um cara é meio viado mas não tem certeza, chame ele de MEIGO que é a abreviatura de MeioGay. E enfim chegamos ao mais recente de todas a variações de viados... Devido as alterações genéticas ocorridas nesses seres nos últimos anos, chegamos ao tipo abaixo:

COLÍRIO:
Esse é o viado que ninguém imagina que ele é viado. Fala como homem, se veste como homem, anda como homem, pode ser casado e até ter filhos, compra a revista Penthouse e comenta "Meu Deus que mulher gostosa", costuma ser inflexível quanto a odiar os homossexuais e se fosse possível mandaria matar todos sob tortura . Chama-se COLÍRIO porque se aparecer uma oportunidade de se relacionar com outro homem sem que ninguém saiba, ele vai pra cama, dá tanto o rabo que tem que passar colírio (Moura Brasil ou similar) no olho do c..., de tão ardido que fica. Quando você quer chamar alguém de viado e não quer que ele nem desconfie, diga assim, "Esse aí tem cara de quem usa COLÍRIO!"

Muito Bacana,

Um sujeito solitário morava em uma mansão no Bairro dos Jardins em São Paulo.

Seus dias eram comuns e sem graça, até que um dia, uma Vizinha misteriosa se muda para a casa em frente. Era um espetáculo de mulher, loira, olhos azuis, pele de pêssego, lábios voluptuosos, muito, mas muito gostosa. Na mansão, moravam ela, o filho (um garotinho de 7 anos) e a empregada. Era uma casa linda, a mais bonita e a mais cara da região.

Pareciam uma família normal, exceto pelas festas que rolavam na casa.
E que festas !!! Eram uma loucura, toda noite, limusines BMW´s, Mercedes, paravam na porta e homens muito bem vestidos sumiam no interior da casa, deixando o sujeito intrigado com aquela movimentação e principalmente se perguntando...

Aonde aquele avião de mulher arranjava o dinheiro para custear todo aquele luxo ????

Até que um dia não se contendo mais de curiosidade e tesão por aquela beldade, o sujeito resolveu investigar.

Numa manhã, foi até a casa e ao ser atendido pela empregada, pediu para falar com a dona.

Foi atendido pela mulher deitada num grande sofá, só de camisola, com uma tanga minúscula por baixo e com seios quase a mostra, de fato era uma maravilha da natureza.

Ela então perguntou-o o que desejava ? Ao passo que ele respondeu...

Sujeito - Oi. Eu sou o vizinho da casa em frente, e estive observando vc, é uma mulher muito bonita, tem uma bela casa, dá festas todas as noites. Confesso que, ahhh, desculpe a intromissão, mas fiquei curioso em saber o que a senhora faz pra viver nesse luxo todo ???

Mulher - Olha aqui, eu não tenho de dar satisfação ao senhor, mas tudo bem, vou dizer. Eu vivo de fazer apostas. Aposto com os meus amigos que eles não conseguem fazer o que o meu filhinho consegue. E eles não acreditam e perdem fortunas para mim.

Sujeito - O que é isso, não conseguir fazer o que ele consegue, é fácil demais. Eu quero tentar, mas como prêmio, quero uma noite com vc ??? Topa !?

Mulher - Tudo bem, pode ser, mas se eu ganhar, quero a sua casa e US$ 100.000.

Sujeito - Fechado.

Mulher - Então o senhor volte aqui hoje a noite para o teste. Ok ?

Sujeito - Ok.

Foi para a casa como um louco, passou o dia inteiro ensaiando cambalhotas para frente, para trás e outras coisas que as crianças costuma fazer. Delirou ao imaginar a noite de orgia que iria ter, e à noite, na hora combinada, lá estava na porta da mansão para o tal teste.

Foi atendido pela empregada que o levou até uma outra sala, muito luxuosa, lá a mulher o esperava com uma camisola totalmente transparente, uma tanguinha menor do que todas as outras que ele já tinha visto, um perfume delicioso.

Ele só se imaginava transando feito um louco com ela...

Num outro canto estava o filhinho, dormindo.

Ela então se dirigiu a ele e perguntou :

Mulher - Está pronto ?

Sujeito - Claro. Vai ser moleza.

Ela então chama o diz:

Mulher - Tudo o que ele fizer o senhor terá de fazer também...

Mulher - Filhinho, dê um beijinho na boquinha da mamãe...

O filhinho deu e o sujeito também...

Mulher - Filhinho, dá uma mamadinha aqui no peitinho da mamãe...

O filhinho deu e o sujeito (já louco de tesão)
também...

E assim seguiu de beijinhos, no umbiguinho, na coxinha, na bundinha até que a mulher percebendo o desespero do sujeito, vira-se para ele e fala:

Mulher - Agora o último pedido.

Mulher - Filhinho, bota aqui o pau molinho na mão da mamãe...

Hehehehehehehehe!

Resgatando o Amor e a Ética nas Relações

Por: Maria Aparecida Bressani - mariab9@uol.com.br

Os relacionamentos humanos estão em crise. Crise porque está acontecendo grande transformação na forma de se desempenhar os papéis sociais, sejam papéis como pais, sejam como homem e mulher e todos os outros. Crise porque nesta transformação de papéis não se sabe claramente o que pode ou não pode, o que é certo ou o que é errado fazer ou exigir numa relação. Mas, a pior de todas as crises é a crise moral e ética em que vivemos.

A coisa está tão séria que vemos explodir as denúncias de corrupção na política, a impunidade descabida correndo solta, vemos a violência desenfreada na sociedade humana a ponto dessa violência se infiltrar nos lares, perdendo-se todos os parâmetros. E em todas as situações sobra para nós, pobres mortais, somente a impotência!

Está certo que a informações estão chegando mais rapidamente para nós, mas o que eu vejo são as crises dos papéis sociais gerando a crise moral e ética na sociedade (que já estava frágil), trazendo assim, cada vez mais em maior proporção, a violência para dentro dos lares e em todos os ambientes habitados pelos humanos.

As relações humanas têm como pacto principal o Amor. Seja este Amor filial, fraternal, parental ou carnal. É o amor que aproxima as pessoas. A aceitação e a admiração são expressões deste Amor. Quando nos sentimos aceitos e admirados por alguém, nos sentimos amados e quando ainda por cima isso é recíproco, mais do que nunca queremos manter esta relação.

O grande problema é que só amor (o que já não é pouco numa relação) não basta, porque em nome deste amor que é dado, muitas vezes são exigidas coisas que não são do direito e nem legitimadas pelo Amor. Percebemos as invasões dos espaços do outro em nome do Amor, sentimos o desrespeito em nome deste Amor. Portanto, além de Amor, uma relação não sobrevive sem o Respeito. É fundamental respeitar a individualidade do outro, bem como nos respeitar; respeitar nossa individualidade na relação com o outro.

Outro ingrediente imprescindível em qualquer relação é a Confiança. Sem confiança não investimos, nos envolvemos e não nos entregamos em nada. Sem confiança a relação fica estabelecida na superficialidade, sem nunca saber, realmente, com quem estamos e quem está conosco não sabe, de verdade, quem somos.

Mas, para que haja respeito e confiança numa relação é absolutamente fundamental que haja Educação. E o que é Educação?

Eu chamo de se ter Educação quando a pessoa ter um mínimo de consciência de seus limites ¿ direitos e deveres - enquanto indivíduo, em toda e qualquer situação de vida ¿ ou seja, noções básicas de ética!

Hoje é justamente pela deficiência de parâmetros claros e definidos de tais limites, que as pessoas estão muito mais autocentradas em suas próprias necessidades. Não estão conseguindo pensar no outro, nas necessidades do outro e, conseqüentemente, não confiam que o outro genuinamente possa fazê-lo também.

Estão todos vivendo pelo ¿princípio do prazer¿, como diria Freud; porque lidar com a realidade realmente não é fácil.

As pessoas querem ter tudo, mas não querem dar nada. Pararam na fase dos três anos de idade: querem viver e experimentar tudo o que a vida se lhes apresenta, mas não querem assumir nenhum compromisso e responsabilidade sobre isso, como qualquer adulto saudável faria. Isto é princípio do prazer. Viver o bem bom da vida sem qualquer comprometimento de sua parte.

Está faltando ¿ coletivamente ¿ maturidade para viver a vida realisticamente. Falta o desenvolvimento de valores morais e éticos na relação com a vida e, conseqüentemente, na relação com as pessoas.

A vida e as relações humanas são feitas de direitos e deveres, mas se não existe um certo grau de desenvolvimento de valores éticos e morais ¿ que eu chamo de educação (porque é na educação recebida que se formam tais valores) ¿ acaba por estabelecer-se contatos e relacionamentos pautados apenas nos ¿meus direitos¿ e totalmente inconsciente dos ¿meus deveres¿ ¿ como qualquer criança de três anos de idade!

Por isto é importante desenvolver a consciência de onde termina você e onde começa o outro.

Mas quais são a suas necessidades e quais são as necessidades do outro dentro das relações?

Ter ¿noção¿ de ética e moral é o princípio sine qua non para se estabelecer qualquer relação.

Eu entendo por Ética como conduta de vida, onde sempre precisa estar presente um pensamento básico: ¿Tudo que me faz mal, que me incomoda, que me deixa infeliz provavelmente poderá também afetar o outro e fazer-lhe mal, incomodá-lo e deixa-lo infeliz¿.

Um exemplo claro é: se eu tenho um relacionamento fixo com alguém e se me sinto atraído por outro alguém (o que é absolutamente natural que aconteça!), como devo proceder? Devo exercer minha atração e me envolver em paralelo com esta outra pessoa?

Caso eu o faça, dentro dos parâmetros éticos ¿ baseado no pacto de confiança e respeito dentro da relação (o que lhe seria próprio) ¿ estaria traindo a confiança do parceiro fixo.

Se fosse o contrário: se meu parceiro fixo atuasse sua atração em paralelo à sua relação comigo, como eu me sentiria?

O problema é que a maioria das pessoas não faz este tipo de exercício ético: se colocar no lugar do outro.

E é isto que eu chamo de conduta ética: é saber que o que me atinge como indivíduo e ser humano poderá atingir também o outro, como indivíduo e ser humano.

Independentemente do que a convenção social determina como modelo de atuação para os papéis que representamos (não podemos nos esquecer que a sociedade é formada por cada um de nós ¿ portanto, nós é que verdadeiramente determinamos os modelos dos papéis sociais a desempenhar), jamais devemos nos esquecer de que a base para a relação indivíduo/indivíduo é a ética e a moral, que tem como princípio básico o respeito e a confiança. Caso contrário, o que teremos é uma banalização da vida e, conseqüentemente, das relações que se tornam cada vez mais descartáveis. Todos se tornam descartáveis porque falta amor e respeito pela vida, bem como falta confiança de que a vida proverá.

É importante que cada um de nós faça a sua parte para sair da impotência na qual socialmente entramos com a crise que se instalou: resgatar finalmente o Amor e a Ética, em princípio na nossa própria vida e depois estender este ¿resgate¿ em todas as nossas relações. Precisamos entender que, realmente, depende única e exclusivamente de cada indivíduo expressar Amor e Ética na própria vida, nas relações pessoais e na sociedade humana de modo geral.

Maria Aparecida Bressani

MAIS AMOR

Não existe nada mais importante quando nos encontramos no próprio íntimo. Basta olharmos o interior, sorrindo ou chorando... chorar pela desgraça do outro, pela alegria, pela tristeza... sorrir pela desgraça do outro, pela alegria pela tristeza de alguém.

O importante em tudo é quando percebemos que estamos sós, apesar de cercados pela multidão, aí começamos a descobrir o quanto somos em momentos sensíveis e insensíveis, pois que na verdade o importante é fazermos o bem que pudermos e deixarmos bem a qualquer um que nos solicite. Um abraço, um aperto de mão, um olhar ou apenas escutar, pois que sempre na verdade somos nós mesmos na situação, carentes de afeto.

Enfim, a vida está em nós assim como nós estamos no mundo para vivermos intensamente sem porém precisar menosprezar a quem quer que seja que nos siga junto na jornada.

Sonhamos e por vezes concretizamos um sonho. Portanto, cultivemo-nos o afeto, conquistando amizades esquecendo as mazelas do mundo, pois que a vida é preciosa e tem um real valor no contexto geral quando estamos com sentimento eclodindo no amor sincero por alguém. Não basta sorrir, não basta chorar, não basta viver, preciso é sim, entender, compreender e assimilar no fundo d'alma se passa com cada um de nós.

Reflitamos, necessitamos demais e mais AMOR...

A Dor do Homem na Separação

O que se passa no coração do homem quando ele decide que quer se separar ?

Dalila Magarian

Nós mulheres aprendemos desde cedo a buscar nos relacionamentos amorosos uma fonte de identidade.

Por isso, quando a decisão de por um ponto final na relação parte do homem, o panorama fica extremamente sombrio para nós.

A tendência de nos vermos como as únicas vítimas, assume proporções perigosas.

Na verdade, porém, a dor que o homem enfrenta, quando decide partir, é a mesma da mulher que está sendo deixada.

A diferença está apenas na questão do tempo.

Como foi ele que decidiu partir, enfrentou a dor da perda antes.

" O parceiro que toma a iniciativa, realmente sente pesar e faz luto pelo fim do relacionamento. Na verdade o faz antes, quando admitiu para si mesmo que desejava a separação" escreve a socióloga Diana Vaughan.

Como acontece conosco, para o homem, a via-crucis também se inicia com sentimentos de ambivalência.

Por um lado, tem vontade de se separar. Por outro, tem receio da perda.

Durante um certo período, vive numa gangorra, ora ruminando a idéia de partir, ora tentando se convencer de que deve continuar.

"Ninguém fecha 100% a questão numa coisa ou em outra. A alma se divide numa angústia cheia de dúvidas", explica a psicanalista Beatriz Kuhn.

Aos poucos, porém, ele vai fazendo a sua própria cabeça. E acaba redefinindo você e a relação em termos negativos.

Precisa fazer isso, já que ninguém larga alguém ou alguma coisa de que gosta.

Você, porém, não acompanhou o processo nem de longe e não se dá conta de trauma algum.

O que você vê, segundo Vaughan, "é uma pessoa que está saindo com uma confiança aparente e em paz consigo mesma. Parecem estar ausentes o pesar e o sofrimento".

Esse grande equívoco só piora as coisas: sem perceber que ele penou para chegar à decisão, você se sente mais rejeitada ainda.

Na maioria das vezes, um outro fator agrava o sofrimento masculino. Nós podemos nos dar ao luxo de sentir raiva de quem nos deixou.

Já ele, que partiu por livre e expontânea vontade, precisa conviver com a responsabilidade da decisão e o peso do sentimento de culpa.

"Alguns homens vivem tão intensamente esse binômio que acabam sofrendo terríveis crises depressivas", afirma a terapeuta Lúcia Neri.

A Verdade É Você

Por: Maria Aparecida Diniz Bressani - Psicólogabr

No desenvolvimento da autoconsciência é preciso buscar a força ¿ a Verdade ¿ que está dentro de nós, nem que seja só um grãozinho ¿ que, na realidade é uma semente a qual, bem cultivada com amor e dedicação, pode se tornar uma árvore frondosa e frutífera.

A nossa Verdade é o nosso motor, que faz girar nossa energia, nos impulsiona para frente, nos faz desenvolver e realizar nossas potencialidades e conquistar o que na vida nos satisfaz. É como uma semente que plantamos: ela precisa de tempo e da rega de água diária para brotar, se desenvolver e dar suas flores e frutos.

Como psicoterapeuta, eu ¿receito¿ que, para se cultivar a autoconsciência, se tome uma dose de autopaciência, duas vezes ao dia: de manhã, na hora que se levanta, e à noite, na hora em que se vai dormir.

A dose da manhã serve para que possamos ter calma e paciência conosco no decorrer daquele dia, e assim poder tomar as atitudes necessárias em prol da autoconsciência; e é uma dose que nos coloca em atividade assertiva.

A dose da noite é para nos desacelerar e ter uma noite de sono tranqüila e repousante, pois no dia seguinte começa tudo de novo...

Precisamos desenvolver a autoconsciência para não nos pressionar indevidamente, pois um dos ingredientes da frustração ou sentimento de infelicidade é a idealização do que acreditamos ser ou do que queremos ser um dia em nossa vida.

E quando um ideal que acreditamos ser e não conseguimos atuar... e quando o que queremos ser ou ter um dia, e este dia parece que nunca chega... Ficamos sempre insatisfeitos conosco e com a nossa vida, daí não nos aceitamos e nem valorizamos nossas pequenas conquistas. Esta é pressão indevida. Isso é o mal que nos fazemos!

O caminho para se sair desta situação é, primeiro, assumir para si mesmo que não é ¿ ainda ¿ aquilo que se idealiza, para, depois, ver... sentir... compreender o que pode ser feito para se ir em direção e buscar alcançar aquele Ideal ¿ sempre com aquela pequena dose de autopaciência.

A dosezinha de autopaciência serve para se ter calma no dia-a-dia e se trabalhar em cima daquele ideal, para chegar, quem sabe, o mais perto possível, lá.

Todo ideal é fruto de uma idéia ¿ prefiro chamar de intuição ¿ na maioria das vezes, do que somos potencialmente, do que podemos vir a ser.

O potencial é aquela semente, que bem cultivada ¿ com auto-amor... muito auto-amor ¿ realiza-se.

Portanto, autoconsciência é a sua Verdade personificada, autoconsciência é ser você inteiro ¿ não importa como ¿ no aqui e agora, na sua vida, de Verdade.

MARIA APARECIDA DINIZ BRESSANI

Psicolóloga e psicoterapeuta junguiana

Amores errados: por que insistimos neles??

Podemos definir a expressão ¿amores errados¿, como aqueles relacionamentos que trazem mais dor do que bem estar. Não existe erro no amor. Aliás, certo e errado são referenciais que não combinam com seres humanos, pois não somos tão exatos quanto a matemática.

O que existe é o que é bom e o que não é bom para você.


Percepção limitada

É muito comum ouvir de mulheres a fiel frase que para muitas a acompanham a anos: ¿Homem não presta¿ ¿São todos iguais¿. Transparecendo em seus rostos o fruto de dores de desilusão, frustração de relacionamentos equivocados, acham que atingiram a sabedoria do milênio e continuam a repetir: Os homens são uns fracos, são insensíveis, egoístas. Falam para suas filhas, suas netas, suas amigas.

E estas que com certeza já viveram ou vão viver algum momento de desencontro, vão acabar encaixando e concordando. E esta ¿verdade¿ vai se propagando. Os homens também não escapam e afirmam que ¿mulher é tudo igual¿ e perdem o valor da troca de saborear as diferenças que existem entre seres humanos, entre os sexos.

Ampliação da consciência

Essas generalizações são irreais, já que o universo é tão grande e não se pode conhecer todos os homens ou todas as mulheres da face da Terra. Afirmações assim só fazem limitar a capacidade de percepção da própria pessoa, afunilando a visão de mundo.

Cada vez mais, pessoas que as repetem, confirmam aquilo em que acreditam: ¿Está vendo, eu sabia!!!¿ Isto se chama profecia auto-realizadora.

Poucos sabem que temos o poder de criar nossa realidade através de nossas crenças. Vamos buscar no mundo exatamente aquilo que acreditamos.

Como vamos encontrar algo, que julgamos não ser possível? Como vamos encontrar algo que não procuramos? Poderá passar de baixo de nossos olhos e não veremos, pois simplesmente não estamos preparados para ver.

Viciados na dor

Como dizia a cantora: ¿Meu namorado é um sujeito ocupado não manda notícias nem dá um sinal, eu ando meio com medo que um dia ainda ache a tristeza normal.¿ Nos tornamos mestres em dramas que nada tem a ver com amor.

A resposta à pergunta: por quê insistimos em amores errados, é simples: Porque precisamos deles. Ganhos ocultos, inconscientes que satisfazem alguma necessidade.

A repetição, é oportunidade que temos para elaborar a questão que ainda está em aberto, que ainda não fora resolvido. Portanto enquanto não aprendermos a lição, repetiremos de ano.

Há aquelas pessoas que mudam de parceiro e os problemas continuam. O mais simples e rápido é colocar a culpa no outro. Mudam o externo, mas não se mudam, não se olham. E seguem repetindo seus ¿destinos¿ que acreditam ter.

A repetição

Quando não resolvemos bem, carências criadas na infância em relação a pai e a mãe, os nossos ¿escolhidos¿, serão aqueles que nos ajudarão nesta empreitada.

Se tivemos uma sensação de abandono, rejeição, medo ou desconfiança por exemplo, é possível que busquemos pessoas que nos convidem a nos sentir assim, novamente.

Foi o padrão de relação que aprendemos, como fazer diferente, se não sabemos? É preciso curar esta ferida para sair desta compulsão de repetição e ter liberdade para criar a vida que se quer ter. Enquanto estamos presos a padrões, não somos livres para criar.

Dependência emocional

Para algumas pessoas, a carência é tão mais forte do que a capacidade de auto-preservação que aceitam passar por situações de risco, humilhação e até de crueldade em prol da relação.

Aviso importante: Neste caso, há um comprometimento emocional sério em que ajuda de fora, principalmente de um profissional capacitado se faz necessário. É raro ver um dependente emocional deste nível sair desta situação sozinho. Ele precisa muito de ajuda.

Amor não dói

É tempo de abrirmos mais o coração e nos preenchermos mais com nossa própria capacidade de amar. Amor rima com liberdade, amor rima com felicidade, amor rima com aceitação. Amor não rima com controle, amor não rima com competição, amor não rima com dor. Controle, competição e dor são vinculados ao medo.

Onde há medo não há amor, onde há amor não há medo. Amor é mais do que uma sensação gostosa, mais do que suprir carências ou se sentir importante para alguém. É uma forma muito pessoal de se sentir pleno.

O caminho da escassez

Você não pode dar aquilo que você não tem. Aprendemos a fazer um caminho mais complicado: Amamos o outro para que o outro nos ame de volta.

E ficamos nesta angústia, nessa expectativa. Ficamos na dependência do que o outro vai fazer. Então, se você receber menos ou diferente do que aquilo que considera amor, você vai cobrar do outro, vai controlar, vai manipular para que sua solicitação seja atendida.

Assim, vai começar o stress na relação. Ao invés de dar amor ao outro, você vai passar a dar suas inseguranças e carências muitas vezes disfarçadas em comportamentos autoritários ou de ciúmes.

O caminho do coração

Mudar de direção e de foco: ao invés de para fora e para o outro, olhe para dentro e para si mesmo(a) ¿ pode ser uma pequena mudança de atitude que se transformará em grande mudança de padrão.

O amor que você procura já está em seu coração. Olhe para dentro. Escute seu coração. Respire, sinta, acolha. Esvazie sua mente, medite. Entre em comunhão com o cosmos, exercite a sua espiritualidade. Ligue-se a uma fonte abundante de amor que está disponível a todos. Crie intimidade com seu amor-próprio.

O coração é autêntico e não precisa de defesas. Seu maior recurso é a verdade e a transparência.

Quando há corações abertos e confiantes é possível ser abençoado pelo encontro de dois seres inteiros, em total harmonia que se entrelaçam em comunhão fisica-emocional-espiritual.

Nossos relacionamentos são espelhos. A velha frase: ¿Me diga com quem andas que eu te direi quem tu és¿ ¿ é sábia. Cada relacionamento é uma oportunidade de você escolher quem você quer ser.

Cuidando de seu espaço interno, sagrado, podemos nos ajudar, quando estamos engendrados num comportamento repetitivo de relacionamento que sempre nos leva a nos machucar. Assumindo seu poder e responsabilidade a situação se transforma: De vítima das situações e dos outros, você passa a ser dono da sua história e sem esforço algum, o seu amor possível e certo para você, aparece.

Precisamos afinar nosso instrumento para tocar a mais bela das canções na vida que desejamos e merecemos ter.

Quando ele(a) tem filhos...

Como lidar com um(a) parceiro(a) que chega trazendo filhos de outros relacionamentos? Para quem não tem a experiência da maternidade ou da paternidade, os filhos dele(a) podem se tornar um obstáculo à relação, gerando ciúmes, competição e outros sentimentos que causam mal estar e podem acabar com o romance.

Segundo a psicóloga Regina Maria de Lamari, isso ocorre porque qualquer investimento em uma nova relação gera medo. "Toda relação tem complicadores e dificuldades. Quando uma das partes tem filhos, é uma há uma complicação mais efetiva, que não é possível negar. No entanto, isso não deve ser um empecilho para que as pessoas vivam o seu desejo".

De acordo com o ponto de vista da psicóloga, os problemas mais freqüentes que as pessoas enfrentam ao iniciarem uma relação são: medo de fracassar, insegurança, baixa auto-estima, desconhecimento das intenções do(a) parceiro(a). Isso sem mencionar que costuma-se trazer para a nova relação antigos traumas.

Quando o relacionamento traz crianças de relações anteriores, esses medos são potencializados. Os pensamentos abaixo são freqüentes nesses casos e surgem como um reflexo da insegurança.

Veja alguns dos medos mais comuns...

Não saberei lidar com as crianças - mesmo que a pessoa adore crianças, isso não quer dizer que ela irá se sair bem como "madrasta" ou "padrasto". Conviver com os filhos de outra pessoa requer paciência, tolerância e disposição para acertar.

Medo de ser rejeitado(a) - pode ocorrer também, o receio de não ser bem aceito(a) pelos filhos do(a) parceiro(a). Se a rejeição é algo não trabalhado na vida da pessoa, somente a idéia de que possa acontecer gera muita angústia.

Dúvidas sobre os(as) ex - por mais que a pessoa separada jure que não sente mais nada pelo(a) ex, o outro não se convence. Gasta seus dias imaginando a relação que eles mantém e se questionando se há possibilidade de voltarem a ficar juntos. Isso pode gerar muita insegurança que, por sua vez, irá gerar conflitos na nova relação.

Estarei sempre em segundo plano - quando uma pessoa tem filhos, a demanda das crianças é um fator real e que não pode ser negado. Isso implica em colocá-las em primeiro plano em algumas circunstâncias. Não são todas as pessoas que conseguem conviver sem estar no centro das atenções o tempo todo

No entanto, segundo a psicóloga, quando o desejo e o amor são maiores, eles conseguem ultrapassar as barreiras do medo. ¿Se relacionar com alguém que tenha filhos é realmente complicado, mas se formos analisar, todas as relações são complicadas. Não existe relação perfeita. Se há sentimento, o que se deve fazer é procurar uma maneira de conviver com essas questões e não ignorá-las".


Respeitando os limites

Saber respeitar os limites de cada um é fundamental para o sucesso da relação amorosa, independente do fato das pessoas terem filhos ou não. Não há namoro ou casamento que sobreviva com saúde quando não há respeito pelo espaço do outro.

A individualidade de cada um deve ser preservada, sem que haja um empobrecimento da troca afetiva. Ao contrário, como uma forma de aumentar as possibilidades do casal compartilhar suas experiências.

Quando a escolha de conviver com uma pessoa implica em conviver com mais duas ou três, o respeito deve ser estendido a essas outras pessoas. Crianças têm sentimentos, gostos e vontades, como qualquer um de nós. Por isso, devem ser respeitadas e ter suas necessidades reconhecidas.

Não cometa esses erros:

querer substituir a mãe ou o pai da criança ¿ este é um dos erros mais freqüentes. Acontece porque as pessoas têm um desejo muito grande de acertar. Querem agradar o(a) parceiro(a) e acabam exagerando na dose.
Solução: é melhor não misturar as coisas. Nem nutrir a ilusão de que é odiado(a) ou que pode ser extremamente amado(a) pelas crianças. É preciso que os papéis fiquem bem definidos. Ninguém é capaz de ocupar o papel de outra pessoa. Dentro de uma relação e há espaço para todos.

querer participar da educação das crianças - as crianças atuais costumam ser educadas sem receberem limites. Quando os pais não conseguem se impor, podem acabar se transformado em pequenos tiranos. Porém, isso é responsabilidades dos pais e não do(a) companheiro(a) de um deles.
Solução: - o(a) namorado(a) deve no máximo tentar ser amigo(a) das crianças e dar algumas dicas quando achar pertinente. Mas nada de querer impor idéias ou padrões de comportamento. É importante respeitar o espaço de cada um e estar atento(a) aos sinais que a outra pessoa está emitindo. Perceber quando é a hora certa de atuar e de recuar. Não ficar preso(a) somente às próprias necessidades.

Nada de disputar atenção com as crianças

Mil Espelhos
(não sei o autor)

Tempos atrás em um distante e pequeno vilarejo, havia um lugar conhecido como a casa dos 1000 espelhos. Um pequeno e feliz cãozinho soube deste lugar e decidiu visitar. Lá chegando, saltitou feliz escada acima até a entrada da casa. Olhou através da porta de entrada com suas orelhinhas bem levantadas e a cauda balançando tão rapidamente quanto podia.

Para sua grande surpresa, deparou-se com outros 1000 pequenos e felizes cãezinhos, todos com suas caudas balançando tão rapidamente quanto a dele. Abriu um enorme sorriso, e foi correspondido com 1000 enormes sorrisos.

Quando saiu da casa, pensou:

- Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um montão de vezes.

Neste mesmo vilarejo, um outro pequeno cãozinho, que não era tão feliz quanto o primeiro, decidiu visitar a casa. Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta. Quando viu 1000 olhares hostis de cães que lhe olhavam fixamente, rosnou e mostrou os dentes e ficou horrorizado ao ver 1000 cães rosnando e mostrando os dentes para ele.

Quando saiu, ele pensou:

- Que lugar horrível, nunca mais volto aqui.

Todos os rostos no mundo são espelhos. Que tipo de reflexos você vê nos rostos das pessoas que você encontra?

Mudar Ou Morrer...

O diálogo abaixo é verídico, e foi travado em outubro de 1995 entre um navio da Marinha Norte Americana e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland. Os americanos começaram na maciota:

- Favor alterar seu curso 15 graus para norte para evitar colisão com nossa embarcação.

Os canadenses responderam de pronto:

- Recomendo mudar o SEU curso 15 graus para sul.

O americano ficou mordido:

- Aqui é o capitão de um navio da Marinha Americana. Repito, mude o SEU curso.

Mas o canadense insistiu:

- Não. Mude o SEU curso atual.

O negócio começou a ficar feio. O capitão americano berrou ao microfone:


- ESTE É O PORTA-AVIÕES USS LINCOLN, O SEGUNDO MAIOR NAVIO DA FROTA AMERICANA NO ATLÂNTICO. ESTAMOS ACOMPANHADOS DE TRÊS DESTROYERS, TRÊS FRAGATAS E NUMEROSOS NAVIOS DE SUPORTE. EU EXIJO QUE VOCÊS MUDEM SEU CURSO 15 GRAUS PARA NORTE, OU ENTÃO TOMAREMOS CONTRAMEDIDAS PARA GARANTIR A SEGURANCA DO NAVIO.

E o canadense respondeu:

- Aqui é um farol, câmbio !

Às vezes a nossa arrogância nos faz cegos. Quantas vezes criticamos a ação dos outros, quantas vezes exigimos mudanças de comportamento nas pessoas quando na verdade nós é que deveríamos mudar o nosso rumo...

Obs: DUCA! Realmente isso é uma demonstração clara da arrogancia de algumas pessoas que pensam deter o poder...

Deus Escreve Certo Por Linhas Tortas ...

"Após um naufrágio, o único sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter conseguido se agarrar a parte dos destroços para poder ficar boiando. Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha desabitada, fora de qualquer rota de navegação, e ele agradeceu novamente.

Com muita dificuldade e restos dos destroços, ele conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se proteger do sol, da chuva, de animais e, também para guardar seus poucos pertences, e como sempre agradeceu. Nos dias seguintes, a cada alimento que conseguia caçar ou colher, ele agradecia.

No entanto um dia quando voltava da busca por alimentos, ele encontrou o seu abrigo em chamas, envolto em altas nuvens de fumaça. Terrivelmente desesperado ele se revoltou, gritava chorando:

"O pior aconteceu! Perdi tudo! Deus, por que fizeste isso comigo?" Chorou tanto, que adormeceu profundamente cansado."

No dia seguinte bem cedo, foi despertado pelo som de um navio que se aproximava.

-"Viemos resgatá-lo", disseram.

-"Como souberam que eu estava aqui?", perguntou ele.

- "Nós vimos o seu sinal de fumaça"!

É comum sentirmo-nos desencorajados e até mesmo desesperados, quando as coisas vão mal. Mas, Deus age em nosso benefício, mesmo nos momentos de dor E sofrimento.

Lembrem-se: Se algum dia o seu único abrigo estiver em chamas, esse pode ser o sinal de fumaça que fará chegar até você a Graça Divina. Para cada pensamento negativo nosso, Deus tem uma resposta positiva!!!!!

Amizade e Relação Amorosa

Por: Flávio Gikovate

Aprendemos a pensar sobre as amizades como sendo um forte elo emocional entre pessoas do mesmo sexo, que se caracteriza pela ausência de interesse sexual, ao menos de forma explícita. Por essa perspectiva, a amizade corresponderia ao fenômeno do amor, livre de ingredientes eróticos. Qualquer intromissão do tipo seria fatal. A amizade desapareceria, transformando-se em relacionamento amoroso.

Cabe registrar o caráter extremamente dramático relacionado com a ruptura dos elos de amizade, em especial quando ela se dá por uma inesperada decepção com o amigo. Além da frustração pelo fim da relação gratificante, resta o gosto amargo de não se poder confiar em mais ninguém, uma espécie de decepção com toda a humanidade. Sobra também a desconfiança em relação a nós mesmos, que pensávamos ter um critério apurado para saber quem é o outro e, de repente, somos surpreendidos por um grave erro de avaliação.

A observação serve de deixa para que eu reafirme a importância de distinguirmos entre um verdadeiro elo de amizade e as ligações superficiais com pessoas conhecidas, que muitos chamam também de amigos. Amizade é coisa séria; já os conhecidos são muitos e, quase sempre, nem os conhecemos bem. Podemos ter uma impressão favorável de muitos deles, e até mesmo desenvolver um relacionamento íntimo. Mas amigo é aquele em quem confiamos plenamente. Como regra, a amizade não envolve coisas práticas, a não ser pequenas trocas de favores ou ajuda em situações dramáticas. A amizade deveria ser importante na escolha de parceiros e sócios em geral, mas isso não corresponde aos fatos.

A partir dos anos 70, muitos dos nossos processos íntimos se alteraram. Uma das causas da mudança é a crescente igualdade entre os sexos. As amizades se tornaram freqüentes entre pessoas de sexos opostos. Mas, nesse caso, pode surgir um ingrediente difícil de administrar ¿ o do desejo sexual. Refiro-me à verdadeira amizade, não àquilo que os paqueradores chamam de ¿amizade colorida¿, para sofisticar um discurso de sedução em que o objetivo é a intimidade sexual descartável.

Para as pessoas mais sérias, e falando de amizade verdadeira, cuja preservação é muito importante, o tema é intrigante. Só por puro preconceito ou por medo um homem e uma mulher deixam de parecer atraentes um para o outro em função da amizade. Era assim no passado, quando o uso da palavra amigo determinava que a sexualidade inexistia. Gostar de estar junto, de trocar idéias sobre as coisas relevantes e as sem importância, achar graça na forma do outro ser, falar, rir etc. Tudo isso, em princípio, deveria despertar o desejo de intimidade física. Será mais razoável termos intimidade física com uma pessoa amiga e confiável do que com alguém desconhecido.

Na vida real, as coisas não acontecem assim por variadas e complexas razões. Somos mais apegados aos preconceitos do que pensamos. E amizade é algo que, por princípio, não inclui sexo. Ao pensar em intimidade física entre amigos, surgem dois medos. O óbvio é o de perdemos o amigo, por algum tipo de contratempo; e o outro, talvez o mais importante, é o de que a amizade, com a introdução do elemento erótico, se torne uma paixão fulminante. O tema é fascinante e ainda voltaremos a ele.

Instituto de Psicoterapia em São Paulo

Modos de Amar

Por: Flávio Gikovate

Uma das frases que estamos acostumados a ouvir é: ¿Eu amo a meu modo¿. É claro que isso é dito em conseqüência das queixas e insatisfações do companheiro, que se sente pouco atendido em suas pretensões de carinho e atenção. Será mesmo que existem vários modos de amar? Ou será que a hipótese é usada, de má-fé, para encobrir a falta da capacidade de amar?

Há pessoas que gostam ¿ e necessitam ¿ de relações afetivas próximas e intensas, ao passo que outras preferem relações mais frouxas. Quando duas pessoas com expectativas amorosas diferentes se unem, é claro que aquela que espera um relacionamento mais intenso fica insatisfeita, mesmo quando o parceiro se dedica a ela da forma mais leal e honesta. Acho que talvez seja mais adequado pensar em diferentes graus de intensidade amorosa em vez de pensar em diferentes formas de amar.

Sim, porque esta última forma de raciocinar abre as portas para muitos tipos de comportamento claramente egoístas, em que se podem usar palavras de natureza amorosa sem que elas venham acompanhadas de comportamentos compatíveis. Dizer ¿eu te amo¿ não custa nenhum tipo de esforço ou sacrifício. Se expressões desse tipo não vêm acompanhadas de atitudes próprias desta emoção, elas são pura demagogia.

Funciona mais ou menos assim: o demagogo diz que ama a seu modo e que isto não significa ter atitudes de dedicação e agrado em relação ao seu par. Por outro lado, ele espera do parceiro a renúncia e a generosidade próprias do modo de amar do outro. O processo envolve, pois, dois pesos e duas medidas, uma vez que as pessoas que amam a seu modo nunca se relacionam intimamente com outras pessoas que amam do mesmo modo que elas, preferindo pessoas que amam de um modo mais convencional.

Temos todas as razões do mundo para desconfiar das palavras, especialmente daquelas que não vêm acompanhadas de atitudes coerentes com elas. Acho melhor encontrarmos uma só forma de descrever o amor e definitivamente só considerarmos como capazes de amar aqueles que se comportam de acordo com o descrito. Ou seja, penso que a melhor forma de conceituar o amor seja considerar que aquele que ama se sente muito bem em agradar e paparicar a pessoa amada.

Uns farão sacrifícios maiores para isso do que outros, mas todos aqueles que amam de verdade sentem-se felizes interiormente quando são capazes de proporcionar alegria e felicidade ao amado. Amar é, então, gostar de agradar a pessoa amada, ficar feliz com sua felicidade, querer ver a pessoa prosperar. É fazer todo o possível para que estas coisas se realizem.

Agradar a pessoa amada significa fazer as coisas que a deixam satisfeita e, principalmente, que a fazem sentir-se amada. E o que agrada a outra pessoa não é obrigatoriamente o que nós achamos que vai agradar. É importante observar quem se ama, conhecer seus gostos e vontades. Não tem cabimento um homem dar uma jóia de presente a uma mulher que não gosta de jóias! Às vezes vale mais uma flor do que um anel de brilhantes.

Quando não existe esse tipo de troca num relacionamento, penso que não deveríamos usar a palavra amor para descrever o elo que une duas pessoas. Não é raro que um dos indivíduos seja do tipo que sempre gosta de paparicar o parceiro, ao passo que o outro é displicente, só gosta de receber agrados, ¿ama a seu modo¿. Nesse caso, o que agrada ama, mas não está sendo amado, está sendo explorado. É co-autor de uma história de amor unilateral.

Não posso esconder as reservas que tenho em relação a esses tipos de relacionamento. Eles não fazem parte das verdadeiras histórias de amor, que são sempre trocas ricas e gratificantes para ambos os envolvidos. As verdadeiras histórias de amor acontecem quando duas pessoas amam do mesmo modo, e o sentimento provoca sempre uma enorme vontade de cuidar do amado.

Instituto de Psicoterapia em São Paulo

Resgatando o Amor e a Ética nas Relações

Por: Maria Aparecida Bressani

Os relacionamentos humanos estão em crise. Crise porque está acontecendo grande transformação na forma de se desempenhar os papéis sociais, sejam papéis como pais, sejam como homem e mulher e todos os outros. Crise porque nesta transformação de papéis não se sabe claramente o que pode ou não pode, o que é certo ou o que é errado fazer ou exigir numa relação. Mas, a pior de todas as crises é a crise moral e ética em que vivemos.

A coisa está tão séria que vemos explodir as denúncias de corrupção na política, a impunidade descabida correndo solta, vemos a violência desenfreada na sociedade humana a ponto dessa violência se infiltrar nos lares, perdendo-se todos os parâmetros. E em todas as situações sobra para nós, pobres mortais, somente a impotência!

Está certo que a informações estão chegando mais rapidamente para nós, mas o que eu vejo são as crises dos papéis sociais gerando a crise moral e ética na sociedade (que já estava frágil), trazendo assim, cada vez mais em maior proporção, a violência para dentro dos lares e em todos os ambientes habitados pelos humanos.

As relações humanas têm como pacto principal o Amor. Seja este Amor filial, fraternal, parental ou carnal. É o amor que aproxima as pessoas. A aceitação e a admiração são expressões deste Amor. Quando nos sentimos aceitos e admirados por alguém, nos sentimos amados e quando ainda por cima isso é recíproco, mais do que nunca queremos manter esta relação.

O grande problema é que só amor (o que já não é pouco numa relação) não basta, porque em nome deste amor que é dado, muitas vezes são exigidas coisas que não são do direito e nem legitimadas pelo Amor. Percebemos as invasões dos espaços do outro em nome do Amor, sentimos o desrespeito em nome deste Amor. Portanto, além de Amor, uma relação não sobrevive sem o Respeito. É fundamental respeitar a individualidade do outro, bem como nos respeitar; respeitar nossa individualidade na relação com o outro.

Outro ingrediente imprescindível em qualquer relação é a Confiança. Sem confiança não investimos, nos envolvemos e não nos entregamos em nada. Sem confiança a relação fica estabelecida na superficialidade, sem nunca saber, realmente, com quem estamos e quem está conosco não sabe, de verdade, quem somos.

Mas, para que haja respeito e confiança numa relação é absolutamente fundamental que haja Educação. E o que é Educação?

Eu chamo de se ter Educação quando a pessoa ter um mínimo de consciência de seus limites ¿ direitos e deveres - enquanto indivíduo, em toda e qualquer situação de vida ¿ ou seja, noções básicas de ética!

Hoje é justamente pela deficiência de parâmetros claros e definidos de tais limites, que as pessoas estão muito mais autocentradas em suas próprias necessidades. Não estão conseguindo pensar no outro, nas necessidades do outro e, conseqüentemente, não confiam que o outro genuinamente possa fazê-lo também.

Estão todos vivendo pelo ¿princípio do prazer¿, como diria Freud; porque lidar com a realidade realmente não é fácil.

As pessoas querem ter tudo, mas não querem dar nada. Pararam na fase dos três anos de idade: querem viver e experimentar tudo o que a vida se lhes apresenta, mas não querem assumir nenhum compromisso e responsabilidade sobre isso, como qualquer adulto saudável faria. Isto é princípio do prazer. Viver o bem bom da vida sem qualquer comprometimento de sua parte.

Está faltando ¿ coletivamente ¿ maturidade para viver a vida realisticamente. Falta o desenvolvimento de valores morais e éticos na relação com a vida e, conseqüentemente, na relação com as pessoas.

A vida e as relações humanas são feitas de direitos e deveres, mas se não existe um certo grau de desenvolvimento de valores éticos e morais ¿ que eu chamo de educação (porque é na educação recebida que se formam tais valores) ¿ acaba por estabelecer-se contatos e relacionamentos pautados apenas nos ¿meus direitos¿ e totalmente inconsciente dos ¿meus deveres¿ ¿ como qualquer criança de três anos de idade!

Por isto é importante desenvolver a consciência de onde termina você e onde começa o outro.

Mas quais são a suas necessidades e quais são as necessidades do outro dentro das relações?

Ter ¿noção¿ de ética e moral é o princípio sine qua non para se estabelecer qualquer relação.

Eu entendo por Ética como conduta de vida, onde sempre precisa estar presente um pensamento básico: ¿Tudo que me faz mal, que me incomoda, que me deixa infeliz provavelmente poderá também afetar o outro e fazer-lhe mal, incomodá-lo e deixa-lo infeliz¿.

Um exemplo claro é: se eu tenho um relacionamento fixo com alguém e se me sinto atraído por outro alguém (o que é absolutamente natural que aconteça!), como devo proceder? Devo exercer minha atração e me envolver em paralelo com esta outra pessoa?

Caso eu o faça, dentro dos parâmetros éticos ¿ baseado no pacto de confiança e respeito dentro da relação (o que lhe seria próprio) ¿ estaria traindo a confiança do parceiro fixo.

Se fosse o contrário: se meu parceiro fixo atuasse sua atração em paralelo à sua relação comigo, como eu me sentiria?

O problema é que a maioria das pessoas não faz este tipo de exercício ético: se colocar no lugar do outro.

E é isto que eu chamo de conduta ética: é saber que o que me atinge como indivíduo e ser humano poderá atingir também o outro, como indivíduo e ser humano.

Independentemente do que a convenção social determina como modelo de atuação para os papéis que representamos (não podemos nos esquecer que a sociedade é formada por cada um de nós ¿ portanto, nós é que verdadeiramente determinamos os modelos dos papéis sociais a desempenhar), jamais devemos nos esquecer de que a base para a relação indivíduo/indivíduo é a ética e a moral, que tem como princípio básico o respeito e a confiança. Caso contrário, o que teremos é uma banalização da vida e, conseqüentemente, das relações que se tornam cada vez mais descartáveis. Todos se tornam descartáveis porque falta amor e respeito pela vida, bem como falta confiança de que a vida proverá.

É importante que cada um de nós faça a sua parte para sair da impotência na qual socialmente entramos com a crise que se instalou: resgatar finalmente o Amor e a Ética, em princípio na nossa própria vida e depois estender este ¿resgate¿ em todas as nossas relações. Precisamos entender que, realmente, depende única e exclusivamente de cada indivíduo expressar Amor e Ética na própria vida, nas relações pessoais e na sociedade humana de modo geral.

Enquanto o amor não vem

O que fazer nesse meio tempo, quando a solidão muitas vezes pode ser tão dolorosa e o tédio, imenso? Em vez de se deixar contaminar pelo desânimo ou pelo desespero que acaba fazendo com que você aceite a companhia de qualquer pessoa, mergulhe na cura interior.

Estabeleça um diálogo consigo mesmo(a). É fundamental ouvir-se, questionar-se, analisar comportamentos, atitudes e desejos, para encontrar um novo ideal de conduta e de relacionamento. E assim, aprender a buscar a felicidade de um amor duradouro e a descartar aqueles que certamente só lhe trarão sofrimento.

Saber viver o tempo de estar só é a oportunidade para um verdadeiro renascimento. A entressafra amorosa pode ser o momento ideal para a construção de uma vida a dois maravilhosa. Aproveite para mudar os seus padrões de comportamento e fazer uma revisão do que não tem funcionado nos seus relacionamentos.

Para ser feliz no amor é fundamental ter uma boa auto-estima e alimentar o desejo de tornar-se cada vez melhor e de crescer sempre. Acredite ou não, a felicidade amorosa começa justamente quando estamos sozinhos, à espera do amor.

O ponto de partida para o amor bem sucedido é compreender que você é a única pessoa que pode fazer por você aquilo que, provavelmente, vem desejando que o(a) parceiro(a) faça.

Alimente o amor-próprio e saiba dar um tempo para se ouvir, rir, abraçar-se carinhosamente. Um tempo só seu, em silêncio, para que seja possível entrar em contato com os seus sentimentos mais profundos e alimentar o amor pelo ser que você é e que já tem tudo o que precisa para ser feliz.

Uma boa auto-estima significa, também, saber cuidar-se. Estar atento(a) para as suas necessidades, potencialidades, desejos verdadeiros. Se não se dedicar a você mesmo(a), continuará procurando fora aquilo que só encontrará em seu interior.

Alimentar a expectativa de um(a) parceiro(a) que corresponda à todas as suas expectativas é o caminho mais curto para fazer os seus relacionamentos naufragarem.

Pare de se criticar. Em vez de remoer fracassos ou e afogar-se na própria raiva e frustração, aceite os fatos que aconteceram em sua vida, principalmente, aqueles que passaram e que não podem ser refeitos.

Procure identificar o padrão de comportamento e as razões que costumam levar ao fim os seus relacionamentos amorosos.

Enquanto não perceber o que é que você costuma fazer e que não está funcionando, não adiantará mudar por fora, ganhar dinheiro, ou realizar outras mudanças externas.

Limpar o passado significa entrar em contato com a sua verdade, com aquilo que você é, aceitando-se e entrando num movimento natural de expansão da vida.

Isso quer dizer assumir um compromisso com o crescimento contínuo, a melhoria constante, a superação das próprias dificuldades, o aumento da capacidade de ver o outro. Desenvolver a capacidade de se colocar no lugar do outro, de trocar e compartilhar sem comprometer seus valores fundamentais.

Livre-se de crenças como: "Não posso viver sem o(a) fulano(a), que é o meu amor" ou "Deve haver algo errado comigo", "Todo mundo é melhor do que eu", assim por diante.

As experiências dolorosas nos ensinam que é preciso parar, analisar, questionar-se e encontrar a verdade dentro de nós. Sem medo nem vergonha de encarar a realidade de frente. É fundamental afastar o hábito das desculpas e justificativas que não levam a nada e não passam de uma tentativa de tentar racionalizar o que não está funcionando.

Quando não se está feliz afetivamente, é comum acreditar-se que é preciso encontrar alguém especial para voltar a ser feliz. Isso explica porque tanta gente se atira em um relacionamento após o outro, com medo de ficar só e não suportar o contato com as suas questões.

O melhor a fazer é aprender com os relacionamentos passados e utilizá-los como espelhos que refletem os seus problemas a serem trabalhados.

Ao fazer isso, você encontrará as ferramentas para solucionar os problemas e se dará conta da importância da atitude no seu relacionamento consigo próprio(a) e com o outro.

Tenha disposição para mudar. Esta disposição acaba com os gérmens da culpa, da vergonha, do fracasso, da raiva, do medo e do ressentimento. Desejar tornar-se melhor para si mesmo(a) e para os outros é um bom começo. Mantenha a auto-vigilância e observe como passa a agir.

Se em algum momento desse processo você se sentir desanimado(a) e preso(a) a comportamentos negativos, sente-se, respire fundo e repita para si mesmo(a): ¿Esse é apenas um reflexo de algo que estou manifestando agora. Não é o meu ser verdadeiro.

Faça uma escolha diferente. Mude de idéia. Logo, estará mais calmo(a) e em condições de agir de forma positiva.

Quando sentir-se atraído(a) por alguém, cuidado com táticas desesperadas de conquista. Muitas vezes, quando uma pessoa começa a fazer todo o esforço do mundo para conquistar outra, acaba se afastando de sua verdade: diz coisas que não diria normalmente (e até o que não acredita), tem atitudes que não teria e perde o seu eixo, tira os pés do chão. Em pouco tempo acabará se desrespeitando e iniciando um romance que não terá base de sustentação e acabará desabando.


Cuidado com esse incontrolável desejo de agradar

Com freqüência, de tanto querer agradar e fazer tudo certinho, corre-se o risco de extrapolar. Isso se aplica a diversos aspectos da convivência, como:

Dar mais atenção ao outro do que o outro gostaria.

Sair super produzido(a) para um programa simples como um cineminha ou um café.

Dar uma de atleta sexual na primeira vez que faz amor com aquela pessoa.

Encher o outro de perguntas, querer logo saber tudo sobre a outra pessoa. Quem gosta de um(a) detetive no pé?

Controle o desejo de criar intimidade ou de agradar. "Caso contrário, você só conseguirá assustar o outro, que ira fugir", diz Vilma Ferreira.

A verdade é que a dedicação exagerada assusta e dificilmente agrada. A melhor atitude é ser o mais autêntico(a) possível em vez de ficar fazendo "tipo."

Não tenha vergonha de ser natural, de dizer o que pensa, mostrar como vive, de contar suas preferências, ser você mesmo(a). É importante ir devagar, saber que tudo leva um tempo para acontecer e não tentar apressar esse ritmo.

Quem quer aprender a ser um bom parceiro(a) amoroso(a), deve, antes de tudo, aprender a ser um bom parceiro para si mesmo. "Saber agradar-se, respeitar-se e gostar de si mesmo é fundamental para a conquista da felicidade", diz a psicóloga. Quem consegue ser feliz sozinho é capaz de ser generoso(a) e equilibrado(a) e demonstra ter condições vitais para conquistar alguém e ser vitorioso no amor.



Abrindo a passagem para o amor ou...
Auto-estima: chave para a vida a dois
Aprenda a viver só e a gostar de sua própria companhia
Abrindo a passagem para o amor ou...

não deixe o passado atrapalhar o seu presente
Nada de ficar remoendo frustrações e casos mal-resolvidos. Se o seu histórico amoroso não traz recordações muito agradáveis ou se seu último relacionamento só lhe deu dor de cabeça, o melhor a fazer é aprender com a experiência, descartar o que não funciona e concentrar-se em ser feliz.

¿Prender-se à infelicidade vivida impossibilita que a pessoa mantenha o pensamento otimista e positivo quanto ao presente e ao futuro¿, diz a psicóloga Vilma Ferreira. Ou seja, ao projetar o passado no presente, ela não consegue mudar a freqüência de seus pensamentos e sentimentos.

Quando vem a se envolver com alguém, a tendência é repetir os erros já cometidos ou mesmo querer descontar no(a) parceiro(a) a frustração que sente em relação ao passado.

Isso acontece porque, sem querer, muitas vezes, a pessoa projeta no futuro as experiências passadas e afasta a possibilidade de novos e mais felizes relacionamentos. A razão? Medo de sofrer novamente.

É preciso estar atento(a) e "impar" o passado para dar passagem a um novo amor. Esse processo tem início com a percepção de que todo relacionamento amoroso é o resultado da interação entre os parceiros. Se algo não foi bom, nada de se colocar no papel da vítima e colocar a culpa no outro(a).

Ao assumir a responsabilidade por suas escolhas você terá em suas mãos as rédeas da sua vida e poderá tomar posse do poder sobre a própria felicidade.


As motivações que levam à busca de um relacionamento amoroso.

Por incrível que pareça, as pessoas buscam relacionamentos por razões que nem sempre são as melhores. Muitas vezes, o que as motivam são sentimentos negativos, mesmo que não se dêem conta disso.

Embora quase todo mundo procure um(a) parceiro(a) e deseje um relacionamento estável, existem motivações positivas e negativas que nos induzem a um relacionamento afetivo. Veja, a seguir, como reconhecer as mais comuns.


Motivações Positivas

desejo de intimidade- nesse mundo caótico e individualista, desejar dividir a vida com alguém aceitando a outra pessoa como ela é e mostrando-se, do modo mais honesto possível, é sinal de capacidade de viver a cumplicidade desejável de um relacionamento a dois.

necessidade de compartilhar o afeto - se na vida profissional a competitividade impera, poder dar e receber sem reservas, apoiando o(a) parceiro(a) incondicionalmente nas suas conquistas pessoais, é um privilégio da maturidade emocional.

companheirismo - quem é que não quer um(a) amigo(a) pra todas as horas? O amor saudável é amigo e os casamentos mais bem sucedidos são aqueles em que os parceiros desenvolvem um grande amizade entre si e, não raro, tornam-se os melhores amigos um do outro.

ambição de construir uma família ¿ mesmo que a idéia não seja para já, o desejo de formar uma família motiva a busca pelo amor verdadeiro.

sexo com amor - tem coisa melhor? Quando a pessoa descobre o quanto é bom fazer amor, dificilmente consegue passar a vida fazendo só sexo.


Motivações Negativas

medo de ficar só - uma auto-estima baixa faz com que a pessoa se sinta incapaz de viver sem um(a) parceiro(a) e fique com alguém apenas para não ficar sozinho(a). Para viver um relacionamento amoroso é preciso se amar antes de querer amar outra pessoa.

Dependência ¿ a dependência do outro significa imaturidade emocional e impossibilita a pessoa de ser dona de si mesma, da sua vontade e até mesmo de seu destino. Compartilhar é bem diferente de esperar que o outro que resolva todos os seus problemas ou atenda as suas expectativas.

Necessidade de ter uma muleta ¿ existem pessoas incapazes de encarar a vida de frente, seja por causa de traumas do passado ou por acreditarem que não têm capacidade para dirigir a própria vida. Esse tipo precisa sempre ter alguém por perto para solucionar pequenos e grandes problemas.

Necessidade de dar satisfações aos outros ¿ pessoas que acham que não ter um relacionamento é motivo de vergonha, que têm medo da opinião e do julgamento dos outros e temem ser vistas como "difíceis", "complicadas" ou "inferiores" pelo fato de não ter uma parceria amorosa, podem se unir a alguém apenas por uma questão de manter uma imagem.

Incapacidade de ficar sem sexo ¿ existem pessoas que idolatram o sexo e fazem questão de ter um(a) parceiro(a) garantido(a) para satisfazer seus desejos. Esse tipo pode ficar com alguém visando sexo garantido. Não percebe que o sexo sem amor não alimenta o relacionamento e termina por sugar a própria energia.

Não adianta: a pessoa pode ser linda, ter um bom emprego, morar num apartamento maravilhoso, dirigir um carrão. Também pode ter um papo ótimo, ser agradável, gentil e sensual. Se, apesar de tantas qualidades não tiver uma boa auto-estima, dificilmente conseguirá conquistar alguém ou, o que é mais complicado, manter a conquista.

"A auto-estima é a mola propulsora de uma série de outros sentimentos fundamentais", diz a psicóloga Vilma Ferreira.

"Quando a pessoa se sente segura em relação a si mesma e se gosta, torna-se carismática. Além disso, não desenvolve sentimentos negativos de auto-depreciação, como possessividade, medo de perder e ciúme", afirma.

A auto-estima elevada também nos impede de embarcar em relacionamentos complicados, doentios ou equivocados, porque a intuição funciona como um alarme. Mesmo que a pessoa esteja sozinha e queira muito encontrar alguém para amar, ela é capaz de recuar diante de um(a) parceiro(a) interessante, mas que seja um risco à sua felicidade.


Você tem uma boa auto-estima quando...

...gosta de si mesmo(a), por isso se valoriza. Não se deixa maltratar nem aceita menos do que sabe que merece. Mas também não é arrogante nem tem mania de grandeza.

...é seletivo(a) e não se envolve com qualquer pessoa. Sabe escolher bons amigos e bons parceiros. Não se liga a alguém por carência afetiva ou sexual.

...tem auto-confiança e sabe defender suas crenças e pontos-de-vista. Por isso, não sai por aí concordando com o que os outros dizem apenas para ser agradável. Nem se deixa ficar arrasado(a) pela atitude ou palavras de outra pessoa. Respeita a opinião alheia mas sabe o que quer.

...tem auto-respeito e sabe se colocar. Não admite ser destratado(a) nem compactua com comportamentos que vão contra os seus valores. Por saber se respeitar, respeita a todos, sem julgamentos. Sabe que cada um vive um estágio de consciência e é responsável por si.

...é alto astral, alegre e otimista. Acredita no futuro e em si mesmo(a). Não perde tempo com desânimo nem aluga os outros com reclamações.

...não é vítima de sentimentos negativos como ciúme, possessividade, insegurança. Trata-se de alguém que se garante!

...não aceita tornar-se um refém do próprio passado, por mais difícil e doloroso que ele tenha sido. Sabe que a vida acontece aqui e agora e que não é por acaso que o presente se chama ¿presente¿.

Você sabe dar e respeitar seus limites na relação?

Você não tem mais amigos só seus, não dá mais palpite, não vive, literalmente, sem a companhia do outro? Será que você é a pessoa do casal que cede o tempo inteiro?

Querer mudar essa situação já é um passo e tanto. Veja quais são suas prioridades a partir de então:

Identifique suas preferências e seus gostos. Se você não vê a menor graça em almoçar com a sogra, por que não sugere um programa mais interessante?

Reconheça e conquiste seu próprio limite. Nada mais estimulante para o outro do que uma pessoa que se gosta e que sabe das suas potencialidades. Aumenta o tesão.

Fale das suas vontades e do que incomoda você. Isso não quer dizer esperar que o outro realize todos os seus desejos da noite para o dia. Quer dizer, sim, para você dizer com todas as letras que tem desejos (ainda bem!).

Aceite o limite do outro, sem mágoas. Conquistar espaço é assim mesmo: um passo para frente e dois para trás. Afinal, vocês serão felizes na medida em que aceitarem as suas diferenças.

Invista nos momentos a dois, preparando-se para o encontro como se fosse sempre a primeira vez. Ai, que delícia! Isso dispensa explicações.

É certo que, para o homem, sempre foi mais fácil a busca e a conquista deste espaço; no entanto, hoje em dia, com o avanço cada vez maior da mulher no mercado de trabalho, a definição de sua vida própria já não parece algo surpreendente. Mesmo ainda sendo freqüentes os conflitos originados justamente por esta independência moral e financeira alcançada pela mulher, e o choque que esta realidade causa ao esteriótipo "mulher do lar".

A idéia que se deve ter em mente, é que delimitar o espaço não significa abandonar ou deixar o outro de lado. E nas palavras da psicóloga Alessandra Cassia L. Barbieri, "é preciso que as pessoas compreendam que só conseguirão sustentar uma relação, se forem capazes de sobreviver sozinhas. Também é importante saber que o seu relacionamento não pode ser a única fonte de prazer em sua vida¿, diz ela.


Sexta-feira, Janeiro 16, 2004

Carreira de um Analista de Sistemas

Nas grandes empresas (Bradesco, Votorantim, Sony, BrasilTelecom, GM, ou qualquer empresa que tenha um grande numero de pessoal de tecnologia) rola o que eles chamam de carreira em Y. Essa denominaçao foi criada para que os profissionais que não quiserem passar para a área administrativa possam continuar subindo na empresa na área técnica, e ganhando melhores salários. Porém, todo mundo reclama que é dificílimo ser promovido. Entao alguém criou o guia de como ser promovido na carreira em Y.

O indivíduo começa como Analista 1 e pode chegar a ser Analista 8. Os Analistas 1 sao comumente conhecidos como Analistas baby, ou seja, um pouco mais que estagiários. Condiçoes necessárias para vocês virarem Analistas 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8:

Analistas 2 e 3
Faça o seu dever, cumpra seus prazos, fique algumas vezes depois do horário, faça cursos de aperfeiçoamento, seja sociável e trabalhe em equipe.

É necessário destruir plantações de pepinos (pepino = problema). Noçoes de Inglês Técnico
Exemplo: Humanos normais

Analista 4
Idem ao anterior + Matar um leão por dia (leão = um grande problema), com uma carga horária de 12 horas diárias. Ser responsável por 30% a administraçao de uma rede pequena tipo 700 usuários.
Inglês, espanhol e Visual Basic obrigatórios + 1 linguagem desejável
Exemplo: Fodões

Analista 5
Idem ao anterior + Um dragão por semana (dragão = é uma problema enorme), com uma carga horária diária de 16 horas sem feriados. Ser responsável por 40% da administraçao de uma rede do tipo 1.000 usuários.
Inglês, francês, japonês, espanhol, VB e C++obrigatórios.
Exemplo: Mister M, David Coperfield, Padre Quevedo.

Analista 6
Idem aos anteriores, só que, mata-se 1 leão por hora, um dragão por dia, um ALIEN por semana (ALIEN = é um problema do outro mundo) e mais uma área equivalente a meio globo terrestre em plantações de pepino. Carga horária diária de 20 horas. Ser responsável por 75% da administraçao de uma rede de 2.500 usuários e 30% de todos os projetos internos de tecnologia.
Inglês, francês, alemao, japonês, espanhol, aramaico, latim, mandarim, vietnamita, VB, C++, ASP, DHTML, Cobol obrigatórios.
Exemplo: Criaturas Mitológicas, Gnomos, NINJAS com o poder dos 9 cortes.
OBS: Assim como os NINJAS, somente um Analista 6 pode matar um Analista 6.

Analista 7
Idem aos anteriores, só que, os leões e dragões fogem de você. Você terá que caçá-los em outras dimensões e planetas. Uma área equivalente a uma estrela classe 5 (Sol) em plantações de pepino e três ALIENS e um PREDADOR por dia (PREDADOR = é um problema impossível de ser resolvido, exemplo, fazer um corpo com massa viajar com velocidade acima da velocidade da luz).
Carga horária diária de 25 horas. Ser responsável por 100% da administraçao de uma rede de 6.000 usuários e 60% de todos os projetos internos de tecnologia.
Inglês, francês, alemao, japonês, italiano, espanhol, aramaico, latim, mandarim, vietnamita, BORG, Taelon, Klingon, Volcano,
pascal, fortran, C#, ASP, JAVA, XML, EasyTrieve, IMS/DC e todas as 13500 línguas e dialetos que o C3PO fala no filme Star Wars, obrigatórios.
Exemplo: Mago Merlin, JEDIs como Luck Skywalker e Obi-Wan Kenobi, Mestre Yoda (daí o nome de carreira em Y), Darth Maul, SPECTROMAN. Não desanime, conseguir você irá, um analista 7 você será. Grande poder tem o lado negro ADMINISTRATIVO da FORÇA. Você também terá que ser um HIGHLANDER, pois só com uma vida eterna você terá tempo para atingir este cargo, mas não se esqueça que só pode haver um e não deixe que nenhum outro analista 7, corte sua cabeça.

Analista 8
É o cargo máximo no UNIVERSO e você será considerado como o mestre dos elementos. Você terá o poder sobre a vida e a morte dos seres, logo você não precisa mais matá-los, você apenas deseja que os problemas se resolvam ou cria novas leis físicas no universo para que isso aconteça. E você irá perdoar a todos. Você será onisciente, onipresente e onipotente. Carga
horária diária indefinida, para você o tempo e o espaço já não existem. Ser responsável por 100% dos projetos e 100% da área de tecnologia de uma empresa de 30.000 usuários, em 7 dias.
Exemplo: DEUS, BUDA, ALÁ, ZEUS, ODIN, A FORÇA.

Perceberam como é simples desenvolver carreira técnica???

Ditados Gaúchos

  • Quieto no Canto como guri cagado...
  • Mais ligado que rádio de preso
  • Mais curto que coice de porco
  • Firme que nem prego em polenta
  • Mais nojento que mocotó de ontem
  • Saracoteando mais que bolacha em boca de véia
  • Solto que nem peido em bombacha
  • Mais curto que estribo de anão
  • Mais pesado que sono de surdo
  • Calmo que nem água de poço
  • Mais amontoado que uva em cacho
  • Mais perdido que cego em tiroteio
  • Mais perdido que cachorro em dia de mudança
  • Mais perdido do que cusco em procissão
  • Mais faceiro que guri de bombacha nova
  • Mais assustado que véia em canoa
  • Mais angustiado que barata de ponta-cabeça
  • Mais por fora que quarto de empregada
  • Mais por fora que surdo em bingo
  • Mais sofrido que joelho de freira em semana Santa
  • Feliz que nem lambari de sanga
  • Mais ansioso que anão em comício
  • Mais apertado que bombacha de fresco
  • Mais apressado que cavalo de carteiro
  • Mais arisca do que china que não quer dar
  • Mais atirado que alpargata em cancha de bocha
  • Mais baixo que vôo de marreca choca
  • Mais bonita que laranja de amostra
  • De boca aberta que nem burro que comeu urtiga
  • Mais chato que gilete caída em chão de banheiro
  • Mais caro que argentina nova na zona
  • Mais cheio que corvo em carniça de vaca atolada
  • Mais constrangido que padre em puteiro
  • Mais conhecido que parteira de campanha
  • Mais comprido que puteada de gago
  • Mais comprido que cuspe de bêbado
  • Mais coxuda que leitoa em engorde
  • Devagarzito como enterro de viúva rica
  • Mais difícil que nadar de poncho
  • Mais duro que salame de colônia
  • Mais encolhido que tripa na brasa
  • Extraviado que nem chinelo de bêbado
  • Mais faceiro que mosca em tampa de xarope
  • Mais faceiro que ganso novo em taipa de açude
  • Mais faceiro que pica-pau em tronqueira
  • Mais feliz que puta em dia de pagamento de quartel
  • Mais feio que briga de foice no escuro
  • Mais feio que sapato de padre
  • Mais feio que paraguaio baleado
  • Mais feio que indigestão de torresmo
  • Mais firme que palanque em banhado
  • Mais por fora que cotovelo de caminhoneiro
  • Mais gasto que fundilho de tropeiro
  • Mais gostoso que beijo de prima
  • Mais grosso que dedo destroncado
  • Mais grosso que rolha de poço
  • Mais grosso que parafuso de patrola
  • Mais informado que gerente de funerária
  • Mais medroso que cascudo atravessando galinheiro
  • Mais nervoso que potro com mosca no ouvido
  • Quente que nem frigideira sem cabo
  • Mais sério que defunto
  • Mais sujo que pau de galinheiro
  • Tranqüilo que nem cozinheiro de hospício
  • Tranqüilo que nem água de poço
  • Bobagem é espirrar na farofa
  • Mais gorduroso que telefone de açougueiro
  • Mais perdido que cebola em salada de frutas
  • Mais feliz que gordo de camiseta
  • Mais chato que chinelo de gordo

    Obs.:Não perguntem de onde tirei isso, porque:
  • Quem revela a fonte é água mineral!!!
  • A BANDA

    Estava fulo da vida
    Quando o PT me chamou
    Pra ver a coisa mudar
    Com Lula paz e amor

    A minha gente sofrida
    Então no Lula votou
    Pra ver a coisa mudar
    Cantando coisas de amor

    O empresário que já tava quebrado votou
    O operário que nem tava jantado votou
    A estudantada que não tinha escola
    Votou para ver, ouvir, e dar passagem

    O camponês há muito tempo calado sorriu
    O nordestino que já tinha murchado se abriu
    E a igrejada toda se assanhou
    Pra ver o Lula mudar o que o Fernando estragou

    Estava fulo da vida
    Quando o PT me chamou
    Pra ver a coisa mudar
    Com Lula paz e amor

    A minha gente sofrida
    Então no Lula votou
    Pra ver a coisa mudar
    Cantando coisas de amor

    O aposentado se esqueceu do cansaço e pensou
    Qu'inda era moço pra sair do terraço e dançou
    A professora debruçou na janela
    Pensando que a banda tocava pra ela

    A arenga velha se espalhou na avenida e insistiu
    A militante que vivia escondida surgiu
    E a minha pátria toda se enfeitou
    Pra ver o Lula mudar o que o Fernando deixou

    Mas para meu desencanto
    O que era doce acabou
    Tudo ficou no lugar
    Depois que o Lula chegou

    E cada qual no seu canto
    Em cada canto uma dor
    Depois que o Lula chegou
    Cantando coisas de amor

    O Escorpião

    Um mestre oriental que viu que um escorpião estava se afogando decidiu tirá-lo da água, mas quando o fêz o escorpião o picou. Pela reação de dor, o mestre o soltou e o animal caiu de novo na água e estava se afogando de novo.

    O mestre tentou tirá-lo novamente e novamente o animal o picou.

    Alguém que estava observando se aproximou do mestre e lhe disse: "Desculpe-me mas você é teimoso ! Não entende que todas as vezes que tentar tirá-lo da água ele irá picá-lo ?".

    O mestre respondeu: "A natureza do escorpião é picar, e isto não vai mudar a minha, que é ajudar".

    Então, com a ajuda de uma folha o mestre tirou o escorpião da água e salvou sua vida.

    Não mude sua natureza se alguém te faz algum mal; apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. "Quando a vida te apresentar mil razões para chorar, mostre-lhe que tens mil e uma razões pelas quais sorrir."

    Pense Nisso !!

    Obs: Tem certas mensagens que nos fazem pensar profudamente, principalmente quando estamos em dificuldades

    Se o amanhar não vier

    Se eu soubesse que essa seria a ultima vez que veria voce dormir, Se eu soubesse que essa seria a ultima vez que veria voce sair pela porta, eu aconchegaria vc mais apertado, e rogaria ao Senhor que protegesse vc. Eu abraçaria, beijaria vc, e chamaria vc de volta, para abraçar e beijar uma vez mais.Se eu soubesse que essa seria a ultima vez que eu ouviria a sua voz em oração, eu filmaria cada gesto, cada palavra sua, para que eu pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.Se eu soubesse que essa seria a ultima vez eu gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer: EU TE AMO , ao invés assumir que vc já sabe disto. Se eu soubesse que essa seria a ultima vez eu estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, ao invés de pensar:''bem, eu tenho certeza que outras oportunidades virão, então eu posso deixar passar esse dia''. é claro'' que haverá outro dia para dizermos um ao outro ''eu te amo'', e certamente haverá uma outra chance de dizermos um ao outro:'' posso te ajudar em alguma coisa?''Mas no caso de eu estar errado e ser hoje o ultimo dia que temos eu gostaria de dizer a vc o quanto eu amo vc.

    O DIA DE AMANHA NÃO ESTA PROMETIDO PARA NINGUÉM, JOVEM OU VELHO E HOJE PODE SER SUA ULTIMA CHANCE DE SEGURAR BEM APERTADO, A PESSOA QUE VC AMA. SE VC ESTA ERSPERANDO PELO AMANHA PQ NÃO FAZER HJ?PQ SE O AMANHA NÃO VIER VC SE ARREPENDERA PELO RESTO DE SUA VIDA, DE NÃO TER GASTO AQUELE TEMPO EXTRA EM UM SORRISO, EM UM ABRAÇO, NUM BEIJO, PQ VC ESTAVA MUITO OCUPADO, PARA DIZER PARA AQUELA PESSOA AQUILO QUE ACABOU SENDO SEU ULTIMO DESEJO.

    ENTÃO ABRACE O SEU AMADO, A SUA AMADA, O SEU AMIGO, A SUA AMIGA, AQUELE PAQUERA TEIMOSO, AQUELA MOÇA QUE TANTO GOSTA DE VC É SO VC NÃO PERCEBE ISSO, O SEU FILHO, A SUA FILHA, O SEU PAI , A SUA MÃE , OS SEUS AVÓS, BEM APERTADO SUSSURRE NOS SEUS OUVIDOS , DIZENDO O QUNATO OS AMA, GASTE SEU TEMPO DIZENDO:

    ME DESCULPE, POR FAVOR, OBRIGADA, NÃO FOI NADA, TUDO BEM... PQ SE O AMANHÃ JAMAIS CHEGAR, VC NÃOI TERA QUE SE ARREPENDER PELO DIA DE HJ!!!!!

    Obs: Este texto foi anexado no mural de comunicação interna da united airline um dia após o atentado terrorista, pelo esposo de uma das aeromoças mortas. Fala de coisas que já ouvimos outras vezes mas, devido ás atuais circunstancias, acho que vale a pena relembrar...como também praticar....comece agora!!!!

    Obs: Recebi este em um e-mail de uma grande amiga.

    A História de Kyle

    Um dia, quando eu era calouro na escola, vi um garoto de minha sala caminhando para casa depois da aula. Seu nome era Kyle. Parecia que ele estava carregando todos os seus livros. Eu pensei: "Por que alguém iria levar para casa todos os seus livros numa Sexta-Feira? Ele deve ser mesmo um C.D.F" !! O meu final de semana estava planejado (festas e um jogo de futebol com meus amigos Sábado à tarde), então dei de ombros e segui o meu caminho. Conforme ia caminhando, vi um grupo de garotos correndo em direção a Kyle. Eles o atropelaram, arrancando todos os livros de seus braços, empurrando-o de forma que ele caiu no chão. Seus óculos voaram e eu os vi aterrisarem na grama há alguns metros de onde ele estava. Kyle ergueu o rosto e eu vi uma terrível tristeza em seus olhos. Meu coração penalizou-se! Corri até o colega, enquanto ele engatinhava procurando por seus óculos. Pude ver uma lágrima em seus olhos. Enquanto eu lhe entregava os óculos, disse: "Aqueles caras são uns idiotas! Eles realmente deviam arrumar uma vida própria".

    Kyle olhou-me nos olhos e disse, "Ei, obrigado"!. Havia um grande sorriso em sua face.

    Era um daqueles sorrisos que realmente mostram gratidão. Eu o ajudei a apanhar seus livros e perguntei onde ele morava. Por coincidência ele morava perto da minha casa. mas não havíamos nos visto antes, porque ele freqüentava uma escola particular.

    Conversamos por todo o caminho de volta para casa e eu carreguei seus livros Ele se revelou um garoto bem legal.

    Perguntei se ele queria jogar futebol no Sábado comigo e meus amigos. Ele disse que sim. Ficamos juntos por todo o final de semana e quanto mais eu conhecia Kyle, mais gostava dele. Meus amigos pensavam da mesma forma.

    Chegou a Segunda-Feira e lá estava o Kyle com aquela quantidade imensa de livros outra vez! Eu o parei e disse: "Diabos, rapaz, você vai ficar realmente musculoso carregando essa pilha de livros assim todos os dias!". Ele simplesmente riu e me entregou metade dos livros. Nos quatro anos seguintes, Kyle e eu nos tornamos mais amigos, mais unidos.

    Quando estávamos nos formando começamos a pensar em Faculdade. Kyle decidiu ir para Georgetown e eu para a Duke. Eu sabia que seríamos sempre amigos, que a distância nunca seria problema. Ele seria médico e eu ia tentar uma bolsa escolar no time de futebol.

    Kyle era o orador oficial de nossa turma. Eu o provocava o tempo todo sobre ele ser um C.D.F. Ele teve que preparar um discurso de formatura e eu estava super contente por não ser eu quem deveria subir no palanque e discursar.

    No dia da Formatura Kyle estava ótimo. Era um daqueles caras que realmente se encontram durante a escola. Estava mais encorpado e realmente tinha uma boa aparência, mesmo usando óculos. Ele saía com mais garotas do que eu e todas as meninas o adoravam! Às vezes eu até ficava com inveja. Hoje era um daqueles dias. Eu podia ver o quanto ele estava nervoso sobre o discurso. Então, dei-lhe um tapinha nas costas e disse: "Ei, garotão, você vai se sair bem!". Ele olhou para mim com aquele olhar de gratidão, sorriu e disse: -"Valeu" !! Quando ele subiu no oratório, limpou a garganta e começou o discurso:

    "A Formatura é uma época para agradecermos àqueles que nos ajudaram durante estes anos duros. Seus pais, professores, irmãos, talvez até um treinador... mas principalmente aos seus amigos. Eu estou aqui para lhes dizer que ser um amigo, para alguém, é o melhor presente que você pode lhes dar. Vou contar-lhes uma história" :

    Eu olhei para o meu amigo sem conseguir acreditar enquanto ele contava a história sobre o primeiro dia em que nos conhecemos.

    Ele havia planejado se matar naquele final de semana! Contou à todos como havia esvaziado seu armário na escola, para que sua Mãe não tivesse que fazer isso depois que ele morresse e estava levando todas as suas coisas para casa.

    Ele olhou diretamente nos meus olhos e deu um pequeno sorriso.

    - "Felizmente, meu amigo me salvou de fazer algo inominável" !

    Eu observava o nó na garganta de todos na platéia enquanto aquele rapaz popular e bonito contava à todos sobre aquele seu momento de fraqueza. Vi sua mãe e seu pai olhando para mim e sorrindo com a mesma gratidão. Até aquele momento eu jamais havia me dado conta da profundidade do sorriso que ele me deu naquele dia.

    Nunca substime o poder de suas ações. Com um pequeno gesto você pode mudar a vida de uma pessoa. Para melhor ou para pior. Deus nos coloca na vida dos outros para que tenhamos um impacto, uns sobre o outro de alguma forma.

    Descoberta Solitária

    Todos os mestres dizem que o tesouro espiritual é uma descoberta solitária.
    Então por que estamos juntos? - perguntou um de seus discípulos.
    - Vocês estão juntos porque um bosque é sempre mais forte que uma árvore solitária - respondeu o mestre. - O bosque mantém mantém a umidade, resiste melhor a um furacão, ajuda o solo a ser fértil. Mas o que faz a árvore forte é a sua raiz. E a raiz de uma planta não pode ajudar outra planta a crescer.
    "Estar junto no mesmo propósito, e deixar que cada um cresça à sua maneira, este é o caminho dos que desejam comungar com Deus."

    Maktub - Paulo Coelho.

    Prezado Papai Noel

    Você, na certa, vai achar estranho te escrever hoje, 26 de dezembro, mas quero falar logo da minha reação ao receber os presentes que você deixou na minha árvore ontem, dia de Natal.

    Como você bem deve se recordar, eu tinha pedido uma bicicleta, um trem elétrico, um Nintendo e um par de patins. Pois bem. Quero lhe informar que durante o ano passado inteiro eu me matei de estudar, fui um dos primeiros da turma, tirei 10 em todas as matérias. Ouso afirmar que ninguém se comportou melhor do que eu, nem com os pais, nem com os irmãos, nem com os vizinhos.

    Tem mais, cumpri minhas tarefas e obrigações sem cobrar. Ajudei velhinhos a atravessarem as ruas. Não houve nada que eu não fizesse de bom e de gentil com os meus semelhantes. Mesmo assim, com uma tremenda cara-de-pau, você, Papai Noel de bosta, me deixou debaixo da árvore a porcaria de um pião, uma porra de uma corneta e uma merda de um par de meias.

    Seu barrigudo, miserável de uma figa!! Ou seja, comporto- me como um imbecil de merda o ano inteiro e você me faz uma putaria dessas? E o que é pior: Ao filho da vizinha, esse veado, sem educação, malcriado e desobediente, que grita com a mãe e chama o Pai de corno, para esse anormal você trouxe tudo o que ele pediu. Por isso eu estou desejando do fundo de minha alma que aconteça um terremoto para irmos todos à puta que nos pariu, já que com um Papai Noel incompetente e retardado como você, é melhor que a terra nos engula.

    Mas não deixe de vir no Natal do ano que vem, pois pretendo arrebentar à pedradas as putas das tuas renas. Começando por este homossexual do Rudolph, que tem nome de bicha enrustida. Vou espantar estas renas todas para que você se foda e tenha que andar à pé como eu, velho broxa!! A bicicleta que eu pedi era para ir à escola, que fica longe pra cacete da merda da minha casa.

    Eu não quero nem devo me despedir, sem mandar você tomar no cu. Espero que quando você estiver no seu trenó, aquela bosta vire com você dentro, para que você se arrebente no chão, feito um pacote de cocô, gordo e vermelho. Isto é um aviso. Daqui para frente, você vai ficar sabendo o que é um garoto mal educado, doido para se vingar.

    Atenciosamente

    Osama Bin Laden
    (aos 12 anos de idade)

    Se amar fosse fácil...

    Se amar fosse fácil, não haveria tanta gente amando mal, nem tanta gente mal amada.

    Se amar fosse fácil, não haveria tanta fome, nem tantas guerras, nem gente sem sobrenome. Se amar fosse fácil, não haveria crianças nas ruas sem ter ninguém, nem haveria orfanatos, porque as famílias serenas adotariam mais filhos, nem filhos mal concebidos, nem esposas mal amadas, nem mixês, nem prostitutas. E nunca ninguém negaria o que jurou num altar, nem haveria divórcio e nem desquite, jamais...

    Se amar fosse tão fácil, não haveria assaltantes e as mulheres gestantes não tirariam seu feto, nem haveria assassinos, nem preços exorbitantes nem os que ganham demais, nem os que ganham de menos.

    Se amar fosse tão fácil nem soldados haveria, pois ninguém agrediria,no máximo ajudariam no combate ao cão feroz. Mas o amor é sentimento que depende de um "eu quero", seguido de um "eu espero"; e a vontade é rebelde, o homem, um egoísta que maximiza seu "eu" por isso, o amor é difícil.

    Jesus Cristo não brincava quando nos mandou amar. E, quando morreu amando deu a suprema lição. Não se ama por ser fácil, ama-se porque é preciso!

    ( Pe. Zezinho, scj)

    SER MULHER...

  • Não broxamos...
  • Dirigimos melhor...
  • Não ficamos carecas...
  • Não sofremos de fimose...
  • Temos um dia internacional...
  • Sentar de pernas fechadas não dói...
  • Podemos usar tanto rosa quanto azul...
  • Sempre sabemos que o filho é nosso...
  • Temos prioridade em botes salva-vidas...
  • Pés femininos têm direito até a fã clube...
  • Somos o lado vistoso do dimorfismo sexual...
  • Uma greve de sexo consegue qualquer coisa...
  • Não pagamos a conta. No máximo rachamos...
  • A programação da TV é 90% voltada pra nós...
  • Somos os primeiros reféns a serem libertados.
  • Existem diversas roupas que modelam o cor po...
  • A idade não atrapalha nosso desempenho sexual...
  • Podemos ir pro trabalho de bermudas e sandálias...
  • Seguro de automóvel é mais barato para mulheres...
  • Podemos ficar excitadas sem que ninguém perceba...
  • Podemos fazer sexo quantas vezes por dia quisermos...
  • Somos nós que somos carregadas na noite de núpcias...
  • Se somos traídas, somos vítimas, se traímos, eles são cornos...
  • Podemos dormir com uma amiga sem sermos chamadas de lésbicas...
  • Somos capazes de prestar atenção em várias coisas ao mesmo tempo....
  • Mulher de embaixador é embaixatriz; marido de embaixadora não é nada....
  • Não somos obrigadas a usar sempre o mesmo modelo numa festa black-tie....
  • 98% da indústria de cosméticos e 89% da de moda são voltados pra nós...
  • Não nos desesperamos em frente a um campo de grama com 1 bola e 22 mulheres.
  • E se nos agitamos em frente a um campo de grama com 1 bola e 22 homens, provavelmente não é por causa do jogo...
  • Não precisamos ser perfeitas pra ouvir assobio na rua... Basta pormos uma saia mais curta.......
  • Somos monogâmicas (embora precisemos testar vários homens pra achar um que valha a pena)...
  • Mulher de presidente é Primeira-Dama; marido de presidenta é um zero à esquerda, mesmo que ele seja de direita...
  • Nosso cérebro dá conta do mesmo serviço, mesmo com 3 bilhões de neurônios a menos, ou seja, nossos neurônios são mais eficientes...
  • Se resolvemos exercer profissões predominantemente masculinas, somos "pioneiras", mas se um homem resolve exercer uma profissão tipicamente feminina, é bicha...

  • E por último: Fazemos tudo o que um homem faz, e de salto alto!!!

    ´´Pro erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar...´´

  • Perna, Para Que te Quero?

    Sempre fui considerada uma pessoa bonita, pela maioria das pessoas. Mas eu não correspondia ao meu próprio ideal de beleza. Os ombros eram largos demais para meu gosto (ou desgosto), os quadris estreitos, as pernas magras e compridas. Nada enfim que se parecesse com os quadris largos, corpo "violão", pernas grossas ¿ a imagem de beleza que existia na minha cabeça.

    Não sei até que ponto sentir-se feia interfere no comportamento das pessoas. Mas no meu caso de mulher solteira, filha única de pais de classe média, desquitados, interferiu e muito. Toda vez que entrava em algum lugar onde houvesse mais de uma pessoa presente, invariavelmente eu tropeçava. Às vezes, bastava apenas a presença de uma só pessoa para que eu tropeçasse.

    A insegurança era tanta que não dava para disfarçar: suores frios me encharcavam, o corpo ficava tenso, rígido, e eu ficava imaginando que o interlocutor via no meu olhar todo o desespero e desconforto que estava sentindo. Tentar dissimular, fazendo movimentos "naturais" era praticamente impossível: eu acabaria esbarrando em algo, o cinzeiro cairia, a bebida entornaria, eu queimaria alguém com o cigarro, ou qualquer outra coisa do gênero.

    Até que o namorado comprou uma moto. Era um problema evitar o cano da descarga escaldante, tentar subir na garupa desempenada e jovialmente e depois lutar com o insuportável vento a desgrenhar impiedosamente os meus cabelos. O uso do gorrinho era um drama, visto que uma pessoa feia, de gorro, fica sensivelmente mais feia. Eu então subia na moto, vestia o gorrinho e no final do percurso arrancava-o e tentava me recompor o mais rápido possível. Mas antes que eu pudesse me familiarizar com a operação de pôr e tirar gorrinho, fomos atropelados. Só que nem vi. Descobri isso uns dois dias depois, numa enfermaria do Hospital Miguel Couto, no Rio. Alguém distraído e bêbado avançara o sinal de uma rua em Ipanema e nos atropelara.

    Sofri várias lesões, mas a mais grave era a perna esquerda esmagada. Os médicos viam uma pequena possibilidade de salvá-la e tentaram. A princípio, eu não fazia idéia da extensão do estrago. Nos pequenos intervalos que a dor permitia, eu imaginava que era mesmo azarada, que tinha fraturado a perna mas que daí a alguns meses estaria curada.

    Mas, aos poucos, tão devagar quanto uma pessoa diariamente dopada pode perceber as coisas, fui tomando consciência daquela impensável realidade. Quase três meses depois, quando me sugeriram a possibilidade de uma amputação, entrei em pânico ¿ lutaria com unhas e dentes para ficar com a minha perna comprida e fina ou o que tivesse sobrado dela...

    O cotidiano hospitalar era altamente depressivo, mas fazia parte de todo um aprendizado, assim como a dificuldade de convívio com pessoas de classes sociais as mais diversas, com hábitos, temperamentos, informações e religião os mais díspares possíveis.

    Com 24 horas por dia disponíveis para pensar, tive tempo suficiente para reformular conceitos que, então, já não tinham mais razão de existir. E a idéia da amputação ia ficando cada dia menos penosa. Depois de um ano e tendo passado por quatro hospitais, já não tinha tanta convicção de que aquela perna era tão importante que valesse a pena lutar por ela até o fim.

    Eu nunca tivera tanto tempo para pensar na vida, nas coisas todas que me cercavam como nesse ano. Nunca obtivera tantas informações, sendo obrigada a digeri-las num espaço de tempo tão curto. Esse amadurecimento forçado, aliado à dor física, ao cansaço e ao medo de ser mais uma "cria de hospital" como tantas outras pessoas que havia conhecido nessa "viagem", levaram-me a tomar enfim a decisão: ¿-Quero amputar a perna!¿ Afinal de contas era ela ou eu; era a perna ou a cuca. Escolhi a cuca.

    Esta decisão não chocou as pessoas com quem eu vinha discutindo o problema mais intimamente ¿ pai, mãe, namorado, amigos mais chegados e alguns médicos. Essas pessoas sabiam que a escolha feita por mim era, sem dúvida, a melhor. Para eles era uma escolha penosa, mas não chocante. O mesmo não aconteceu com as pessoas mais distantes e quem sabe até que ponto mais moldadas aos padrões estéticos impostos por uma sociedade onde a aparência, o aspecto físico das pessoas, e principalmente das mulheres, são supervalorizados.

    Encontrei um médico que, quando expressei a minha vontade de amputar a perna, ficou muito chocado e tentou me dissuadir da idéia. Ele achava que eu deveria tentar até o fim porque eu era uma mulher jovem e bonita, e uma decisão dessa iria alterar (para pior) toda a minha vida ¿ inclusive no que se referia ao aspecto sexual. Argumentei com ele que iria amputar a minha perna ¿ não os meus órgãos genitais. Mas parece que ele não via muita diferença entre uma coisa e outra.

    Comecei a perceber então que a minha decisão iria solucionar apenas uma parte do problema ¿ sofrer dor física ou não, ficar internada ou não. Mas que desencadearia uma série de mudanças. Que a partir dali começaria uma nova etapa ainda desconhecida para mim.

    A experiência de pertencer a uma "minoria", dentro da nossa sociedade, pelo simples fato de ter nascido mulher, eu já tinha. Mas agora apresentava‑se uma nova situação: eu pertencia a uma minoria mais restrita ainda que é a minoria dos deficientes físicos do sexo feminino. Se dentro de uma sociedade competitiva e machista eu antes encontrava dificuldades ao disputar um emprego, pelo simples fato de ser mulher, a partir de agora essas dificuldades, no mínimo, duplicariam. Mesmo que eu procurasse trabalhar em empregos tipicamente femininos, aqueles que pedem "boa aparência", sabia que não seria aceita, pois todos sabem que o termo "boa aparência" é altamente preconceituoso e significa não ser "velha" (máximo 30/35 anos), não ser "de cor", não ser abertamente pobre e não ter defeitos físicos (pelo menos evidentes).

    Mesmo levando‑se em conta que, tendo me formado em História, exerceria uma atividade de ordem intelectual e não de ordem física, sabia que iria encontrar muitas dificuldades para fazer as pessoas entenderem isso. Para conquistar o direito de trabalhar, para mostrar que "apesar de tudo", eu ainda era uma pessoa produtiva, eu iria ter de lutar com uma série de preconceitos existentes. Eu iria ter de provar que trabalho intelectual se faz com a cuca e não com a cabeça do dedão do pé. Esquerdo!

    A relação familiar também foi muito abalada. Se fora de casa os preconceitos e discriminação se apresentavam nítidos, dentro de casa eles se disfarçavam sob a forma de amor e proteção. Inconscientemente ou não, meus pais procuravam me compensar da perda concedendo-me diversos privilégios, sem perceber que desta forma estavam me discriminando também. De uma forma inteiramente oposta, mas estavam.

    Talvez por uma questão de comodidade custei a me dar conta disto. Durante todo o período de sucessivas internações eu tivera de assumir um comportamento maduro e equilibrado; tivera de assumir, decidir por mim mesma a minha sorte.

    Portanto, não era de entranhar que depois de "tudo acabado" eu apresentasse sintomas evidentes de uma regressão. Era muito bom ser o centro das atenções e ter as vontades satisfeitas como uma criança. Era muito bom ter alguém para decidir as coisas por mim. Por isso, durante algum tempo, representei o papel de "pobre-filhinha-tolhida-pelas-adversidades-da-vida" .

    Aos poucos, porém, fui me dando conta de que esta atitude estava me levando a uma relação de dependência insuportável ¿ e não era isso que eu queria. Eu teria então que mudar de comportamento, ir à luta. A princípio, a idéia de morar sozinha, embora atraente, me parecia inteiramente irrealizável. Devagar, entretanto, ela foi tomando força e consistência e, há algum tempo, consegui dar o temível passo. Tenho o meu próprio canto, faço tudo o que qualquer pessoa dita normal faz ¿ cozinho, arrumo casa, etc. Minha mãe virou uma pessoa muito amiga que colabora quando necessário. E os problemas que surgem não são tão grandes que o telefone não possa resolver.

    Se a reação familiar foi abalada, as relações com os amigos também sofreram muitas transformações. Meu conceito de amizade teve de ser inteiramente revisto, pois algumas pessoas, tidas como amigas íntimas, se revelaram simples "colegas de bar", enquanto que outras, tidas apenas como conhecidas, me surpreenderam, revelando-se excelentes companheiras.

    Quanto à vida social, em geral, considero‑a normal. Apesar de usar uma prótese, tenho conseguido tropeçar bem menos que antigamente. Às vezes, percebo que algumas pessoas me tratam com um certo paternalismo, com uma gentileza um pouco maior. Mas isso não chega a me incomodar mais porque acho muito gratificante ser bem tratada.

    Na vida afetiva e sexual, a barra pesou bastante. Se antes, como qualquer mulher normal, eu tinha diversos grilos em relação a sexo, eis que agora eu tinha um a mais. Se um médico ortopedista (presumivelmente mais acostumado a lidar com este tipo de coisa) considerava uma pessoa amputada como incapaz de ter relações sexuais satisfatórias o que não deveriam pensar as pessoas comuns? Como será que eu iria ter de me comportar com parceiro dali por diante?

    Se eu me apaixonasse por alguém, será que na hora de ir para a cama eu teria de dizer: "Desculpe, mas eu não tenho uma perna?" Ou então, no auge da paixão, eu viraria para o eleito e diria: "Não me leve a mal, mas eu tenho de tirar a perna"? Realmente, tudo parecia muito complicado. Mesmo que eu não tivesse problema algum em relação a usar uma prótese, nunca poderia ter certeza de como o outro encararia essa situação. Geralmente as pessoas tiram a roupa, o sapato, coisas que todo mundo tira. Mas agora, eu tinha de tirar a perna. Convém notar que, embora fosse um grande problema, este era apenas mais um, que vinha se somar a outros, anteriores.

    Embora sendo carioca, morasse na zona sul, tivesse tido acesso a uma formação universitária e freqüentasse pessoas pertencentes a uma "vanguarda tupiniquim", eu, assim como quase todas as pessoas, tinha uma série de preconceitos, inseguranças e culpas diante do sexo, que eram muito bem disfarçados. Ultimamente, num pequeno grupo de amigos, vínhamos tentando abrir discussão a esse respeito.

    Descobri que, a partir da mutilação do meu corpo, houve uma transformação na cabeça desses meus amigos que passaram a descobrir e valorizar os seus próprios corpos, como nunca haviam feito antes. A minha imobilidade forçada despertou neles a consciência da incrível mobilidade que eles tinham e não usavam. Desde, por exemplo, dançar com mais liberdade e menos timidez, até se vestirem de maneira menos reprimida, usando coisas que valorizavam suas formas.

    Nesse processo de descobertas, consegui perceber o quanto sempre tinha detestado meu corpo. Percebi também que o "terrível" problema de tirar a perna, na cama, equivalia ao também "terrível" problema de seios caídos de uma, de ligeira flacidez de outra, do diminuto pênis de um terceiro e assim por diante.

    Só então, com 30 anos, sem uma perna, descobri que sou uma pessoa ¿normal¿, tornando-se mais fácil, com isso, ter relações sexuais mais satisfatórias, relações afetivas mais completas; tornando-me, inclusive, mais exigente na escolha das amizades.

    Comecei a me questionar sobre o que é uma pessoa deficiente e uma pessoa normal, chegando à conclusão que a fronteira entre as duas é muito mal delineada, muito tênue. Portanto, embora a sociedade se revele deficiente para absorver as nossas inúmeras for­mas de deficiências, estamos aí!

    Quando comecei a escrever este depoimento, não sabia o que iria sair. Só tinha certeza de que não queria escrever nada do gênero "como-venci-na­vida-porque-perdi-todas-as-pernas". Principalmente porque acho que isso não existe. Todas as vezes que encontra­mos soluções estamos também criando novas dificuldades e exigências para nós mesmas.

    Eu não venci na vida. Mas estou me sentindo bem melhor que antes, sem tanta inibição, sem tantas culpas, do tipo "se estou me gratificando hoje é porque vem castigo amanhã". Enfim, consegui conquistar uma certa harmonia em cima da qual posso dizer que um bom equilíbrio não depende de 1, 2 ou 3 pernas. Senão, a centopéia seria a rainha dos animais!

    Eliane Stoducto, uma das cinco vencedoras do Concurso de Depoimentos de NOVA, 1982, é carioca, e formada em História

    Coloque Deus em Sua Vida

    Em teoria e na realidade, todo homem tem Deus, mas nem todos têm a consciência de terem Deus. Ter Deus de verdade é tê-lo com plena consciência, reconhecê-lo conscientemente como a nossa íntima Realidade.
    Moisés tinha Deus deste modo e, por isto, caía maná para ele. Elias tinha Deus conscientemente e, por isso, era alimentado por um corvo. Essas coisas lhe vinham de dentro de sua teo-consciência, vinham de Deus e apareciam visivelmente em forma de vida e de alimento. Esses Homens, tendo Deus, tinham tudo.
    Deus deve se tornar tão real para você como ele o foi para Abraão, Jacó, Moisés, Elias e tantos outros. Deus se torna uma realidade viva - uma presença, um poder, um companheiro, o que cura e supre.
    Não encontramos Deus em livros nem em Igrejas. Deus se revela no íntimo de pessoa. "O reino de Deus está dentro de você".
    O momento mais importante em sua vida é quando você faz contato consciente com Deus. Nada acontecerá em sua vida que seja maior do que esse momento.

    (Joel S. Goldsmith)

    Viva a vivo!

    Natal!

    Tempo de confraternização e agradecimentos!

    Entre tantos que colaboraram para que 2003 fosse o fosso que foi, lembro-me carinhosamente desta grande operadora de relógios digitais chamada VIVO, da qual sou cliente!

    Esta grande companhia de coração imensurável!

    Tão humana que não valoriza o material, o equipamento, a tecnologia! Faz questão de emudecer seus aparelhos, estimulando cada vez mais o contato pessoal, as caminhadas, o consumo de combustível, enfim... a aproximação entre os homens.

    Quero agradecer neste momento as chamadas que a Vivo evitou que eu atendesse. Essas pessoas inconvenientes que, em pleno dia da semana, me procuravam para fechar negócios! Bem fez a Vivo em emitir radiosas mensagens de que eu estava com o aparelho desligado. Eles que busquem meus concorrentes! Viva o espírito, abaixo o vil metal.

    Não posso me esquecer das mulheres. Ah, essas mulheres que nos telefonam! Em busca do quê? Do prazer pelo prazer, do sexo pelo sexo, essas pecadoras! Agradeço ao meu calado Samsung, que me ajudou a passar noites e noites meditando, lendo livros do Paulo Coelho e assistindo "A Noite é uma Criança" daquele gênio da comunicação chamado Otávio Mesquita. As mulheres que distraiam outros, porque o que eu quero é cultura, é vida, é lucidez!

    A Vivo, na constante preocupação com o humano, com o metafísico, com o bem estar espiritual dos seus clientes ainda me proporcionou separar os verdadeiros amigos daqueles falsos, superficiais. Os verdadeiros companheiros não desistem após cinco ou seis tentativas! Continuam e continuam e continuam tentando. Com isso, memorizam nosso número, pensam em nós com carinho, exercitam a transmissão de pensamento.

    E, no capítulo da caixa postal, uma atenção especial a esta grande operadora de calculadoras eletrônicas: agradeço os momentos de ternura e humor que passei resgatando recados guardados nos modernos e valvulados equipamentos Vivo: recados que recebi e ninguém me informou; mensagens que me informaram e nunca recebi; convite para o churrasco de Domingo, avisado na terça-feira; aviso de vencimento de conta do dia 20, recebido no dia 30; o recado urgente da (ex) amante, que ficou esperando na chuva; o filho que eu não peguei na escola; o pai que perdeu o avião; os desaforos que ouvi sem saber o porquê. Finalmente, agradeço as utilíssimas mensagens que recebi pontualmente às três ou quatro da madrugada, avisando que eu ganhara sensacionais torpedos a serem utilizados entre clientes Vivo até março de 2004. Quantos momentos felizes. Quanta alegria! Quanto sentimento Vivo!

    A esta gigantesca multinacional da agenda eletrônica, o meu muito obrigado! Obrigado pela cultura que tive que adquirir, ao buscar entender o que é sombra, pane temporária, manutenção preventiva; interrupção de serviços para melhoria de sua qualidade... ora, não sejam modestos... é impossível melhorar o que já é perfeito!!! O silêncio é a virtude das virtudes! Viva a Vivo!

    P enso, logo existo! Vivo, logo emudeço!!!

    Não é só! As antenas da Vivo estimulam a busca pelos pontos de melhor sinal. Quer telefonar? Pegue seu carro, vá até o telhado da Caixa d'Água da Higienópolis ou ao 13º andar do Tower Shopping. Dois pontos ótimos para conversar das 4 às 7 da manhã, com janelas abertas. Marque um sarau com seus amigos. Isso é gente, isso é Vivo!!!

    Aos atendentes Vivo, meu muitíssimo obrigado! Obrigado por pedir o número do livro de registro do meu nascimento no Cartório de Registro Civil. Vocês têm razão: quem garante que eu sou eu? E se outra pessoa quiser pagar a conta no meu lugar ou (imaginem!!!) reclamar da qualidade do meu intocável Samsung? (intocável porque nunca toca...)

    Isso mesmo, amigos... saibam que, após ligar para vocês, passei a duvidar da minha existência. Isso é filosofia! Isso é Vivo!!! E obrigado por me fazer pensar na minha reclamação, insistindo que todos os clientes da Vivo estão satisfeitos e só eu reclamo o tempo todo. Isso é que é atendimento personalizado. Na verdade, o silêncio do meu Vivo é como a dor: puramente psicológica!

    Como sou proprietário de um aparelho chamado pré-pago, tenho alguns agradecimentos adicionais. Reconheço: sou pré-pago. Sou praticamente um marginal. Eu não presto. Sou o chato da pulga do piolho da ameba. Mereço todo tipo de açoite, de castigo, de constrangimento. Agradeço a Vivo enquanto levo as chibatadas. Sei que quando compro 30 reais de crédito, vocês me dão 45. E, se no meio de uma ligação com um cliente, eu for surpreendido com uma mensagem de que meus créditos terminaram, sei que a Vivo faz isso pelo meu bem. Apesar de anunciar que eu ainda tenho cento e três reais e oitenta centavos de crédito, eu deveria saber que são créditos de ouro, que servem somente para eu conversar com outros gênios proprietários de Vivo... ou seja, eu que arranje clientes entre a minha comunidade!!! Quem mandou eu querer falar com um estranho? Ele que busque os seus iguais. Eu sou mais Vivo!!!

    O bonequinho da Vivo é aquele sem boca (não fala) e sem ouvido (não ouve). Típica propaganda realista. Outra prova de respeito ao consumidor: quando me tiraram da Sercomtel, prometeram que minha conta iria diminuir. É verdade, eu pago menos, pois nada falo.

    Os aparelhos Vivo têm agenda, calculadora, relógio e joguinhos. Eu ainda quero um telefone? Isso é exigir demais!!!

    Feliz Natal para todos! Escrevo porque sou Vivo! Não o fosse, telefonaria!

    Um abraço de um cliente satisfeito.

    (publicado na Internet)

    Obs: Recebi esta mensagem de uma amiga, que, claro, deve ter recebido de outra pessoa. Esta não é mais uma daquelas mensagens que não tem nada de verdade. Na realidade, ela tem muita verdade não só para a Vivo, mas para outras operadoras onde nos tratam como alguma coisa, menos clientes. Sempre nos recebem com respostas padrão e nos deixam sempre a desejar com elas. A quem poderemos recorrer? Ninguém... quem sabe a Deus.

    Segunda-feira, Janeiro 12, 2004

    O Bordado

    Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito. Eu me sentava no chão, brincando perto dela, e sempre lhe perguntava o que estava fazendo. Respondia que estava bordando.
    Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta. Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada e repetia: "Mãe, o que a senhora está fazendo?"
    Dizia-lhe que, de onde eu olhava, o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós e fios de cores diferentes, compridos, curtos, uns grossos e outros finos. Eu não entendia nada.
    Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava: "Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu trabalho eu chamo você e o coloco sentado em meu colo. Deixarei que veja o trabalho da minha posição."
    Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo: "Por que ela usava alguns fios de cores escuras e outros claros?"; "por que me pareciam tão desordenados e embaraçados?"; "por que estavam cheios de pontas e nós?"; "por que não tinham ainda uma forma definida?"; "por que demorava tanto para fazer aquilo?".
    Um dia, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou: "Filho, venha aqui e sente em meu colo."
    Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado. Não podia crer! Lá de baixo parecia tão confuso! E de cima vi uma paisagem maravilhosa!
    Então minha mãe me disse: "Filho, de baixo, parecia confuso e desordenado porque você não via que na parte de cima havia um belo desenho. Mas, agora, olhando o bordado da minha posição, você sabe o que eu estava fazendo."
    Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito: "Pai, o que estás fazendo?"
    Ele parece responder: "Estou bordando a sua vida, filho."
    E eu continuo perguntando: "Mas está tudo tão confuso... Pai, tudo em desordem. Há muitos nós, fatos ruins que não terminam e coisas boas que passam rápido. Os fios são tão escuros. Por que não são mais brilhantes?"
    O Pai parece me dizer: "Meu filho, ocupe-se com seu trabalho, descontraia-se, confie em Mim... e Eu farei o meu trabalho. Um dia, colocarei você em meu colo e então vai ver o plano da sua vida da minha posição."
    Muitas vezes não entendemos o que está acontecendo em nossas vidas. As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo. É que estamos vendo o avesso da vida. Do outro lado, Deus ainda está bordando...

    Domingo, Janeiro 11, 2004

    Verdadeira Sabedoria do Amor

    Dizem que para o amor chegar não há dia, não há hora nem momento marcado para acontecer. Ele vem de repente e se instala no mais sensível dos nossos órgãos, o coração. Começo a acreditar que sim. Mas percebo também que pelo fato deste momento não ser determinado pelas pessoas, quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores.

    Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada.

    Quando duas almas se encontram o que realça primeiro não é a aparência fisica, mas a semelhança das almas. Elas se compreendem e sentem falta uma da outra. Se entristecem por não terem se encontrado antes, afinal tudo poderia ser tão diferente. No entanto sabem que o caminho é este e que não haverá retorno para as suas pretensões.

    É como se elas falassem além das palavras, entendessem a tristeza do outro, a alegria, o desejo,mesmo estando em lugares diferentes.

    Quando almas afins se entrelaçam passam a sentir saudade uma da outra num processo contínuo de reaproximação até a consumação. Almas que se encontram podem sofrer bastante também, pois muitas vezes tais encontros acontecem em momentos onde não mais podem extravasar toda a plenitude do amor que carregam, toda a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro, toda a emoção contida à espera do encontro fatal.

    Desejam coisas que se tornam quase impossíveis, mas que são tão simples de viver. Como ver o pôr-do-sol, caminhar por uma estrada com lindas árvores, ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas, rir e brincar, brigar às vezes, mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial. Amar e amar, muitas vezes sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo sem que a despedida se faça presente. Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo e em um espaço diferentes do que suas realidades possam permitir. Mas depois que se encontram ficam marcadas, tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar juntas, elas jamais conseguirão se separar. E o mais importante: terão de se encontrar em algum lugar Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade que têm uma da outra para toda eternidade.

    "O maior erro do ser humano é tentar tirar da cabeça... aquilo que não sai do coração..."

    Pontos Eróticos de cada signo

    Áries
    Como o Ariano tem disposição de sobra para o sexo, procura uma pessoa que seja ardente e ousada.Para agrada-lo, o melhor é entrar no clima e realizar suas vontades e fantasias.Os pontos eróticos são a Cabeça e o Pescoço. Lugares para Transar: adora locais ousados,que tornam o sexo mais emocionante, como elevadores ou locais públicos.

    Touro
    Ele é um expert em preliminares e costuma levar o seu parceiro(a) ao delírio com beijos ardentes.Para este signo, o sexo tem de acontecer naturalmente. Além disso,tem preocupação em oferecer prazer.Seus pontos eróticos são os Ombros e o pescoço. Lugares para Transar: Os luxuosos e requintados são os que mais fazem a cabeça deste signo.

    Gemeos
    Criativo, o geminiano adora um clima exótico na hora de transar. Monotonia passa longe deste signo e cada dia precisa ter um sabor diferente do outro, odeia rotina no sexo. Pontos eróticos: Mãos e Braços. Lugares para Transar: Para Gemeos, os locais pouco convencionais, como uma praia deserta e o campo, são os melhores.

    Cancer
    Este é superatencioso e costuma cobrir seu parceiro(a) de carinhos na hora do sexo.Não curte transar só por atração física, precisa ter algum sentimento pela pessoa. O Peito e as Axilas são seus pontos eróticos.Lugares para transar: Curte locais seguros e convencionais, mas, às vezes, topa se arriscar as margens de uma lagoa.

    Leão
    Para o Leonino, a sintonia sexual é muito importante. Tem vigor e disposição e, se está com uma pessoa que acompanhe o seu pique, pega fogo na cama. Para ele é muito importante se entregar totalmente e explorar as fantasias. Os seus pontos eróticos são as Costas, os Olhos e os órgãos genitais. Lugares para Transar : Não costuma se importar muito com isso, mas a preferencia é por locais exóticos.

    Virgem
    O Virginiano gosta de fazer sexo sem pressa, deixando as coisas
    acontecerem . É muito vaidoso e se mostra sempre preocupado com o conforto do parceiro(a). O único probleminha é a timidez na cama.Seus pontos eróticos são o Umbigo e a Virilha. Lugares para Transar: prefere locais limpos e organizados para ter prazer. Um banho a dois pode ser ideal.

    Libra
    Muito atraente, este signo é sensual e ardente na hora H. É sempre um vulcão prestes a explodir de prazer.Se quiser deixa-lo louco, abuse nas >preliminares, dos carinhos na Nuca e órgãos Genitais , pois são seus pontos eróticos. Lugares para Transar: Locais proibidos e misteriosos fazem sua cabeça na hora da transa. Elevadores e Prédios abandonados deixam seus desejos à flor da pele.

    Escorpião
    Este é muito mais preocupado com a qualidade do que com a quantidade. As preliminares são fundamentais e não dispensa carinhos e palavrassuaves.As Nádegas e a região Lombar são os pontos eróticos.Lugares para Transar : Um jantar à luz de velas, com música lenta de fundo podem dar origem a uma grande noite de amor.

    Sagitário
    A regra na transa para este signo é: pura adrenalina sempre . Um dia não pode ser igual ao outro,aventura e emoção fazem parte de todos os setores da vida dele. Coxas, Pernas e Quadris são seus pontos eróticos. Lugares para Transar: Uma praia, a cobertura de um prédio ou um campo são os locais ideais para liberar seus desejos.

    Capricórnio
    Adora tomar a iniciativa e costuma cobrir a pessoa amada de carinhos e atenção.Não é muito chegado a inovações e idéias exóticas na hora do sexo, mas sua sensualidade chega a surpreender em certos momentos. Seus pontos eróticos são:Boca, Joelhos, e Costas. Lugares para Transar: Prefere locais reservados, como a sua própria casa ou um motel bem discreto.

    Aquário
    Nos momentos de intimidade, o Aquariano coloca para fora as mais estranhas fantasias sexuais. A sintonia mental e espiritual é importante para este signo, que tem como seus pontos eróticos os Pés, os Tornozelos e as Pernas. Lugares para Transar: imprevisível na hora de escolher um local para fazer amor, o importante para o aquariano é curtir as mais diferentes sensações.

    Peixes
    Ele é puro carinho na hora da transa. Adora dar e receber muitos cafunés e palavras doces. É um ótimo amante e deixa o seu parceiro(a) nas nuvens. Seus desejos são estimulados pela energia incrível que possui. Não gosta de rotina e os Pés e as Costas são seus pontos eróticos mais sensíveis.Lugares para Transar : Para ele um quarto decorado com toques místicos pode ser o ideal para curtir o prazer.

    Receita da Dona Cacilda

    Dona Cacilda é uma senhorita de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo o dia às 8 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e perfeitamente maquiada apesar de sua pouca visão.

    Receita da Dona Cacilda para se manter jovem: Jogue fora todos os números não essenciais para sua sobrevivência. Isso inclui idade, peso e altura. Deixe o médico se preocupar com eles. Para isso ele é pago.

    Freqüente de preferência seus amigos alegres. Os "baixos astrais" puxam você para baixo. Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador, artesanato, jardinagem, qualquer coisa. Não deixe seu cérebro desocupado.

    Curta as coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego. Lágrimas acontecem. Agüente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é VOCÊ mesmo.

    Esteja VIVO, enquanto você viver. Esteja sempre rodeado daquilo que você gosta: pode ser família, animais, lembranças, música, plantas, um hobby, o que for. Seu lar é o seu refúgio.

    Aproveite sua saúde. Se for boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver abaixo desse nível, peça ajuda Não faça viagens de remorsos. Viaje para o shopping, para cidade vizinha, para um país estrangeiro, mas não faça viagens ao passado.

    Diga a quem você ama, que você realmente os ama, em todas as oportunidades.

    E LEMBRE-SE SEMPRE QUE: "A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego... de tanto rir... de surpresa... de êxtase... de felicidade..."

    (autor desconhecido)

    Para Refletir!


    Um dia um pai de família rica levou seu filho para viajar para o interior com o firme propósito de mostrar quanto as pessoas podem ser pobres.
    Eles passaram um dia e uma noite na fazenda de uma família muito pobre.
    Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho:
    - Como foi a viagem?
    - Muito boa Papai!.
    - Você viu como as pessoas pobres podem ser? O pai perguntou.
    - Sim.
    - E o que você aprendeu? O pai perguntou.
    O filho respondeu:
    - Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro. Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim; eles têm um riacho que não tem fim. Nós temos uma varanda coberta e iluminada com luz, eles têm as estrelas e a lua.
    Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles têm uma floresta inteira.
    Quando o pequeno garoto estava acabando de responder, seu pai ficou estupefato. O filho acrescentou:
    - Obrigado, pai, por me mostrar o quanto "pobres" nós somos!

    MORAL DA HISTÓRIA: Tudo o que você tem depende da maneira como você olha para as coisas. Se você tem amor, amigos, família, saúde, bom humor e atitudes positivas para com a vida, você tem tudo! Se você é "pobre de espírito", você não tem nada!

    Show Brasileiro nos EUA!!!!!

    Durante debate em uma Universidade, nos Estados Unidos, o ex-governador do Distrito Federal e atual Ministro da Educação, CRISTOVÃO BUARQUE, foi questionado sobre o que pensava da internacionalização da Amazônia. O jovem americano introduziu sua pergunta dizendo que esperava a resposta de um humanista e não de um brasileiro. Esta foi a resposta do Sr. Cristóvão Buarque:
    "De fato, como brasileiro eu simplesmente falaria contra a internacionalização da Amazônia. Por mais que nossos governos não tenham o devido cuidado com esse patrimônio, ele é nosso. Como humanista, sentindo o risco da degradação ambiental que sofre a Amazônia, posso imaginar a sua internacionalização, como também de tudo o mais que tem importância para a humanidade. Se a Amazônia, sob uma ética humanista, deve ser internacionalizada, internacionalizemos também as reservas de petróleo do mundo inteiro. O petróleo é tão importante para o bem-estar da humanidade quanto a Amazônia para o nosso futuro. Apesar disso, os donos das reservas sentem-se no direito de aumentar ou diminuir a extração de petróleo e subir ou não o seu preço. Da mesma forma, o capital financeiro dos países ricos deveria ser internacionalizado Se a Amazônia é uma reserva para todos os seres humanos, ela não pode ser queimada pela vontade de um dono, ou de um país.

    Queimar a Amazônia é tão grave quanto o desemprego provocado pelas decisões arbitrárias dos especuladores globais. Não podemos deixar que as Reservas financeiras sirvam para queimar países inteiros na volúpia da especulação Antes mesmo da Amazônia, eu gostaria de ver a internacionalização de todos os grandes museus do mundo. O Louvre não deve pertencer apenas à França. Cada museu do mundo é guardião das mais belas peças produzidas pelo gênio humano. Não se pode deixar esse patrimônio cultural, como o patrimônio natural amazônico, seja manipulado e destruído pelo gosto de um proprietário ou de um país. Não faz muito, um milionário japonês, decidiu enterrar com ele, um quadro de um grande mestre. Antes disso, aquele quadro deveria ter sido internacionalizado. Durante este encontro, as Nações Unidas estão realizando o Fórum do Milênio,mas alguns presidentes de países tiveram dificuldades em comparecer por constrangimentos na fronteira dos EUA. Por isso, eu acho que Nova York, como sede das Nações Unidas, deve ser internacionalizada. Pelo menos Manhatan deveria pertencer a toda a Humanidade. Assim como Paris, Veneza, Roma, Londres, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, cada cidade, com sua beleza específica,sua historia do mundo, deveria pertencer ao mundo inteiro. Se os EUA querem internacionalizar a Amazônia, pelo risco de deixá-la nas mãos de brasileiros, internacionalizemos todos os arsenais nucleares dos EUA. Até porque eles já demonstraram que são capazes de usar essas armas, provocando uma destruição milhares de vezes maior do que as lamentáveis queimadas feitas nas florestas do Brasil. Nos seus debates, os atuais candidatos a presidência dos EUA tem defendido a idéia de internacionalizar as reservas florestais do mundo em troca da dívida. Comecemos usando essa dívida para garantir que cada criança do Mundo tenha possibilidade de COMER e de ir a escola. Internacionalizemos as crianças tratando-as, todas elas, não importando o país onde nasceram, como patrimônio que merece cuidados do mundo inteiro. Ainda mais do que merece a Amazônia. Quando os dirigentes tratarem as crianças pobres do mundo como um patrimônio da Humanidade, eles não deixarão que elas trabalhem quando deveriam estudar, que morram quando deveriam viver. Como humanista, aceito defender a internacionalização do mundo. Mas, enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa. Só nossa!".

    Obs: Não sei se este texto é verdade, mas é realmente MUITO lindo e com a cara do Cristovão...

    Um pouco de Prazer

    Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na calçada...

    - Pai, quem são aquelas senhoras?

    O pai meio embaraçado, responde:

    - Não interessa filho... Olha antes para esta loja....
    Já viu os lindos brinquedos que tem?
    - Sim, sim, já vi. Mas... quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas?
    - São... são... São senhoras que vendem na rua.
    - Ah sim?! Mas vendem o quê?? - pergunta admirado o garoto.
    - Vendem... vendem... Sei lá... vendem um pouco de prazer.

    O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre a sua carteira com a intenção de ir comprar um pouco de prazer.
    Estava com sorte! Podia comprar 50 reais de prazer! No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe:

    -Desculpe, minha senhora, mas pode-me vender 50 reais de prazer, por favor?

    A mulher fica admirada, e por momentos não sabe o que dizer, mas como vida está difícil, ela aceita,porém como não dava para dar para o garotinho, leva o garoto para casa dela e prepara lhe seis pequenas tortas de morangos. Já era tarde quando o garoto chega em casa. O seu pai, preocupado pela demora do filho, pergunta-lhe onde ele tinha estado. O garoto olha para o pai e diz:

    - Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer!
    O pai fica amarelo:
    - E... e então... como é que se passou?
    - Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício, tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas comi mesmo assim, Ao final estava todo lambuzado, melequei todo o chão e a senhora me convidou para voltar amanhã, posso ir?

    O pai cai de costas...

    No Banco

    Um rapaz entrou numa agência da caixa federal em POA, se dirigiu ao caixa e falou:

    - Eu quero abrir uma porra de uma conta nessa merda desse banco.
    A moça do caixa totalmente atônita, respondeu:
    - O senhor me perdoe, mas acho que não entendi direito o que o senhor disse. Poderia repetir por favor?
    - Vê se ouve dessa vez, caralho! Eu disse que quero abrir uma porra de uma conta nessa merda desse banco.
    Ela pediu licença e se dirigiu ao gerente para informá-lo da situação desagradável.
    Ele concordou que ela não era obrigada a ouvir palavreado tão chulo.
    O gerente se dirigiu junto com ela ao caixa e falou:
    - Bom dia. Meu nome é Luiz Allan e sou gerente dessa agência. O senhor está com algum problema?
    - Não tem merda de problema nenhum, porra! Eu acabei de ganhar R$ 58 milhões na Mega Sena e quero abrir uma porra de uma conta nessa merda desse banco, caralho!
    - Entendo.... e essa puta está dificultando as coisas para o senhor?

    O trem

    Três loiras e três morenas estavam viajando de trem para um congresso.

    Na estação, as três loiras compraram um bilhete cada uma, mas viram que as três morenas compraram um só bilhete.
    Como é que os três vão viajar só com um bilhete?
    - perguntou uma das loiras.

    Espere e verá
    - respondeu uma das morenas.

    Então, todas embarcaram.
    As loiras foram para suas poltronas, mas as três morenas se trancaram juntos no banheiro.
    Logo que o trem partiu, a fiscal veio recolher os bilhetes.
    Ela bateu na porta do banheiro e disse:
    - O bilhete, por favor.



    A porta abriu só uma frestinha e apenas uma mão entregou o bilhete.
    A fiscal pegou o bilhete e foi embora.

    As loiras viram e acharam a idéia genial.
    Então, depois do congresso, as loiras resolveram imitar as morenas na viagem de volta e assim, economizar um dinheirinho (reconhecendo a inteligência superior das morenas).
    Quando chegaram na estação, compraram só um bilhete.

    Para espanto delas, as morenas não compraram nenhum.

    Mas, como é que vocês vão viajar sem passagem? - Uma loira perguntou perplexa.

    Espere e verá. - respondeu uma das morenas.

    Todas embarcaram e as loiras se espremeram dentro de um banheiro e as morenas em outro banheiro ao lado.

    O trem partiu.
    Logo depois, uma das morenas saiu, foi até a porta do banheiro das loiras.
    Bateu e disse:
    - A passagem, por favor...

    Coloque Deus em Sua Vida

    Em teoria e na realidade, todo homem tem Deus, mas nem todos têm a consciência de terem Deus. Ter Deus de verdade é tê-lo com plena consciência, reconhecê-lo conscientemente como a nossa íntima Realidade.
    Moisés tinha Deus deste modo e, por isto, caía maná para ele. Elias tinha Deus conscientemente e, por isso, era alimentado por um corvo. Essas coisas lhe vinham de dentro de sua teo-consciência, vinham de Deus e apareciam visivelmente em forma de vida e de alimento. Esses Homens, tendo Deus, tinham tudo.
    Deus deve se tornar tão real para você como ele o foi para Abraão, Jacó, Moisés, Elias e tantos outros. Deus se torna uma realidade viva - uma presença, um poder, um companheiro, o que cura e supre.
    Não encontramos Deus em livros nem em Igrejas. Deus se revela no íntimo de pessoa. "O reino de Deus está dentro de você".
    O momento mais importante em sua vida é quando você faz contato consciente com Deus. Nada acontecerá em sua vida que seja maior do que esse momento.

    (Joel S. Goldsmith)

    O Pote Rachado

    Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara a qual ele carregava atravessada em seu pescoço. Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do chefe. O pote rachado chegava apenas pela metade.
    Foi assim por dois anos, diariamente. O carregador entregando um pote e meio de água na casa de seu chefe. Claro, o pote perfeito estava orgulhoso de suas realizações. Porém, o pote rachado estava envergonhado de sua imperfeição, e sentindo-se miserável por ser capaz de realizar apenas a metade do que ele havia sido designado a fazer. Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote falou para o homem um dia à beira do poço:
    - Estou envergonhado, e quero pedir-lhe desculpas.
    - Por quê? Perguntou o homem. De que você está envergonhado?
    - Nesses dois anos eu fui capaz de entregar apenas a metade da minha carga, porque essa rachadura no meu lado faz com que a água vaze por todo o caminho da casa de seu senhor. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha o salário completo dos seus esforços, disse o pote. O homem ficou triste pela situação do velho pote, e com compaixão falou:
    - Quando retornarmos para a casa de meu senhor, quero que percebas as flores ao longo do caminho.
    De fato, à medida que eles subiam a montanha, o velho pote rachado notou flores selvagens ao lado do caminho, e isto lhe deu certo ânimo. Mas ao fim da estrada, o pote ainda se sentia mal porque tinha vazado a metade, e de novo pediu desculpas ao homem por sua falha. Disse o homem ao pote:
    - Você notou que pelo caminho só havia flores no seu lado ? Eu, ao conhecer o seu defeito, tirei vantagem dele. Lancei sementes de flores no seu lado do caminho, e cada dia enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois anos eu pude colher estas lindas flores para ornamentar a mesa de meu senhor. Se você não fosse do jeito que você é, ele não poderia ter esta beleza para dar graça à sua casa.
    Cada um de nós temos nossos próprios e únicos defeitos. Todos nós somos potes rachados. Porém, se permitirmos, o Senhor vai usar estes nossos defeitos para embelezar a mesa de seu Pai. Na grandiosa economia de Deus, nada se perde.
    Nunca deveríamos ter medo dos nossos defeitos. Se os conhecermos, eles poderão causar beleza. Das nossas fraquezas, podemos tirar forças.

    Sexta-feira, Janeiro 02, 2004

    Desejos

    Desejo a você

    Fruto do mato

    Cheiro de jardim

    Namoro no portão

    Domingo sem chuva

    Segunda sem mau humor

    Filme de Carlitos

    Chope com amigos

    Crônica de Rubem Braga

    Viver sem inimigos

    Filme antigo na TV

    Ter uma pessoa especial

    E que goste de você

    Música do Tom

    Com letra do Chico

    Frango caipira em

    pensão do interior

    ouvir uma palavra amável

    ter uma surpresa

    agradável

    Ver a banda passar

    Noite de lua Cheia

    Rever uma

    Velha amizade

    Ter fé em Deus

    Não ter que ouvir

    A palavra não

    Nem nunca,

    Nem jamais e adeus.

    Rir como criança

    Ouvir canto de passarinho

    Sarar de resfriado

    Escrever

    Um poema de Amor

    Que nunca será rasgado

    Formar um par ideal

    Tomar banho

    de cachoeira

    Pegar um bronzeado legal

    Aprender uma nova canção

    Esperar alguém na estação

    Queijo com goiabada

    Pôr-do-Sol na roça

    Uma festa

    Uma seresta

    Recordar um amor antigo

    Ter um ombro sempre

    amigo

    Bater palmas de alegria

    Uma tarde amena

    Calçar um velho chinelo

    Sentar numa velha poltrona

    Tocar violão para alguém

    Ouvir chuva no telhado

    Vinho branco

    Bolero de Ravel

    E muito carinho meu

    (Carlos Drummond de Andrade)

    Crônica de amor
    (Roberto Freire)

    Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta. O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

    Você ama aquela petulante??? Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco?Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol? Você abomina o Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então? Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

    Você ama aquele cafajeste??? Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a maior vocação para príncipe encantado, e ainda assim você não consegue despachá-lo. Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga. Ele toca gaita de boca, adora animais e escreve poemas. Por que você ama este cara? Não pergunte para mim.

    Você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais. Gosta dos filmes os irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma boa comédia romântica também tem o seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu "fettucine ao pesto" é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que diabo está sem um amor?

    Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim... Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito que é "o amor da sua vida"!

    EM 2.° LUGAR!!!

    Um bêbado chega no bar e pede uma pinga.
    Do seu lado uma senhora distinta querendo fazer uma reprimenda diz:
    * O senhor sabia que o Brasil é o segundo pais do mundo em consumo de álcool?
    * O bêbado responde: "É curpa desses Crente".
    * Como culpa dos crentes. Os coitados nem sequer bebem alcool.
    * Pois é, se eles bebessem um pouquinho, nóis tava em primeiro"

    O carvão

    Um menino vivia dizendo a respeito de um colega: *Desejo tudo de ruim para ele. Quero matar esse cara!*
    Seu pai, um homem simples, mas cheio de sabedoria, escuta calmamente o filho que continua a reclamar:
    - O Juca me humilhou na frente dos meus amigos. Não aceito isso! Gostaria que ele ficasse doente sem poder ir à escola.
    O pai escuta tudo calado enquanto caminha até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão. Levou o saco até o fundo do quintal e o menino o acompanhou, calado. Zeca vê o saco ser aberto e antes mesmo que ele pudesse fazer uma pergunta, o pai lhe propõe algo:
    - Filho, faz de conta que aquela camisa branquinha que está secando no varal é o seu amigo Juca, e cada pedaço de carvão é um mau pensamento seu, endereçado a ele. Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço. Depois eu volto para ver como ficou.
    O menino achou que seria uma brincadeira divertida e pôs mãos à obra. O varal com a camisa estava longe do menino e poucos pedaços acertavam o alvo.
    Uma hora se passou e o menino terminou a tarefa. O pai que espiava tudo de longe, se aproxima do menino e lhe pergunta:
    - Filho, como está se sentindo agora?
    - Estou cansado, mas estou alegre porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa.
    O pai olha para o menino, que fica sem entender a razão daquela brincadeira e carinhoso lhe fala:
    -Venha comigo até o meu quarto, quero lhe mostrar uma coisa.
    O filho acompanha o pai até o quarto e é colocado na frente de um grande espelho onde pode ver seu corpo todo.
    Que susto! Só se conseguia enxergar seus dentes e os olhinhos.
    O pai, então, lhe diz ternamente:
    Filho, você viu que a camisa quase não se sujou; mas, olhe só para você.
    O mal que desejamos aos outros é como o que lhe aconteceu. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com nossos pensamentos, a borra, os resíduos, a fuligem ficam sempre em nós mesmos.

    Como diz certa musica lá da igreja Sr do Bonfim: Fica sempre, um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas...

    Fiquem em paz e com Deus. Muitos beijos em vocês!

    Mulher quando bebe dá nisso !!!

    Na noite passada, fui convidada para uma reunião com "as meninas". Eu disse a meu marido que estaria de volta à meia-noite:

    - Prometo! - eu disse.

    Mas, as horas passaram rápido e a champagne estava rolando solta. Por volta das 3 da manhã, bêbada feito um gambá, eu fui para casa. Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e "cantou" 3 vezes.

    Rapidamente, percebendo que meu marido podia acordar, eu fiz "cu-co" mais 9 vezes. Fiquei realmente orgulhosa de mim mesma por ter uma idéia tão brilhante e rápida (mesmo de porre) para evitar um possível conflito com ele.

    Na manhã seguinte, meu marido perguntou a que horas eu tinha chegado e eu disse a ele meia-noite. Ele não pareceu nem um pouquinho desconfiado. Ufa!

    Daquela eu tinha escapado! Então, ele disse:

    - Nós precisamos de um novo cuco.
    Quando eu perguntei por que, ele respondeu:

    - Bom, esta noite nosso relógio fez "cu-co" 3 vezes e depois disse "caraaaaalho!". Fez "cu-co" mais 4 vezes, pigarreou, fez mais 3 vezes, riu, fez mais 2 vezes. Daí, tropeçou no gato, derrubou a mesinha da sala e ainda peidou...

    Obs: DUCA!

    Pensando

    Nos convencemos de que a vida ficará melhor algum dia, quando nos casarmos, quando tivermos um filho e, depois, outro.

    Então, ficamos frustrados porque nossos filhos não têm idade suficiente, e seria muito melhor se tivessem.

    Depois, frustramo-nos porque temos filhos adolescentes e temos de lidar com eles. Certamente seremos mais felizes quando nossos filhos tiverem ultrapassado essa fase.

    Dizemos que nossa vida só será completa quando nosso cônjuge conseguir o que busca, quando tivermos comprado um carro melhor, ou tivermos condições de fazer uma viagem longa, quando estivermos aposentados.

    A verdade é que não há época melhor para ser feliz do que agora mesmo. Senão, quando? Sua vida será sempre cheia de desafios. É melhor admitir isto para você mesmo e decidir ser feliz de qualquer modo.

    Uma de minhas citações favoritas é de Alfred D. Souza, quando diz:

    Por muito tempo eu pensei que a minha vida fosse se tornar VIDA de verdade. Mas sempre havia um obstáculo no caminho, algo a ser ultrapassado antes de começar a viver = um trabalho não terminado, uma conta a ser paga. Aí sim, a vida de verdade começaria. Por fim, cheguei à conclusão de que esses obstáculos eram a minha vida de verdade.

    Essa perspectiva tem me ajudado a ver que não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.

    Assim, aproveite todos os momentos que você tem. E aproveite-os mais se você tem alguém especial para compartilhá-los, especial o suficiente para passar o seu tempo... e lembre-se de que o tempo não espera ninguém...!

    Pare de esperar até que você termine os seus estudos básicos, pare de esperar até que você passe no vestibular; até que você termine a faculdade; até que você volte para a faculdade; até que você perca cinco quilos; até que você ganhe cinco quilos, até que você tenha tido filhos, até que seus filhos tenham saído de casa; até que você se case; até que você se divorcie; até sexta à noite; até segunda de manhã; até que você tenha comprado um carro ou uma casa novos; até que seu carro ou sua casa tenham sido pagos; até o próximo verão, primavera, outono, inverno; até que você esteja aposentado; até que sua música toque; até que você tenha terminado sua cerveja; até que você esteja sóbrio de novo; até que você morra; até que você nasça de novo e decida que não há hora melhor para ser feliz do que AGORA MESMO...

    Felicidade é uma viagem, não um destino.

    Então, meus lindos, encarem este destino. Agora é a hora, sejam muito felizes... Eu ainda to meio perdida nessa viagem, mas ao menos já escolhi o caminho!

    Dani

    Dar ou Amar

    Dar... por falar em dar... dar não é fazer amor. Dar é dar.

    Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido, mas dar é bom pra cacete. Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca, te chama de nomes que eu não escreveria, não te vira com delicadeza, não sente vergonha de ritmos animais. Dar é bom. Melhor do que dar, só dar por dar.
    Dar sem querer casar, sem querer apresentar pra mãe, sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo. Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral, te amolece o gingado, te molha o instinto.
    Dar porque a vida de uma publicitária em começo de carreira é estressante e dar relaxa. Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
    Tem caras que você vai acabar dando, não tem jeito.
    Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro. Dar é bom, na hora. Durante um mês. Para as mais desavisadas, talvez anos. Mas dar é dar demais e ficar vazia. Dar é não ganhar. É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro. É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir. É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe, pra dar o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar:
    "Que cê acha amor?". Dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito. Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor, esse sim é o maior tesão. Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar.

    (Há de se convir que nem todas as mulheres admitem e assumem sua sexualidade dessa forma... Talvez até essa seja a boa... Será?!? Eu particularmente prefiro NÃO dar por dar... hehehe... Até porque não sou publicitária em início de carreira e minha vida nem é lá muito estressante!)

    APRENDA A DIZER "NÃO!"

    "Uma das grandes dificuldades das pessoas é a incapacidade de dizer 'não'. Quantas vezes você se colocou em situações embaraçosas por receio de dizer 'não'?
    Você não precisa provar nada a ninguém. O que os seus amigos pensam de você é um problema deles. Seja fiel a você, aos seus sentimentos.
    É comum ver jovens envolvidos com drogas porque tiveram medo da crítica de seus falsos amigos. Adolescentes tendo que transar com mulheres com quem não têm a menor afinidade para provarem aos 'amigos' que são homens. Absurdo. O homem que é Homem não precisa provar nada a ninguém porque ele já É. Só quem é covarde precisa provar aos outros que é corajoso.
    Toda vez que você toma uma atitude, seja ela qual for, você sempre receberá aplausos e críticas.
    Se você tem a coragem de ser você, de ter uma opinião contrária a todo grupo e assumir sua posição com inteligência, dignidade e refinamento, parabéns! O verdadeiro amigo respeita a sua decisão.
    Não permita que as pessoas invadam o seu espaço. Tenha a determinação de ser você."

    Esse é um trecho do livro "Liberdade de Ser" de Eliane de Araujoh e eu decidi postar isso aqui porque é legal lembrar sempre esse assunto, mesmo que todo mundo saiba, muita gente não faz.

    O PRESENTE

    Conta-se que um idoso espadachim chinês, que se tornara uma lenda em seu país por ter derrotado todos os seus inimigos, fora desafiado por um inescrupuloso guerreiro, cujo principal objetivo era transferir a fama de maior espadachim para si. Usava a técnica da provocação para irritar seus adversários e no contra-ataque os derrotava.

    A aldeia toda ficou em suspense, pois o idoso e encurvado espadachim já não tinha o vigor de outrora, mas todos sabiam, também, que ele jamais fugiria a um desafio. Havia no ar um sentimento de tristeza, pois era praticamente inevitável a derrota e, conseqüentemente, a morte do tão amado e respeitado ancião.

    Ao redor da praça central, aglomerou-se uma pequena multidão. Bem no centro estavam o idoso espadachim e o altivo guerreiro. Começaram, então, os insultos por parte do jovem. Iam dos mais infantis até os de mais baixo calão. Não vendo reação alguma por parte do velho, o guerreiro passou a ofender seus ancestrais e até cuspir-lhe no rosto. Foram horas e horas de ofensas e humilhações.

    A multidão se enfurecia e queria tomar as dores do impassível velhinho, mas a tradição não permitia que alguém interferisse num duelo como aquele.

    No final do dia, exausto e doente por deferir tanta maldade e ódio, o jovem guerreiro se deu por vencido. Imediatamente, os perplexos aldeões vieram perguntar ao velhinho como ele havia suportado tantos insultos. Estavam decepcionados.

    Quando todos se aquietaram, o velho e sábio espadachim falou:
    - Se alguém lhe traz um presente e você não o aceita, de quem é o presente?

    Ao que todos responderam: -Daquele que o trouxe.

    - O mesmo vale para inveja,o ódio, os insultos e as ameaças - disse o velho. Quando não aceitos, continuam pertencendo a quem os carregava.

    Como conquistar um homem

    Eu estava lendo algumas dicas de como conquistar um homem (só por curiosiodade... eu adoro essas coisas...) em alguns sites...

    As duas primeiras dicas são:

    1-Seja difícil.

    2-Seja mais difícil ainda.

    Até aí tudo bem. Homem gosta de mulher difícil...

    3- Não se faça de amiguinha dele.

    Pois é, eles acham que mulher amiga é uma coisa, já mulher pra beijar na boca, é outra totalmente diferente.

    4- Não seja boazinha com ele.

    Engraçado... eles gostam de ser mal-tratados.

    5- Mas seja educada e atenciosa.

    Essas duas dicas se contradizem...

    6- Não demonstre estar a fim, senão ele passa a te esnobar.

    Isso que eu não entendo... como ele vai saber que o sinal tá verde pra ele investir?

    7- Não faça tipo, joguinhos, nem caras e bocas. Seja você mesma.

    Tá, essa eu até entendo...

    8- Não deixe ele esperando por você duas horas na porta do seu prédio enquanto você seca o cabelo.

    Eles não têm paciência com os nossos rituais de beleza.

    9- Demonstre interesse pelos assuntos da vida dele.

    Difícil é fazer isso sem demonstrar estar a fim ou ser amiguinha...

    Resumindo... A raça de homens (sim, porque homens e mulheres são raças totalmente diferentes, como diz um amigo meu) é muito difícil de ser compreendida por nós, mulheres. Agora que li as dicas, sei tanto de como conquistar um homem como antes de ler. Isso é frustrante!

    Obs: Coloquei aqui as coisas, mas não tem muito haver...

    RAZÃO X EMOÇÃO

    Ninguém jamais conseguiu explicar como foram criadas as almas gêmeas,
    Mas eu me lembro bem dessa história.
    Estavam lá no céu, todas as almas, umas eram somente razão,
    outras somente emoção, duas filas distintas.
    Finalmente chegou a minha vez de ser
    colocado em uma das filas.
    Olhei para ambas e me identifiquei com a da razão,
    acontece, porém, que quando avistei você na da emoção,
    meus olhos brilharam,
    foi como se fosse um imã a me puxar.
    Aproximei-me do criador e lhe disse:
    - Eu gostaria de ficar na fila da emoção, pode ser?
    que existe uma doce alma lá, que me encantou!
    Está bem! - falou Ele - Você até poderá escolher seu lugar,
    mas antes quero lhe explicar algo,
    depois então você fará a sua opção.
    Existem almas que são gêmeas: tudo nelas é igual,
    a única diferença que eu coloquei foi à razão e a emoção,
    justamente para que elas possam se completar...
    como se fosse um encaixe.
    Possuo uma grande percepção para
    distinguir as almas gêmeas e por isso
    entendi que aquela que se encontra
    ali na fila da emoção, é a sua
    (falou apontando para você)
    daí querer te colocar na da razão.
    Caso vocês fiquem juntas,
    o encanto das almas gêmeas se acabará,
    ao passo que se ficarem separadas,
    ele permanecerá.
    No entanto, devo lhe contar algo:
    as almas gêmeas nem sempre se encontram,
    porém vivem sempre unidas pelo coração...
    Por outro lado, quando se encontram,
    jamais se separam,nem mesmo Eu consigo
    executar esse afastamento.
    Entendi naquele momento que a razão
    não sobrevive sem a emoção,
    e a emoção por sua vez
    precisa da razão para viver.
    - Prefiro a fila da razão!
    Encaminhei-me para o meu lugar, me posicionei e,
    nesse mesmo instante, você,
    que não tinha até então
    percebido a minha presença,
    olhou-me e sorriu!
    Hoje, eu sou a razão, você a emoção.
    Eu te dou o chão e você
    Leva-me à lua.
    Hoje, eu entendo o que o Criador
    quis me dizer com:
    ...é como se fosse um encaixe.
    Hoje, eu sou a razão correndo atrás da emoção
    e você a emoção pedindo aos céus
    que eu possa pertencer a
    mesma fila que você...
    ...mas o que você não sabe
    que fui eu mesmo quem
    escolheu o meu lugar,
    só para ser a sua alma gêmea.
    ...o que você não sabe é que,
    mesmo antes de pertencer a
    qualquer uma das filas,
    eu já te amei.
    Quando voltarmos para o lado de lá,
    você há de entender tudo isso
    e se eu puder escolher uma das filas novamente,
    eu ainda vou querer ficar separado de você.
    A única diferença é que escolherei
    a fila da emoção para sonhar como você sonhou,
    e que você fique na da razão
    para entender como sofri!


    (Não coloquei os créditos pois não sei o autor, se acaso souber me avise que coloco o devido nome)

    O Alpinista

    Esta é a história de um alpinista que sempre buscava superar mais e mais desafios.

    Ele resolveu, depois de muitos anos de preparação, escalar o Aconcágua. Ele queria a glória somente para si.

    Resolveu então escalar sozinho sem nenhum companheiro, o que seria natural no caso de uma escalada dessa dificuldade. Ele começou a subir e foi ficando cada vez mais tarde.

    Porém ele não havia se preparado para acampar e resolveu seguir a escalada, decidido a atingir o topo.

    Escureceu, e a noite caiu como um breu nas alturas da montanha, e não era possível mais enxergar um palmo à frente do nariz, não se via absolutamente nada.

    Tudo era escuridão, zero de visibilidade, não havia Lua e as estrelas estavam cobertas pelas nuvens. Subindo por uma "parede", a apenas 100 metros do topo, ele escorregou e caiu...

    Caía a uma velocidade vertiginosa, somente conseguia ver as manchas que passavam cada vez mais rápidas na escuridão. Sentia apenas uma terrível sensação de estar sendo sugado pela força da gravidade. Ele continuava caindo e, nesses angustiantes momentos, passaram por sua mente todos os momentos felizes e tristes que ele já havia vivido em sua vida.

    De repente ele sentiu um puxão forte que quase o partiu pela metade ... shack!

    Como todo alpinista experimentado, havia cravado estacas de segurança com grampos a uma corda comprida que fixou em sua cintura. Nesses momentos de silêncio, suspenso pelos ares na completa escuridão, não sobrou para ele nada além do que gritar:

    - Oh, meu Deus! Me ajude!

    De repente uma voz grave e profunda respondeu:

    - O que você quer de Mim, meu filho

    - Me salve, meu Deus, por favor!

    - Você realmente acredita que Eu possa te salvar

    - Eu tenho certeza, meu Deus.

    - Então corte a corda que mantém você pendurado...

    Houve um momento de silêncio e reflexão. O alpinista se agarrou mais ainda a corda e pensou que se largasse a corda morreria...

    Conta o pessoal de resgate que no dia seguinte encontraram um alpinista congelado, morto, agarrado com as duas mãos a uma corda ... a não mais de dois metros do chão.

    E você...

    Está segurando a corda?

    Imagine

    Imagine que é uma típica tarde de sexta-feira e você está dirigindo em direção à sua casa.

    Você sintoniza o rádio. O noticiário está falando de coisas de pouca importância. Você ouve que numa cidadezinha distante morreram 3 pessoas de uma gripe, até então, totalmente desconhecida. Não presta muita atenção ao tal acontecimento e esquece o assunto.

    Na segunda-feira, quando acorda, escuta que já não são 3, mas 30.000, as pessoas mortas pela tal gripe, nas colinas remotas da
    Índia. Um grupo do Controle de Doenças dos EUA foi investigar o caso.

    Na terça-feira, já é a notícia mais importante, ocupando a primeira página de todos os jor nais, pois já não é só na Índia, mas também no Paquistão, Irã e Afeganistão.

    Enfim, a notícia se espalha pelo mundo. Estão chamando a doença de "La Influenza Misteriosa", e todos se perguntam:

    Que faremos para controlá-la?

    Então, uma notícia surpreende a todos. A Europa fecha suas fronteiras. A França não recebe mais vôos da Índia, nem de outros países dos quais se tenham comentado de casos da tal doença.

    Por causa do fechamento das fronteiras, você está ligado em todos os meios de comunicação, para manter-se informado da
    situação e, de repente, ouve que uma mulher declarou que num dos hospitais da França, um homem está morrendo por causa da tal "Influenza Misteriosa".

    Começa o pânico na Europa. As informações dizem que, quando você contrai o vírus, é questão de uma semana de vida. Em seguida, as pessoas têm 4 dias de sintomas horríveis e morrem.

    A Inglaterra também fecha suas fronteiras, mas já é tarde.

    No dia seguinte, o presidente dos EUA fecha também suas fronteiras para Europa e Ásia, para evitar a entrada do vírus no país, até que encontrem a cura.

    No dia seguinte, as pessoas começam a se reunir nas igrejas, em oração pela descoberta da cura, quando, de repente, entra alguém na igreja, aos gritos:

    Liguem o rádio! Liguem o rádio! Duas mulheres morreram em Nova York!".

    Em questão de horas, parece que a coisa invadiu o mundo inteiro.

    Os cientistas continuam trabalhando na descoberta de um antídoto, mas nada funciona. De repente, vem a notícia esperada: conseguiram decifrar o código de DNA do vírus. É possível fabricar o antídoto! É preciso, para isso, conseguir sangue de alguém que não tenha sido infectado pelo vírus.

    Corre por todo o mundo, a notícia de que as pessoas devem ir aos hospitais fazer análise de seu sangue e doar para a fabricação do antídoto.

    Você vai de voluntário com toda sua família, juntamente com alguns vizinhos, perguntando-se, o que acontecerá. Será este o final do mundo? De repente, o médico sai gritando um nome que leu em seu caderno. O menor dos seus filhos está ao seu lado, se
    agarra na sua jaqueta, e lhe diz:

    Pai? Esse é meu nome!

    E antes que você possa raciocinar, estão levando seu filho, e você grita: "Esperem!"

    E eles respondem:

    "Tudo está bem! O sangue dele está limpo, e é sangue puro. Achamos que ele tem o sangue que precisamos para o antídoto."

    Depois de 5 longos minutos, saem os médicos chorando e rin do ao mesmo tempo. E é a primeira vez que você vê alguém rindo em uma semana. O médico mais velho se aproxima de você e diz: "Obrigado, senhor! O sangue de seu filho é perfeito, está limpo e puro, o antídoto finalmente poderá ser fabricado."

    A notícia se espalha por todos os lados. As pessoas estão orando e rindo de felicidade.
    Nisso, o médico se aproxima de você e de sua esposa, e diz: "Posso falar-lhes um momento? Não sabíamos que o doador seria uma criança e precisamos que o senhor assine uma autorização para usarmos o sangue de seu filho."

    Quando você está lendo, percebe que não colocaram a quantidade de sangue que vão usar, e pergunta: "Mas, qual a quantidade de sangue que vão usar?"

    O sorriso do médico desaparece e ele responde: "Não pensávamos que f osse uma criança. Não
    estávamos preparados..... Precisamos de todo o sangue de seu filho..."

    Você não pode acreditar no que ouve e trata de contestar: "Mas... mas..."

    O médico insiste: "O senhor não compreende? Estamos falando da cura para o mundo inteiro! Por favor, assine! Nós precisamos de todo o sangue!"

    Você, então, pergunta: "Mas vocês não podem fazer-lhe uma transfusão?"

    E vem a resposta: "Se tivéssemos sangue puro, poderíamos. Assine! Por favor, assine!"

    Em silêncio, e sem ao menos poder sentir a caneta na mão, você assina...

    Perguntam-lhe: "Quer ver seu filho agora?"

    Você caminha na direção da sala de emergência onde encontra-se seu filho, que está sentado na cama, e ele diz: "Papai!? Mamãe!? O que está acontecendo?"

    Você segura na mão dele e fala: "Filho, sua mãe e eu lhe amamos muito e jamais permitiríamos que lhe acontecesse algo que não fosse necessário, você entende?"

    O médico regressa e diz: "Sinto muito senhor, precisamos começar, gente do mundo inteiro está morrendo, o senhor pode sair?"

    Nisso, seu filho pergunta: "Papai? Mamãe? Por que vocês estão me abandonando?"

    E na semana seguinte, quando fazem uma cerimônia para honrar o seu filho, algumas pessoas ficam em casa dormindo, e outras não vêm, porque preferem fazer um passeio ou assistir um jogo de futebol na TV. E outras vêm, mas como se realmente não estivessem se importando.

    Você tem vontade de parar e gritar:

    MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SE IMPORTAM COM ISSO?

    Talvez isso é o que DEUS nos quer dizer:

    MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SABEM O QUANTO EU OS AMO?


    É curioso como é simples para algumas pessoas debocharem de Deus, e dizer que não entendem como o mundo caminha de mau para pior.

    É curioso como acreditamos em tudo aquilo que lemos nos jornais, mas questionamos as palavras de Deus.

    É curioso como todos querem ir para o Céu, mas nada fazem para merecê-lo.

    É curioso como as pessoas dizem: "Eu creio em Deus!", mas com suas ações, mostram totalmente o contrário.

    É curioso como você consegue enviar centenas de piadas através de um correio eletrônico, mas quando recebe uma mensagem a respeito de Deus, pensas duas vezes antes de compartilhá-la com os outros.

    É curioso como a luxúria, crua, vulgar e obscena, passa livrem ente através do espaço, mas a discussão pública de DEUS é suprimida nas escolas e locais de trabalho.

    CURIOSO, NÃO É?

    É curioso como a gente se preocupa com o que as pessoas pensam de nós, mas não nós preocupamos com aquilo que DEUS possa pensar da gente...vc já pensou nisso?

    Depois de terminar de ler esta mensagem, se realmente sentir em seu coração que deve compartilhá-lha, envie aos seus amigos.

    Talvez eles estejam precisando, exatamente, de uma mensagem como esta.

    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito para que, todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna."
    Jo 3. 16

    Que Deus sempre o(a) abençoe!!!

    Os três Conselhos

    Havia um humilde casal que se casara há pouco tempo.

    Sem muito dinheiro, eles foram morar num pequeno sítio do interior, que era herança de sua família.

    Um certo dia, o jovem moço falou à sua esposa:

    "Querida, estou desempregado há muito tempo.Eu vou embora daqui à procura de um emprego, vou juntar dinheiro para que possa te sustentar.Não sei quanto tempo vou ficar fora, se dias, se meses, ou se anos.Mas quero que me prometa uma coisa:Seja FIEL a mim, porque eu serei FIEL a você."

    E a mulher aceitou.

    E então o homem se foi.Andou muito tempo à procura de um emprego, até que achou uma fazenda em que um senhor necessitava de um ajudante em suas plantações.

    O homem pediu o emprego e o senhor aceitou.Mas o jovem moço lhe impôs uma condição:lhe contou toda a sua história e lhe disse:

    "O senhor vai me deixar trabalhar o quanto quiser, até achar a hora de ir embora, e, quando tiver que ir, o senhor vai ter que me deixar ir.E eu não quero receber meu salário, o senhor vai guardando tudo em uma poupança, e, no dia em que for embora, o senhor me paga tudo de uma vez."

    E o senhor aceitou.

    Passado muito tempo, o jovem moço, que já não era tão moço assim, pensou que era a hora de ir embora.Afinal, foram VINTE anos de trabalho, sem ver a esposa, sem receber féria e sem receber um tostão. Afinal, eram VINTE anos de trabalho sem descanso.

    Chegou em seu patrão e lhe disse:

    "Já faz VINTE anos que eu trabalho aqui, e já está na hora de eu ir embora. Por favor, me pague tudo o que eu ganhei nesses vinte anos de trabalho."

    E o senhor disse:

    "Tudo bem. Fiz uma promessa para você e vou cumprir, mas, antes, vou lhe fazer uma proposta: eu lhe dou três conselhos e não te dou o dinheiro, ou lhe dou o dinheiro e não lhe dou os três conselhos. Vá para o seu quarto e pense nisso".

    E o homem pensou durante dois dias e deu a resposta ao senhor:

    "Quero os três conselhos."

    "Mas se eu lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro."

    "Quero os três conselhos."

    E o senhor começou:

    1-NUNCA TOME ATALHOS EM SUA VIDA.
    Lembre-se que larga é a porta do mal, e estreita a porta da vida.

    2-NUNCA DESVIE SUA ATENÇÃO PARA COISAS DO MAL.
    Nunca desvie suas coisas ou sua atenção para as coisas que podem ser do mal.

    3-NUNCA TOME DECISÕES NA HORA DA RAIVA OU DA DOR
    Lembre-se de que quando tomamos decisões na hora da raiva ou na dor, sempre temos, posteriormente, más conseqüências.

    Quando terminou, o senhor deu a sua bênção ao seu ex-empregado, lhe deu três pães e lhe disse :

    "Esses pães são para você. Dois você come na viagem e o último é para você comer em sua casa com a sua esposa."

    Os dois se despediram e o homem começou sua viagem de volta para casa.

    No meio do caminho, o homem encontrou um moço que lhe perguntou:

    "Para onde vai?"

    "Para uma cidade bem distante daqui, a mais ou menos VINTE dias de viagem".

    "Ora, não vás por este caminho, que é muito longo.Conheço um ATALHO que leva metade do caminho."

    O homem agradeceu a informação, e se foi contente pelo atalho, mas logo se lembrou do primeiro conselho, e voltou ao caminho mais longo.

    Numa certa noite, o homem pagou sua hospedagem em um hotel para passar a noite.

    No meio da noite, ele ouviu um grito que vinha lá da portaria.Logo se levantou para ver o que era. Só, que antes de abrir a porta, lembrou-se do segundo conselho e voltou-se a dormir.

    Logo pela manhã, se levantou, pagou a noite ao hospedeiro e se despediu para seguir a sua viagem.Mas antes, ouviu um chamado, era o hospedeiro.Voltou e foi ver o que ele o que ele queria.

    E o hospedeiro lhe perguntou:

    "Você não ouviu um grito à noite?"

    "Sim."

    "E não ficou curioso para ver o que era?"

    O homem balançou a cabeça e disse que não.

    "Você é um homem de sorte" disse o hospedeiro "você foi o único a sair vivo daqui.; pois à noite, meu filho tem crises de loucura, vai até à portaria, começa a gritar e mata os hóspedes que saem para ver o que está acontecendo.Parabéns."

    E o homem se foi . Ao anoitecer, mesmo com a penumbra daquele lugar, viu ali o seu humilde sítio.Logo mais à frente, consegui ver a sua esposa, e, entre, as suas pernas, acariciando um homem.

    O homem pensou em matar sua esposa e seu amante, mas logo se escondeu atrás de um das árvores, e lembrou-se do terceiro conselho, e decidiu esperar o amanhecer para tomar uma decisão quanto à sua esposa e seu amante.

    Ao amanhecer, foi até a porta de sua casa, e assim que sua esposa abriu a porta, ela avançou em seu pescoço de tanta felicidade de rever seu esposo.Ele até que tentou afastá-la,mas, por mais que tentasse,não conseguia.

    "Desculpe, mas vou embora" disse o marido amargamente " você me prometeu que seria FIEL a mim e não foi. Nesse tempo, eu fui completamente FIEL a você ."

    "Do que você está falando?Nesse tempo todo fui FIEL a você.'

    "E o seu amante?"perguntou o marido " aquele cara que você estava acariciando ao entardecer?"

    "Aquele é o nosso filho" disse a esposa docemente "logo depois que você foi embora, descobri que estava grávida, e hoje ele está com VINTE anos."

    O homem entrou, conheceu seu filho, contou toda a sua história para sua família, os conselhos e o ocorrido no caminho de volta para casa.

    Ao se se sentarem à mesa, o homem partiu o último pão que recebera do fazendeiro, e, ao abrir o pão, encontrou o dinheiro do pagamento de todos os seus VINTE anos de trabalho!!!

    Pessoas Especiais

    Um dia uma professora pediu para seus alunos listarem os nomes dos amigos de classe em um papel, deixando um espaço na frente para escrever alguma coisa.

    Então ela mandou eles pensarem na coisa mais bonita que eles podiam dizer sobre cada um dos colegas da classe e escrever ali neste espaço.

    Isso tomou todo o tempo restante da aula até que todos acabassem a tarefa, e quando eles sairam da sala, cada um entregou seu papel à professora.

    Depois a professora escreveu o nome de cada aluno em um pedaço de papel separado e listou o que todos os outros tinham dito sobre aquele aluno em especial.

    Na aula seguinte ela entregou para cada um a sua lista, e em pouco tempo, a classe inteira estava sorrindo.

    "Verdade" ela ouvia.

    "Eu nunca soube que significava alguma coisa para alguém!" outro dizia...

    "Eu não sabia que os outros gostavam tanto de mim"...

    Foram muitos os comentários.

    Mas, ninguém mencionou esses papéis na aula novamente. A professora nunca soube se eles discutiram sobre isso entre eles ou com os pais, mas isso não importava.

    O exercício atingiu seu objetivo. Os alunos ficaram felizes com eles mesmos e com os outros.




    O tempo passou, aqueles alunos cresceram e cada um iniciou uma nova vida ali mesmo ou em outra cidade.

    Quis o destino que um dos alunos perdesse sua vida em uma guerra.

    Todos os amigos e a professora foram no funeral daquele aluno especial. Ela nunca tinha visto um homem num caixão militar antes.

    Ele parecia tão bonito e tão maduro. Seus amigos encheram a igreja e u por um, daqueles que o amavam deram seu Adeus...

    A professora foi a última a abençoá-lo.


    Mas enquanto ela estava lá, um dos soldados que atuou como acompanhante do funeral veio para ela e disse

    "Você era a professora de matemática do Mark" ele perguntou.

    Ela mexeu com a cabeça em gesto afirmativo, "Era."

    "O Mark falava muito sobre você."

    Logo após o funeral enquanto todos ainda estavam tristes por aquele amigo que não poderiam ver de novo, a professora foi chamada pelos Pais de Mark

    "Nós queremos lhe mostrar uma coisa", o pai disse,tirando a carteira do bolso e disse.

    "Encontraram isso no bolso das roupas do Mark, nós achamos que você deveria reconhecer."

    Abrindo a carteira, ele cuidadosamente retirou dois pedaços de papel, que obviamente tinham sido lidos e relidos muitas vezes.

    A professora soube imediatamente que aquele papel era a lista feita a muitos anos atrás em uma de suas aulas, com todas as coisas boas que os colegas de Mark tinham escrito sobre ele.

    "Muito obrigado por fazer isso" disse a mãe do Mark.

    "Como você pode ver, Mark o guardou como um tesouro.

    "Todos os colegas do Mark começaram a reunir-se em volta e Charlie sorrindo timidamente falou,

    "Eu também guardo minha lista. Ela está na parede do meu quarto".

    A esposa do Chuck falou que a lista deles estava no album de casammento."

    "Eu tenho o meu também", falou Marilyn. "Está no meu diário".

    Então Vicki, outra colega, pegou sua agenda na bolsa e mostrou, gasta e velha, sua lista para o grupo.

    " Eu a carrego comigo o tempo todo", disse ela e continuou, "Acho que todos nós guardamos nossas listas."

    Foi quando a professora finalmente sentou e chorou. Chorou por Mark e por todos os seus amigos que não o veriam nunca mais e por ver que um pequeno gesto a muitos anos atrás fez uma diferença enorme na vida daqueles alunos.

    A quantidade de pessoas na sociedade é tão grande que nós esquecemos que a vida acaba um dia. E nós nunca sabemos que dia será.

    Então por favor, conte para as pessoas como você as amam e o quanto você se importa com elas, e principalmente como elas são especiais.

    Antes que seja tarde demais.

    Como é complicado...

    Como é complicado levar uma vida em santidade. Quando estamos pensando que estamos chegando perto, aparecem milhares de obstáculos, milhares de tentações para te afastar do caminho certo. As vezes o pecado é tão atraente, tão tentador que não pensamos nas conseqüências , e está feita a confusão, pois agir sem pensar não é bom, quem se apressa erra o caminho (Pv 19.2), e se você pensa que tudo o que faz é certo, lembre-se de que o Eterno julga as suas intenções! Acabamos desobedecendo à Deus (Pv 4.27) e esta é a brecha que o mal encontra para atrapalhar nossas vidas! O diabo existe, e está sempre tentando nos derrubar. Ele não diminui seus ataques nem quando passamos por alguma tragédia, ou sofremos alguma perda. Pelo contrário, aí é que ele lança fogo cerrado. Ele é totalmente maligno, é do tipo que nos pisa até mesmo quando já estamos caídos.
    E então, depois disso estamos cada vez mais vulneráveis a pecar, pecar e pecar... e nos afundamos cada vez mais! Até que cai a ficha... você está cada vez mais afastados de Deus, e não está conseguindo mais vê-lo em sua vida. É como se você estivesse perdido no meio do nada, sem saber pra que lado ir. É uma sensação nada agradável. E nesse momento ficamos fracos, pois apesar de pensarmos que ao menos estamos "curtindo" a vida, temos um vazio em nosso peito, e não sabemos como preenchê-lo, e então buscamos cada vez mais o pecado para nos satisfazermos e pra tentar preencher o que está faltando. Mas existe um pequeno detalhe: desse modo, apenas estamos correndo na direção contrária! O que está faltando é a presença de Deus nos nossos corações, é não é nas festas, nas bebidas, nas drogas que iremos encontrá-lo. O problema é ainda maior quando sabemos que estamos nos afastando, mas não sabemos como voltar atrás, e aí então nossa cabeça enche de pensamentos ruins, pensamos que não somos dignos de perdão, que não temos mais conserto ou que já está tudo perdido. É como se o "anjinho" e o "diabinho" estivessem em um confronto cada vez mais violento dentro de nós. Mas esses pensamentos servem apenas para nos enganar, e para nos cegar ! Deus nos ama, sempre nos amou e sempre vai nos amar, Ele quer que todos sejamos felizes e tenhamos vida em abundância. Mesmo que desistamos d'Ele, Ele nunca desistirá de nós, e irá correr atrás de cada um de nós até o último momento! Deus ama você, e estará sempre te esperando de braços abertos, basta você querer voltar a ficar junto a Ele. O caminho pra isso é um só: arrependimento! Se nós nos arrependermos de nossos pecados e pedirmos perdão, Ele estará sempre pronto para nos perdoar, e então todos os nossos pecados serão lançados no mar do esquecimento. Não importa o quão grave tenha sido o seu pecado, nunca é tarde para fazer a coisa certa, nunca é tarde para pedirmos perdão ao Pai, pois nada do que você faça, fará com que Ele te ame menos. Imagine o que aconteceria, se a cada vez que pisássemos na bola nossos pais, eles passassem a gostar um pouquinho menos de nós ?!? Complicado, não?!? Mas isso não acontece, porque eles nos amam muito, e estão sempre dispostos a esquecer essas falhas e nos perdoar (Pv. 10.12). Que grande amor, não é mesmo? Então agora pense, que mesmo no dia em que uma mãe deixar de amar um filho, Deus nunca deixará de o amar! Deus é bom demais, mas ao mesmo tempo é justo (Pv 3. 11-12). Só herdarão o reinos dos céus aqueles que o amarem e o seguirem até o fim. E sinceramente, não há nada melhor e mais gratificante que uma vida com Jesus!

    " Aos que conseguirem a vitória eu darei o direito de se sentarem comigo no meu trono, assim como eu consegui a vitória e agora estou sentado com o meu Pai no seu trono." Apocalipse 3. 21

    Tentações
    Mt. 4

    V.1 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo.
    V.3 Se tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães.
    V.6 Se tu és Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito; e: eles te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra.


    Para todas as tentativas de satanás, Jesus tinha uma resposta: Primeiro Ele disse:"Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus". Para a segunda tentativa, Jesus disse: "está escrito, não tentarás o Senhor teu Deus.".

    Hoje, quantas vezes no dia satanás tenta você e eu com propostas absurdas? Podemos dizer que Jesus venceu por ser o filho de Deus. Então porque não tornarmos filho de Deus também? É simples, basta aceitarmos o Senhor Jesus como salvador, crer que ele ao vencer satanás no caminho da cruz e consumar o propósito de Deus, que era leva-lo ao sacrifício, para a partir dali todo aquele que aceitar, e deixar de ser uma simples criatura de Deus se tornando filho e passando a vencer todas as batalhas, herdando assim a vida eterna ao lado do Senhor!

    Pegadas na Areia

    Certa noite um homem teve um sonho:
    Ele estava andando pela praia com o Senhor.
    No céu escuro projetaram-se cenas de sua vida.
    Em cada cena, ele percebeu dois pares de pegadas na areia; um feito por ele e o outro pelo Senhor.
    Quando a última cena de sua vida apareceu, ele olhou para trás, para as pegadas na areia.
    O homem notou que muitas vezes ao longo do caminho de sua vida havia apenas um par de pegadas.
    Ele também notou que isso tinha acontecido nos piores momentos de sua vida.
    Isso aborreceu-o muito, e ele perguntou ao Senhor:
    "Senhor, Tu disseste que, uma vez que resolvi Te seguir, Tu andarias comigo por todo o caminho.
    Mas notei que durante os tempos de dificuldades há somente um par de pegadas.
    Não compreendo por que me deixaste quando eu mais precisava de Ti."
    O Senhor respondeu: "Meu precioso filho, eu te amo e jamais te deixaria.
    Durante teus tempos de aflição, quando vês somente um par de pegadas, é porque eu te carreguei nos braços."

    AGRADEÇA (1 Tessalonicenses 5.16-18)
    Sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. V17.

    Na adolescência é comum que as pessoas questionem a respeito da sua existência. Alguns adolescentes atribuem aos seus pais a responsabilidade da vida com a pesada frase: eu não pedi para nascer. Podemos até compreender que alguém, nos momentos de tristeza, queira livrar-se da responsabilidade dos seus atos. Na hora em que as dificuldades vêm, procuramos um escape. Que o diga Adão, quando quis atribuir a Deus a responsabilidade pela sua queda: "A mulher que tu me deste, me deu da fruta e eu comi".(Gn 3.12). Mas quando as coisas vão bem, de quem é a "culpa"? por mais que saibamos que Deus é o responsável pela nossa felicidade, dificilmente o agradecemos por isso. Apesar de não termos pedido para nascer, nós não queremos morrer. Não tão cedo. Mas não pedimos nem agradecemos a Deus aquilo que é indispensável para a nossa sobrevivência, o mundo criado por ele antes mesmos de nascermos, com todas as condições de vida que precisamos. Se Deus nos tirar o ar, a água, o mundo, o nosso fôlego, vamos continuar vivendo? Então abra a tua boca e agradeça a Deus por você existir e poder desfrutar das maravilhas criadas por ele. Seja na alegria ou na tristeza, "sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões".
    Que Deus nos ensine a verdadeira gratidão.
    Uma menininha, diariamente, vai e volta andando até a escola.

    Apesar do mau tempo daquela manhã e de nuvens estarem se formando,
    ela fez seu caminho diário.

    Com o passar do tempo, os ventos aumentaram
    e junto os raios e trovões.

    A mãe pensou que sua filhinha poderia ter muito medo no caminho de volta pois ela mesma estava assustada com os raios e trovões.

    Preocupada, a mãe rapidamente entrou em seu carro e dirigiu pelo caminho em direção à escola.

    Logo ela avistou sua filhinha andando, mas, a cada relâmpago, a criança parava, olhava para cima e Sorria !!!.

    Outro e outro trovão e, após cada um, ela parava,
    olhava para cima e Sorria !!!

    Finalmente, a menininha entrou no carro e a mãe curiosa foi logo perguntando:

    -"O que você estava fazendo"

    A garotinha respondeu:

    -"Sorrindo! Deus não pára de tirar fotos minhas!!"

    Deixemos que toda inocência floresça em nossos corações para podermos ver a bela e real felicidade que está nos momentos de simplicidade...

    Como Você Acordou esta Manhã?

    A prece é realmente boa mas, enquanto pede a Deus, um homem deve ele mesmo dar a mão. (Hipócrates) Médico grego. Nasceu em 460 a. C.? Ilha de Cós. Faleceu em 355 a. C.? Seus escritos
    Eu te vi e esperei que falaria comigo. Mesmo que fossem apenas umas poucas palavras. Querendo saber minha opinião sobre alguma coisa ou mesmo me agradecendo por algo de bom que aconteceu ontem. Notei, entretanto, que estava muito ocupado tentando encontrar uma roupa que ficasse boa, que assentasse bem, para ir ao trabalho.
    Esperei outra vez.
    Quando você correu pela casa, de um lado para o outro, já pronto, seriam certamente poucos instantes para você parar e falar comigo? Mas, você estava com a cabeça muito ocupada.
    E, quando você teve de esperar o ônibus, ficou lá parado, e eu ao seu lado, durante quinze minutos... Ficou apenas sentado no banco sem fazer nada, divagando.
    Teve um momento no escritório em que você rapidamente olhou para seus pés, que se movimentavam, naquele momento, pensei que irias falar comigo. Mas qual nada, apenas correu para o telefone e ligou para um amigo e lhe participou as últimas notícias.
    Esperei pacientemente o dia inteiro. Com todas as tuas atividades, deduzi que não teria tempo de falar comigo.
    Antes do almoço, notei que olhou ao redor, sentiu-se talvez sem jeito, ou com vergonha de falar comigo. Nem inclinou a cabeça. Mas observou que em algumas mesas, alguns de teus amigos estavam falando comigo. E outra vez você não falou comigo. Tudo bem! Ainda temos mais tempo no dia de hoje, e eu tenho esperança que você vai falar comigo ainda.
    A tardinha, quando você foi para casa, aparentava ainda ter tantas coisas para fazer. Depois que terminou as tarefas, ao invés de falar comigo, você ligou a televisão. Eu sei que você gosta de ver televisão, mas você ficou lá assistindo um tempo enorme, passivo e concentrado, não pensando em nada mais, apenas curtindo a programação. Esperei pacientemente.
    E depois, quando comeu a tua comida, outra vez você não falou comigo!
    Hora de ir para a cama. Você está muito cansado. Apenas diz "Boa Noite" para tua família, pula na cama e cai no sono rapidamente sem falar comigo.
    Tudo bem! Está certo! Talvez nem saiba que eu estou sempre lá com você, sempre ao teu lado. Tenho paciência! Muito mais do que você possa imaginar. Vou ensinar você como ser paciente com outras pessoas e como ser bom. Eu te amo tanto que espero todos os dias por um sinal teu, um simples inclinar de cabeça, uma oração, um pensamento ou um agradecimento por parte de teu coração.
    Sabe, é muito difícil uma conversa só existir de um lado, só um falar, num monólogo.
    Amanhã você vai se levantar para um novo dia, e depois mais uma vez, e mais outra vez, e outra vez, e serão muitas as vezes ainda em que estarei lá te esperando, com muito amor para você, esperando que então possa me dar tua atenção, apenas um pouco do teu tempo.
    Tenha um Bom Dia!
    Seu sempre amigo,
    Deus.

    Mulheres

    "Certo dia parei para observar as mulheres e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. São espiãs. Espiãs de Deus, disfarçadas entre nós. Pare para refletir sobre o sexto - sentido. Alguém duvida de que ele exista?

    E como explicar que ela saiba exatamente qual mulher, entre as presentes, em uma reunião, seja aquela que dá em cima de você? E quando ela antecipa que alguém tem algo contra você, que alguém está ficando doente ou que você quer terminar o relacionamento?

    E quando ela diz que vai fazer frio e manda você levar um casaco? Rio de Janeiro, 40 graus, você vai pegar um avião pra São Paulo. Só meia-hora de vôo. Ela fala pra você levar um casaco, porque "vai fazer frio". Você não leva. O que acontece? O avião fica preso no tráfego, em terra, por quase duas horas, depois que você já entrou, antes de decolar. O ar condicionado chega a pingar gelo de tanto frio que faz lá dentro!

    Leve um sapato extra na mala, querido. Vai que você pisa numa poça..."Se você não levar o "sapato extra", meu amigo, leve dinheiro extra para comprar outro. Pois o seu estará, sem dúvida, molhado...

    O sexto - sentido não faz sentido! É a comunicação direta com Deus! Assim é muito fácil... As mulheres são mães! E preparam, literalmente, gente dentro de si. Será que Deus confiaria tamanha responsabilidade a um reles mortal? E não satisfeitas em gerar a vida, elas insistem em ensinar a vivê-la, de forma íntegra, oferecendo amor incondicional e disponibilidade integral.

    Fala-se em "praga de mãe", "amor de mãe", "coração de mãe"... Tudo isso é meio mágico... Talvez Ele tenha instalado o dispositivo "coração de mãe" nos "anjos da guarda" de Seus filhos (que, aliás, foram criados à Sua imagem e semelhança).

    As mulheres choram. Ou vazam? Ou extravasam? Homens também choram, mas é um choro diferente. As lágrimas das mulheres têm um não sei quê que não quer chorar, um não sei quê de fragilidade, um não sei quê de amor, um não sei quê de tempero divino, que tem um efeito devastador sobre os homens... É choro feminino. É choro de mulher...

    Já viram como as mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir uma a outra para mudar de assunto com apenas um olhar. Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com outro olhar. Quantos tipos de olhar existem? Elas conhecem todos... Parece que freqüentam escolas diferentes das que freqüentam os homens! E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens.

    En-fei-ti-çam! E tem mais! No tocante às profissões, por que se concentram nas áreas de Humanas? Para estudar os homens, é claro! Embora algumas disfarcem e estudem Exatas... Nem mesmo Freud se arriscou a adentrar nessa seara. Ele, que estudou, como poucos, o comportamento humano, disse que a mulher era "um continente obscuro". Quer evidência maior do que essa?

    Qualquer um que ama se aproxima de Deus. E com as mulheres também é assim. O amor as leva para perto Dele, já que Ele é o próprio amor. Por isso dizem "estar nas nuvens", quando apaixonadas.

    É sabido que as mulheres confundem sexo e amor. E isso seria uma falha, se não obrigasse os homens a uma atitude mais sensível e respeitosa com a própria vida. Pena que eles nunca
    verão as mulheres - anjos que têm ao lado. Com todo esse amor de mãe, esposa e amiga, elas ainda são mulheres a maior parte do tempo. Mas elas são anjos depois do sexo - amor. É nessa hora que elas se sentem o próprio amor encarnado e voltam a ser anjos. E levitam. Algumas até voam.

    Mas os homens não sabem disso. E nem poderiam. Porque são tomados por um encantamento que os faz dormir nessa hora..."

    Luiz Fernando Veríssimo

    Nós e que somos complicadas?mais é so o que me faltava!!!!

    Se a gente se insinua, é uma mulher atirada.
    Se a gente fica na da gente, tá dando uma de difícil.
    Se a gente aceita transar no início do relacionamento, é uma mulher fácil.
    Se a gente não quer ainda, tá fazendo doce.
    Se a gente põe limitações no namoro, é autoritária.
    Se concorda com o que o namorado diz, é uma lesa.
    Se a mulher batalha por estudos e profissões, é uma ambiciosa.
    Se não tá nem aí pra isso, é dondoca.
    Se a gente adora falar em política e economia, é feminista.
    Se não se liga nesses assuntos, é desinformada.
    Se a mulher corre pra matar uma barata, não é feminina.
    Se corre de uma barata, é uma medrosa.
    Se a gente aceita tudo na cama, é vulgar.
    Se não aceita, é fresca.
    Se a gente adora roupas e cosméticos, é fútil.
    Se não gosta, é desleixada.
    Se a gente se chateia com alguma atitude dele, é uma mulher mimada.
    Se aceita tudo o que ele faz, é porque tá no papo.
    Se a gente quer ter 4 filhos, é uma inconseqüente maluca.
    Se só quer ter 1, não tem senso maternal.
    Se a gente gosta de balada, é uma patricinha doida.
    Se gosta de música light, é uma romântica sem graça.
    Se a gente usa sainha curta, também é vulgar.
    Se usa roupa composta, é carola.
    Se a gente tá branca, ele diz pra gente pegar uma corzinha.
    Se tá bem bronzeada, ele olha pra primeira loira que passa que, normalmente, é branca.
    Se a gente faz cena de ciúme, é uma neurótica.
    Se não faz, não sabe defender seu amor.
    Se a gente fala mais alto que ele, é uma descontrolada.
    Se a gente fala mais baixo, é subserviente.
    E depois vem dizer que mulher é que é complicada?

    Agora me diz.., quem é complicada ?

    Dá vontade de dar é uma gargalhada depois dessa...esses homens...
    Tem prequiça de falar não...

    Procura-se um Amigo

    Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar,
    sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos
    e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor..
    Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

    Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido
    enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não
    deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo
    que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena
    das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não
    puderam nascer.

    Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba
    conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um
    amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das
    realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados,
    de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

    Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo.
    Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias
    perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência
    de que ainda se vive.

    Vinicius de Moraes

    Estou inconformada...

    Estou inconformada... Meus amigos que me perdoem, mas muitas vezes eu tenho vergonha de ser brasileira. Como pode uma país como o nosso permiti determindas coisas. É uma vergonha...

    Vocês devem estar se perguntando a que me refiro, neh? Pois bem..

    Me refiro a matério do Fantastico exibida ontem, falando sobre o Presídio de Segurança Máxima: BANGÚ 01. Segurança máxima não tem nada, neh? Imaginem vocês essa matéria sendo exibida em outros paises.. É CHacota..
    @ Presos falando no telefone celular sem nenhuma menção de esconder. A vontade.
    @ Vendendo drogas como se fosse feira. (PÓ.. tanto, Maconha.. tanto.. )
    @ Falando em rádios. Assim que eles conseguem dominar tudo..
    @ Dinheiro a vontade também..
    @ Eles ficam no pátio como se fosse recreação.. Numa boa..
    @ Boca de fumo em plena penitenciária.
    @ Os agentes foram "arregados", ou seja, receberam propina. Foram comprados.. São coniventes com tudo o que acontece.

    Eles tem tudo dentro da prisão, exceto a dita cuja liberdade, mas vivendo desse jeito que eles vivem, e ainda comendo de "graça" (às nossas custas), o que mais eles iriam querer?
    Isso é uma VERGONHA, eu tenho vergonha.. muita vergonha..

    Sou a favor de pena de morte, de prisão perpétua e de trabalho forçados, porque o sistema de detenção de condenados nesse país é uma palhaçada. Os presos ficam mais ociosos do que o de costume e só adquirem mais experiência com os outros detentos, aprendem mais o que não se deve do que o que realmente se deve.

    Obs: Mensagem recebida no meu e-mail.

    Flor Rara

    Era uma vez uma jovem, que tinha tudo,
    um marido maravilhoso, filhos perfeitos,
    um ótimo emprego, uma família unida.


    O estranho é que ela não conseguia
    conciliar tudo isso, o trabalho e os
    afazeres lhe ocupavam todo o tempo.


    Se o trabalho lhe consumia muito tempo,
    ela tirava dos filhos, se surgiam
    problemas, ela deixava de lado o marido...
    E assim, as pessoas que ela amava eram
    sempre deixadas para depois.






    Até que um dia, seu pai lhe deu um presente:
    Uma flor caríssima e raríssima, da qual
    só havia um exemplar em todo o mundo.


    E disse à ela:
    Filha, esta flor vai te ajudar muito
    mais do que você imagina!
    Você terá apenas que regá-la e
    podá-la de vez em quando, e as vezes
    conversar um pouquinho com ela,
    e ela te dará em troca esse perfume
    maravilhoso e essas lindas flores.


    Mas o tempo foi passando,
    os problemas surgiam,
    o trabalho consumia todo o seu tempo
    e não lhe permitia cuidar da flor.


    Ela chegava em casa, olhava a flor
    e as flores ainda estavam lá, não
    mostravam sinal de fraqueza ou morte,
    apenas estavam lá lindas, perfumadas.
    Então ela passava direto.








    Até que um dia a flor morreu.
    Ela chegou em casa e levou um susto!
    Estava completamente morta,
    suas raízes estavam ressecadas,
    suas flores caídas e suas folhas amarelas.


    Ela chorou muito, e contou
    a seu pai o que havia acontecido.


    Seu pai então respondeu:
    Filha! eu não posso te dar outra flor,
    porque não existe outra igual a essa,
    ela era única, assim como seus filhos,
    seu marido e sua família.


    Todos são bençãos que o Senhor te deu,
    mas você tem que regá-los,
    podá-los e dar atenção a eles,
    pois assim como a flor, os
    sentimentos também morrem.


    Você se acostuma a ver a flor sempre lá,
    sempre florida, perfumada,
    e se esqueceu de cuidar dela.
    Cuide das pessoas que você ama!






    E você?
    Tem cuidado das bençãos que Deus tem te dado?
    Lembre-se sempre da flor,
    pois como ela , são bençãos do Senhor.
    Ele nos dá, mas nós é que temos que cuidar.

    (Autor desconhecido)

    O grande barato da vida...

    Uma mensagem de ano novo, feita antes de dormir no 1 dia do ano!!! 3:53 AM

    Ogrande barato da vida é olhar para trás e sentir orgulho de sua hístória .
    O grande lance da vida é viver cada momento como se a receita da felicidade fosse o aqui e agora!
    Claro que a vida prega peças.É lógico que por vezes , o bolo sola, o pneu fura, chove demais, você agí como há um caminhão sem freios e bota tudo a perder, mais...pensa só:tem graça viver, sem rir de gargalhar ao menos uma vez ao dia? Tem sentido ficar irritada o dia todo só por causa de uma discurssão que você teve antes de ir ao trabalho?

    2003 foi um ano cheio. Foi cheio de coisas boas e realizações, mais também cheio de problemas e desilusões.Normal, as vezes se espera demais das pessoas. Normal , a grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou, normal.

    2004 Vai ser diferente, muda o seculo o milenio muda , mais o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade,que nem sempre é a que a gente deseja, mais é aí? Fazer o quê? Acabar com o seu dia?Com seu bom humor ? Com sua esperança?

    O que eu desejo para todos nós é sabedoria!É que todos nós saibamos, transformar tudo isso em uma boa experiência ! Que todos consigamos perdoar o desconhecido mal educado.Ele passou na sua vida. Não pode ser responsável por um dia ruim.
    Entender o amigo que não merece nossa melhor parte. Se decepcionou , muda de classe, evite , virem colegas. Além do mais a gente provavelmente já decepcionou alguém.

    O nosso desejo não se realizou???Beleza, não tava na hora, não devia ser a melhor coisa para esse momento, (me lembro sempre de uma frase que eu adoro:cuidado com seus desejos eles podem se tornar realidade!) Chorar de dor, de solidão , de tristeza, faz parte do ser humano. Não adianta lutar contra isso.Mais se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

    Desejo para todo mundo este olhar especial. 2004 pode ser um ano especial, se nosso olhar for diferente. Pode ser muito legal , se entendermos nossas fragilidades e egoísmos, e dermos a volta nisso. Somos fracos, mais podemos melhorar. Somos egoistas mais podemos entender o outro.2004 pode ser o bicho, maravilhoso, o maximo, lindo, especial...

    Pode ser puro orgulho! Depende de mim!de você! Pode ser.E que seja!Feliz olhar novo!!!Feliz ano novo!!!

    Que a virada do ano não tenha sido só uma data, mais um momento para se repensar tudo o que fizemos e desejamos. Afinal sonhos e desejos podem se tornar realidade, somente se fizermos jus e acreditarmos neles!!!

    Beijos no coração de todos

    Dani

    Desde que tive o meu primeiro e-mail em 1993, tenho recebido mensagens que valem a pena publicar e até comentar. Aqui você encontrará as melhores... mande para mim o que não estiver aqui.

    Google
    Web O meu e-mail
    Passado
    2006/Agosto
    2006/Julho
    2006/Maio
    2006/Abril
    2006/Janeiro
    2005/Dezembro
    2005/Outubro
    2005/Junho
    2005/Abril
    2005/Março
    2005/Fevereiro
    2004/Outubro
    2004/Agosto
    2004/Junho
    2004/Maio
    2004/Abril
    2004/Março
    2004/Fevereiro
    2004/Janeiro
    2003/Dezembro
    2003/Novembro
    2003/Outubro
    2003/Setembro


    PicoSearch
    RubenZevallosJr
    (Adicionar, Enviar)
    2402977 ICQ status
    (Adicionar, Enviar)
    zevallos Yahoo status
    (Adicionar, Enviar)
    RubenZevallos@hotmail.com

    The WeatherPixie


    Você já sonhou vezes!

    Ruben/Male/36-40. Lives in Brazil/Maranha/Sao Luis/Sao Francisco, speaks Portuguese and English. Spends 60% of daytime online. Uses a Fast (128k-512k) connection. And likes Internet/Sci-fi books.
    This is my blogchalk:
    Brazil, Maranha, Sao Luis, Sao Francisco, Portuguese, English, Ruben, Male, 36-40, Internet, Sci-fi books.



    O Ponto de Encontro dos Blogueiros do Brasil

    Powered by Blogger